26 de outubro de 2019, 17h11

Eficácia fez a diferença!

Basquetebol

Depois do clássico no norte do País, no próximo fim de semana há dérbi no Pavilhão Fidelidade.

FC Porto e SL Benfica disputaram a 4.ª jornada da Liga Placard de basquetebol, um clássico que teve como palco o Dragão Arena. Triunfo para os anfitriões: 87-79.

Após a entrada forte na FIBA Europe Cup, a equipa de basquetebol do Benfica, liderada por Carlos Lisboa, deslocou-se até ao norte do País para mais um emocionante clássico.

Pavilhão bem composto nas bancadas, duas equipas plenas de ambição e invictas até então, ingredientes reunidos para mais um grande espetáculo… e clássico é clássico!

Começou melhor o Benfica, com Micah Downs a inaugurar o marcador, assinando os dois primeiros pontos no desafio. Bom início, com as duas formações a mostrarem ao que vinham, muito equilíbrio, com o FC Porto a responder e a chegar ao final do 1.º quarto com uma vantagem curta (16-14), com as defesas a superiorizarem-se aos ataques nestes primeiros dez minutos.

Momentos iniciais do 2.º quarto com as equipas algo presas e com as defesas a manterem-se vitoriosas. O afundanço de Damian Hollis após passe açucarado de Tomás Barroso pareceu espevitar as hostes… mas a toada manteve-se. Não faltou intensidade, não faltou raça na quadra, mas foi preciso esperar pelos últimos minutos que antecederam o intervalo para observar momentos de enorme espetacularidade, com os afundanços e os triplos a surgirem!

Aumentou a velocidade, aumentou a emoção, jogou-se mais com o coração, com o FC Porto mais eficaz e a alcançar a maior vantagem até então: 42-35, ao intervalo… a perspetivar uma grande segunda parte!

Benfica-V. Guimarães

Reatar, intensidade a manter-se, com as duas formações ligadas à corrente. As águias tentaram aproximar-se através do tiro exterior, mas a redondinha teimava em não entrar, com os anfitriões a aproveitarem e a colocarem o marcador em dez pontos de diferença (48-38). A três minutos do final do 3.º quarto, com o Benfica na luta pelo resultado, decisão duvidosa da equipa de arbitragem e falta técnica assinalada a Carlos Lisboa por protestos… Contas feitas, os encarnados estiveram a quatro pontos, mas, depois de três triplos consecutivos nos instantes finais, vantagem dilatada para 72-59.

Derradeiros dez minutos com uma entrada muito forte dos azuis e brancos, que dilataram ainda mais a vantagem, perante um Benfica que nunca deitou a toalha ao chão (venceu este quarto), contudo, algo desgastado face à intensidade do jogo disputado a meio da semana e que só foi resolvido após prolongamento.

Triunfo para o FC Porto, por 87-79 (16-14, 26-21, 30-24 e 15-20), com a eficácia nos lançamentos (48% vs 43%) e nos ressaltos (40% vs 34%) a fazer diferença.

Na próxima jornada, e depois do clássico, há dérbi! SL Benfica, agora com sete pontos somados (três vitórias, uma derrota), e Sporting CP têm encontro marcado no Pavilhão Fidelidade para as contas da 5.ª ronda da LPB. Este duelo está agendado para o próximo sábado, dia 2 de novembro.

FC Porto-SL Benfica, 87-79

FICHA  
Local Dragão Arena 
Cinco do Benfica Eric Coleman, Arnette Hallman, Micah Downs, José Silva e Toure' Murry
Suplentes do Benfica Tomás Barroso, Fábio Lima, Rafael Lisboa, Gonçalo Delgado, Damian Hollis, Betinho e Gary Ghee
1.º quarto 16-14 
2.º quarto 42-35 
3.º quarto 72-59 
4.º quarto 87-79 
Marcadores dos pontos do Benfica Micah Downs (31), Toure' Murry (11), José Silva (4), Eric Coleman (8), Gary McGhee (10), Damian Hollis (2), Tomás Barroso (5), Rafael Lisboa (2), Betinho (2), Fábio Lima (1) e Arnette Hallman (3)

Texto: Sónia Antunes

Fotos: SL Benfica

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar