9 de outubro de 2019, 18h15

🎥 Muralha ucraniana evita vitória do Benfica

Futsal

O campeão português esteve na frente do marcador do primeiro jogo da UEFA Futsal Champions League, teve várias oportunidades, mas esbarrou nas exibições de luxo de Tsypun e Savenko, os dois guarda-redes do Kherson.

RESUMO DO JOGO

O Benfica arrancou com um empate (injusto) a uma bola frente ao Kherson, da Ucrânia, em jogo da 1.ª jornada do Grupo 2 da ronda principal de qualificação da UEFA Futsal Champions League.

No Complexo Desportivo De Bres – Halle, na Bélgica, os dois guarda-redes ucranianos brilharam e evitaram o triunfo (por goleada) benfiquista.

Os primeiros minutos mostraram ao que as equipas iam. Benfica com mais bola e com ataques longos; o Kherson a ceder a posse de bola e a tentar sair em ataques rápidos. Aos 2', Tsypun teve de evitar o golo das águias em quatro ocasiões: duas a Fernandinho e duas a Robinho.

Respondeu o Kherson aos 4'. Zvarych, isolado, a rematar à malha lateral da baliza defendida por Roncaglio; aos 6' foi a vez das águias. Drasler apareceu em boa posição, mas não conseguiu o remate. 

Aos 8', o jogo foi interrompido por problemas nas redes da baliza do Kherson. O passar dos minutos na primeira parte trouxe maior equilíbrio à quadra, com a formação ucraniana a acercar-se com mais frequência da área encarnada.

O festival Tsypun regressou aos 11', com defesas a remates de Fits e Drasler no mesmo lance. À entrada para os derradeiros minutos da primeira metade, o Benfica aumentou a pressão, subiu as linhas e os jogadores do Kherson sentiram dificuldades na construção. A figura? Tsypun! O guarda-redes dos ucranianos defendia tudo, até que...

[GOLO: 1-0] Mais um lance ofensivo e coletivo do Benfica. Robinho assistiu Fernandinho, com o camisola 18 (finalmente) a bater Tsypun (17'). 

Na frente do marcador, o Clube da Luz continuou a carregar, mas o intervalo chegou sem alterações no resultado: 1-0 para o Benfica.

Para a segunda parte, a surpresa foi a entrada de Savenko para ocupar a baliza do Kherson, depois de uma excelente exibição de Tsypun nos primeiros 20 minutos de jogo. Todavia, a toada manteve-se: mais Benfica na quadra e o conjunto ucraniano mais na expectativa e a tentar surpreender em contra-ataque.

[GOLO: 1-1] Aos 24', Zvarych fez o empate após uma reposição rápida de um lançamento de linha lateral. 

O empate injusto obrigou os comandados por Joel Rocha a aumentarem a pressão. Fits, aos 27', recuperou o esférico em zona adiantada, rematou cruzado, mas a bola saiu um tudo-nada ao lado. A entrada de Savenko veio demonstrar que o Kherson tem dois grandes guarda-redes no plantel. O camisola 19 defendeu, aos 28', os disparos de Fits e Drasler.

Com o empate no marcador, o Benfica tentou por todos os caminhos furar, mas o Campeão Nacional, invariavelmente, esbarrava na muralha ucraniana. A oportunidade mais flagrante saiu do pé direito de Roncaglio aos 38'. O guardião disparou ao poste da baliza defendida por Savenko. O Kherson não ficou atrás e aos 39', Korsun, aproveitou o adiantamento de Roncaglio e atirou à barra.

O jogo terminou 1-1 e com a divisão de pontos na ronda inaugural do Grupo 2 da ronda de qualificação da UEFA Futsal Champions League. Na próxima jornada, a 10 de outubro (quinta-feira), às 16h30, os encarnados enfrentam o Araz do Azerbaijão.

Futsal

“Jogo difícil perante adversário competitivo”

Joel Rocha, treinador da equipa de futsal do Benfica, no final do empate (1-1) com o Kherson, em conferência de Imprensa, analisou a exibição dos jogadores que lidera.

“Foi um jogo muito difícil perante um adversário muito competitivo e que esteve sempre dentro do resultado. Este resultado não nos deixa satisfeitos. Permitimos que a equipa do Kherson ficasse confortável a defender. No final do jogo, a arriscar, o Kherson podia ter chegado à vitória. Uma das belezas de um jogo de futsal é que não se sabe quem ganha antes de o jogo começar e tem de se trabalhar muito para o vencer. O Benfica não trabalhou o suficiente para ganhar, o que é também mérito do Kherson”, sublinhou o técnico.

Benfica-Kherson, 1-1

FICHA  
Pavilhão Complexo Desportivo De Bres – Halle
Cinco do Benfica Roncaglio, Chaguinha, André Coelho, Robinho e Fernandinho
Suplentes André Sousa, Afonso Jesus, Fábio Cecílio, Tiago Brito, Bruno Coelho, Rafael Henmi, Fernando Drasler e Fits
Ao intervalo 1-0
Golos do Benfica Fernandinho (17') 

Texto: Marco Rebelo

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar