18 de dezembro de 2019, 20h49

🎥 Goleada para a liderança!

Hóquei em Patins

O Benfica recebeu e venceu o conjunto da Oliveirense, em jogo relativo à 10.ª jornada do Campeonato Nacional de hóquei em patins.

A equipa de hóquei em patins do Benfica, comandada por Alejandro Domínguez, goleou a Oliveirense por 8-3 em jogo referente à 10.ª jornada do Campeonato Nacional. Com este triunfo as águias ultrapassam o conjunto de Oliveira de Azeméis e alcançam a liderança. 

O jogo começou bastante animado no Pavilhão Fidelidade. Um desafio rápido com oportunidades de lado a lado e com Nicolía a ser o primeiro jogador a estar na iminência de marcar golo. Valeu a atenta intervenção de Nélson Magalhães. 

Aos 6' Lucas Ordoñez foi empurrado dentro da área e o árbitro não teve dúvidas em assinalar grande penalidade. Nicolía ficou encarregue de bater o castigo máximo e não perdoou. Um remate fortíssimo a passar por baixo do guarda-redes adversário (1-0).

Os visitantes não baixaram os braços e passado alguns minutos empataram a partida. Valter Neves fez falta e houve nova grande penalidade assinalada. Marc Torra não tremeu e conseguiu bater Pedro Henriques (1-1). 

Jogo de parada e resposta no Pavilhão Fidelidade! Valter Neves estava no sítio certo e encostou para o segundo golo das águias. O capitão encarnado aproveitou a defesa incompleta de Nélson Magalhães e voltou a colocar o Benfica na dianteira do marcador (2-1).

A velocidade colocada no rinque abrandou e o número de faltas começou a aumentar. O jogo estava mais físico, mas a superioridade continuava do lado do Clube da Luz. O árbitro assinalou uma falta a Pedro Henriques, admoestou-o com o cartão azul e Marco Barros teve de entrar para tentar defender uma grande penalidade. O guardião encarnado entrou bem e efetuou uma extraordinária defesa perante o remate de Marc Torra.

Aos 20' houve momento de magia no Pavilhão Fidelidade patrocinado por Lucas Ordoñez! O jogador argentino, especialista em livres diretos, deitou o guarda-redes da Oliveirense e atirou para o terceiro (3-1).

A um minuto do fim da primeira parte, o camisola 9 do Benfica voltou a usufruir de uma oportunidade para marcar através de outro livre direto, mas desta feita o remate bateu com estrondo no poste. Não marcou Ordoñez, marcou Gonçalo Pinto. O atleta encarnado rematou ao poste e na recarga fez o quarto golo do Benfica, o primeiro da conta pessoal e o último antes de se ouvir a buzina do pavilhão. Ao intervalo: 4-1.

A segunda parte da partida começou como terminou a primeira, ou seja, com um golo da equipa da casa. Nicolía assistiu para o bis de Ordoñez. O avançado estava bem posicionado ao 2.º poste para empurrar para o fundo das redes (5-1).

Com uma vantagem de quatro golos, os comandados de Alejandro Domínguez começaram a gerir a partida a seu bel-prazer. Os atletas estavam mais afastados, havia mais passes longos e os lances ofensivos eram mais prolongados, aproveitando todo o tempo de ataque (45 segundos) possível.

Quando tinha oportunidade, a Oliveirense tentava levar o perigo junto das redes benfiquistas e aos 41' chegou mesmo ao golo por intermédio de Vítor Pinto. Um lance confuso na área encarnada que terminou com o remate do camisola 30 do conjunto de Oliveira de Azeméis.

Momentos depois Gonçalo Pinto decidiu fazer uma obra de arte! O jogador formado no Benfica ficou encarregue de converter o livre direto e não falhou. Um picadinha para o 6-2. Grande golo!!

Os minutos finais reservaram vários golos!! Um para a Oliveirense e mais dois para o Benfica. Gonçalo Pinto foi o primeiro...

Xavier Mayordomo fez o tento para a equipa forasteira...

Edu Lamas fechou as contas e estabeleceu o resultado final em 8-3.

No jogo da próxima jornada (11.ª), que se vai realizar no dia 21 de dezembro às 17h00, o Benfica desloca-se ao terreno do CD Paço de Arcos. 

DECLARAÇÕES

Alejandro Domínguez (treinador do Benfica): "Quero felicitar a equipa pelo jogo que fez. Defensivamente estivemos muito bem e importunámos bastante o jogo ofensivo do nosso adversário. A Oliveirense não conseguia encontrar caminhos certos para a nossa baliza. Queremos criar uma equipa sólida e isso começa pelo modelo defensivo. Temos jogadores de grande qualidade."

Benfica-Oliveirense, 8-3

FICHA  
Local Pavilhão Fidelidade
Cinco do Benfica Pedro Henriques, Valter Neves, Diogo Rafael, Carlos Nicolía e Lucas Ordoñez 
Suplentes Albert Casanovas, Edu Lamas, Gonçalo Pinto, Miguel Vieira e Marco Barros
Ao intervalo 4-1
Marcadores do Benfica Gonçalo Pinto (3), Ordoñez (2), Edu Lamas (1), Valter Neves (1) e Nicolía (1)
Marcha do marcador 1-0, 1-1, 2-1, 3-1, 4-1, 5-1, 5-2, 6-2, 7-2, 7-3 e 8-3

Texto: Diogo Nascimento

Fotos: Cátia Luís / SL Benfica

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar