22 de agosto de 2019, 16h58

🎥 Renato Paiva: "Espero uma resposta forte dos jogadores"

Futebol

O Benfica B recebe a Oliveirense às 19h00 de sexta-feira na 3.ª jornada da II Liga.

ANTEVISÃO

O Benfica B refez-se do tropeção que teve na visita ao Vilafranquense, está de pé e na antevisão do treinador Renato Paiva ficou claro que a equipa vai abordar a 3.ª jornada da II Liga com a ambição que a caracteriza: jogar bem e vencer.

Às 19h00 de sexta-feira, as jovens águias enfrentam a Oliveirense no Campo n.º 1 do Caixa Futebol Campus. "Em termos táticos, vai ser um jogo fantástico, um excelente espetáculo para quem assistir", lançou Renato Paiva.

Renato Paiva

O QUE (NÃO) FAZER FRENTE À OLIVEIRENSE?

"Esta equipa, e já era assim na época passada, tem uma ideia de jogo muito parecida com a nossa. Privilegia a progressão no terreno de forma sustentada, privilegia a fase de construção mesmo sob pressão, vai procurando superioridades numéricas. Quando não pressionada, tem dinâmicas que, se as deixarmos acontecer no campo, podem criar-nos dificuldades. É uma equipa com uma variabilidade muito grande no seu jogo e um sentido posicional forte. Se os deixarmos jogar, iremos ter imensos problemas e correr muito atrás da bola, algo que não queremos e que não tem a ver com o nosso modelo de jogo."

Renato Paiva

JOGO DE ESPELHOS E ESPETÁCULO

"É um momento interessante porque, ao olhar para este jogo, estou a olhar para como se bloqueia uma equipa que joga como a nossa. Não podemos deixar a Oliveirense fazer aquilo que gosta e está habituada a fazer, levando-a para zonas de desconforto. O adversário vai procurar fazer-nos o mesmo, pressionar com muita gente e altíssimo na nossa fase de construção. Em termos táticos, vai ser um jogo fantástico, um excelente espetáculo para quem assistir. Vamos ter uma equipa a tentar jogar e a impor o seu modelo e outra a tentar impedir que isso aconteça, com executantes de qualidade de ambos os lados. Não vou ver muito mais equipas na II Liga com esta ideia de jogo."

Tiago Dantas

APRENDER, EVOLUIR E REAGIR

"[Após a derrota no passado domingo] O que vai ter de acontecer agora é algo que nunca queremos, que é reagir. Nunca gosto de reagir. Neste clube habituei-me a agir, a ter iniciativa, a controlar o jogo e o adversário. Aqui, é um bocadinho mais difícil devido à 'décalage' também de experiência nesta Liga em relação a algumas equipas. O mal está feito, correu tudo mal no domingo, desde antes do jogo [com o Vilafranquense]. Mexer na estrutura como tivemos de mexer, solucionando à pressa, com o que tínhamos, abalou de certa forma a equipa, mas não deveria justificar aquele golo logo a abrir, foi uma entrada completamente em falso. A equipa mostrou mais personalidade na segunda parte e, mesmo com um jogador a menos, demos uma resposta muito interessante. Todas as equipas caem, nenhuma ganha sempre. Temos de saber lidar com os erros, perceber e tirar ilações (foi o que fizemos durante esta semana) e crescer em função disso de forma a que não se repitam. Espero uma resposta forte dos jogadores."

ABRAÇO DE SOLIDARIEDADE PARA RICARDO

"Da minha parte e da estrutura da equipa B do Benfica, um grande abraço ao Ricardo, guarda-redes do GD Chaves, pelo momento difícil que está a atravessar. Ele é um campeão, tem sido um campeão e vai de certeza ultrapassar esta fase. Um grande abraço para ele, de apoio, de solidariedade, para a sua família também e para os profissionais do Chaves, porque ele faz parte de um grupo, que nestas questões sofre sempre muito."

Texto: João Sanches

Fotos: SL Benfica

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar