19 de abril de 2020, 16h34

🎥 Pauleta: "Que a força e união sirvam para voltarmos mais fortes"

Futebol feminino

Média do Benfica conta como tem acompanhado, à distância, as notícias que vão chegando de Espanha, país de onde é natural.

ENTREVISTA

Numa época sem precedentes e abruptamente cancelada devido à pandemia de COVID-19, há um troféu que permanece no Museu Benfica – Cosme Damião. De 2019/20 fica a memória de conquista da Supertaça, mas a esperança no futuro reforça as ambições da equipa de futebol feminino, que entra de férias dia 20.

Em entrevista à BTV, Pauleta, média espanhola do Benfica, conta como têm sido estas semanas de isolamento social e como tem acompanhado, à distância, as notícias que vão chegando do país natal.

Como está a ser esta fase de isolamento?

Está a ser difícil, para toda a gente está a ser um pouco diferente e complicado, mas estamos a tentar levar o melhor possível esta quarentena e a tentar mexer um pouco o corpo, manter-nos ativos.

Como é que é a rotina?

Estamos a ser sempre orientadas pelo staff, treinadores, fisiologistas, nutricionistas… Todos nos estão a dar informação para continuarmos ativas e bem fisicamente. Acordo por volta das 8h30/8h45, tomo o pequeno-almoço, descanso e começo a fazer o treino que o staff nos indica. Depois é tomar banho e a tarde, normalmente, passo a estudar. Tenho muitas coisas da faculdade para estudar, mas às vezes, pelo meio, faço uma pausa para fazer uns alongamentos para que o corpo não fique tão preso.

Futebol feminino

"COMEÇAR A ÉPOCA A GANHAR FOI MUITO IMPORTANTE"

Tem realizado treinos com bola. Os vizinhos não se queixam?

Os vizinhos têm sido espetaculares, ninguém ainda bateu à porta a reclamar. Acho que todos estão a compreender.

O que é que estuda?

Química. Agora cancelaram as aulas, são quase todas por videoconferência, e estamos a ter muitos trabalhos em casa porque há que compensar o trabalho que se faz na faculdade.

Viu-se o Campeonato cancelado num ano em que o Benfica tinha grandes objetivos, e que começou com a conquista da Supertaça. Ainda se lembra desse golo que marcou frente ao SC Braga?

Nunca vou esquecer. Foi um jogo muito bom, muito importante para nós como equipa, para o Clube e para mim pessoalmente pelo golo, mas penso que marcou a equipa. Começar a época a ganhar foi muito importante para nós. Passámos a época toda a trabalhar muito e com muita confiança no nosso trabalho.

No próximo ano vão estar mais fortes?

Sim, acho que, acima de tudo, na nossa equipa ninguém fugia a isso, toda a gente sabia que o nosso grande objetivo era o campeonato e o nosso trabalho estava a ser desenvolvido com esse objetivo – juntamente com a Taça da Liga e a Taça de Portugal –, estávamos "vivas" nas três competições, mas o campeonato era o nosso grande objetivo. Agora vemos esse objetivo ir embora, mas a nossa união e a nossa força como equipa também vão servir para isso, para voltarmos mais fortes no próximo ano e com o objetivo sempre na cabeça: ganhar o campeonato.

O Benfica antecipou-se ao Governo nas medidas preventivas... 

Mesmo o Governo agiu muito rápido e isso foi determinante para que cá, em Portugal, os casos não aumentassem tanto. O Benfica, mesmo quando isto ainda não tinha chegado cá, já nos estava a dar todas as informações possíveis para, mesmo estando a treinar e a conviver, termos todas as precauções. Quando viram que isto seria perigoso, mandaram-nos logo para casa e colocaram sempre tudo ao nosso dispor. Nós, jogadoras, temos de ser muito gratas.

Golo do Benfica

"QUE PARA O ANO ESTEJAMOS MAIS UNIDOS QUE NUNCA"

Como estão as coisas na Galiza?

Está um pouco mais controlado. Espanha é muito grande e há zonas que estão muito mal, mas a Galiza, por sorte, está a ter menos casos e menos mortos. De qualquer forma, está a ser duro para todos e está a evoluir um pouco melhor, mas ainda não acabou. É preciso dar força a todos os que estão em Espanha, estão a ser momentos duros, mas com força e união vamos todos ultrapassar.

O que retira desta pandemia, deste confinamento?

Às vezes não apreciamos ou não damos valor às pequenas coisas e queremos sempre viajar para longe e não damos valor a sair à rua, ir ao parque em frente a casa, passear, tomar café com os amigos… Com isto, começámos a pensar e a valorizar mais as pequenas coisas, um abraço por exemplo… É importante sabermos que temos de valorizar mais essas pequenas coisas quando tudo voltar à normalidade.

Qual é a primeira coisa que vai fazer quando a situação normalizar?

Eu acho que é ir a Monsanto passear, deitar-me na relva e apanhar um pouco de sol. O meu corpo também está a precisar de olhar, cheirar e ouvir o mar. Tenho muitas saudades...

Para finalizar, quer deixar uma mensagem aos adeptos do Benfica?

Quero, para já, agradecer todas as mensagens que me estão a enviar e dizer que já na época passada estávamos unidos, nesta estamos unidos, na quarentena estamos unidos... Que para o ano estejamos mais unidos que nunca para conseguirmos os nossos objetivos e o mais cedo possível estarmos todos juntos outra vez.

Fotos: SL Benfica

PATROCINADORES MODALIDADES


Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar