10 de setembro de 2019, 21h34

🎥 Muro derrubado na segunda parte

Futebol

Rúben Dias (titular), Rafa e Pizzi (suplentes utilizados) ajudaram ao triunfo de Portugal na Lituânia, no quarto jogo da equipa das Quinas na fase de apuramento para o Europeu 2020.

RESUMO DO JOGO

Após o triunfo na Sérvia, Portugal, com Rúben Dias (titular), Rafa e Pizzi (suplentes utilizados) em ação, venceu por 1-5 na Lituânia, no seu quarto jogo na fase de apuramento para o Europeu 2020.

Início forte da equipa das Quinas em solo lituano! Controlo do jogo e, na sequência de uma iniciativa de João Félix, Portugal conquistou um penálti. O ex-jogador do Benfica fez uma incursão para o interior da área e tentou cruzar para o centro. O defesa lituano cortou o esférico com um braço e o árbitro não teve dúvidas.

Na marcação do pontapé da marca de grande penalidade, aos 7', Cristiano Ronaldo não deu hipóteses (fez o 90.º golo pela equipa das Quinas). O capitão da Seleção rematou rasteiro para o lado direito e inaugurou o marcador na Lituânia: 0-1.

A equipa lituana não se deixou intimidar depois do golo português. A formação liderada por Valdas Urbonas subiu as suas linhas e tentou incomodar a baliza à guarda de Rui Patrício.

Na marcação de um pontapé de canto aos 28' a seleção da Lituânia chegou ao empate. Andriuskevicius saltou mais alto na área e conseguiu desfeitear o guardião português. O esférico ainda bateu no poste esquerdo, mas acabou mesmo por entrar: 1-1.

Inconformado, Portugal partiu de imediato para cima da baliza lituana. Cancelo (32') e João Félix (34' e 37') atiraram com intenção, mas o guarda-redes Setkus evitou o segundo golo lusitano. Pressionante e ofensivo, o conjunto orientado por Fernando Santos fez quase tudo bem... mas faltou-lhe acerto na finalização para desatar o 1-1 antes do intervalo.

A equipa das Quinas entrou na segunda parte como se impunha, ao ataque, sendo incisiva nos últimos metros e forçando remates. João Félix, aos 49', num pontapé cruzado de pé direito na área, errou o alvo por meio palmo.

Ao minuto 56, primeira alteração no lado português: Fernando Santos prescindiu de Bruno Fernandes, lançando na partida o benfiquista Rafa. No minuto seguinte, em ataque rápido quase surgia o segundo golo português, mas a bola rematada por Bernardo Silva, pela direita, encontrou pelo caminho o guarda-redes da Lituânia.

Portugal semeou na frente e colheu: aos 61', Ronaldo, descaído para a direita após passe (assistência) de Rafa, executou um remate meio enrolado e criou dificuldades ao guarda-redes Setkus, que, com a cabeça, acabou por ser o último homem a tocar na bola antes de esta entrar na baliza: 1-2.

A vantagem portuguesa cresceu aos 65': Bernardo Silva, à direita, esculpiu uma assistência perfeita para a conclusão de Ronaldo. Estava feito o 1-3.

Aos 76', mais uma assistência do "Made in Benfica" Bernardo Silva e novo golo de Ronaldo: 1-4. Os lituanos já se davam por (con)vencidos. E o capitão luso, ao minuto 80, seria rendido pelo ex-benfiquista Gonçalo Guedes.

Pizzi também participou no desafio (dos jogadores do Benfica convocados, apenas Ferro não pisou o relvado sintético lituano), ocupando a posição de Bernardo Silva aos 89'.

A equipa das Quinas manteve o campo inclinado e faturou novo golo aos 90'+2' por William Carvalho. Resultado final: 1-5. Mais um êxito para os lusos no Grupo B.

Onze de Portugal: Rui Patrício; João Cancelo, Rúben Dias, José Fonte, Guerreiro, Rúben Neves, William Carvalho, Bruno Fernandes, Bernardo Silva, João Félix e Ronaldo.

Suplentes: José Sá, Beto, Ferro, Carriço, Mário Rui, Danilo, João Moutinho, Renato Sanches, Pizzi, Rafa, Diogo Jota e Gonçalo Guedes.

Texto: Diogo Nascimento e João Sanches

Fotos: UEFA.com / Arquivo

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar