15 de junho de 2020, 09h38

🎥 Diana Durães: “Um atleta não se faz só de treino”

Natação

Após três meses sem treinar dentro de água, a nadadora do Benfica expressou a sua vontade de voltar a competir.

ENTREVISTA

A Natação do Benfica regressou aos treinos ao fim de três meses, no pós-pandemia de COVID-19. À BTV, Diana Durães contou como viveu a fase de confinamento e falou de como as competições fazem falta aos atletas.

Sabor agridoce de estar em casa

"Não foi um período fácil. Ao início, a primeira e segunda semanas até me souberam bem, porque fui para a minha casa, no Norte, e já não estava com a minha família mais de duas semanas seguidas há dez anos. Ou seja, no início foi bom porque pude aproveitar o tempo com a minha família, mas ao longo das semanas as coisas foram ficando mais difíceis porque parecia que não tinham fim. Eu só queria voltar ao Jamor e poder treinar com a minha equipa."

Diana Durães

"Eu só queria voltar a treinar com a minha equipa"

Clube sempre pronto para ajudar

"Fomos sempre muito apoiados pelo Benfica, porque nesta fase o Clube estava a tentar proteger os seus atletas. Estiveram sempre preocupados, a ligar para perguntar se estava tudo bem, se tínhamos sintomas, qualquer coisa mínima que pudesse estar relacionada com este vírus, estiveram sempre prontos para ajudar."

Ida a Tóquio adiada…

"Acho que o adiamento dos Jogos Olímpicos para 2021 foi justo. Muitos atletas conseguiram continuar com os treinos, outros tiveram de se adaptar e outros não conseguiram treinar totalmente, então acho que não seria justo a realização dos Jogos ainda este ano, pelo que foi a decisão mais acertada. Claro que custou, porque trabalhei estes anos todos, sempre ultrapassei obstáculos muito duros. No momento em que consegui alcançar o mínimo para os Jogos, lesionei-me e tive dois meses a nadar só com um braço, tudo para chegar a este ano, aos Jogos Olímpicos, no meu melhor nível, e depois de ter feito essa superação acontecer isto... custou um pouco."

Natação

"Fomos sempre muito apoiados pelo Benfica"

Treinar sem competir

"Agora de regresso aos treinos, olho para o futuro e vejo que a única prova que temos em calendário, para já, são os Jogos Olímpicos em 2021. Não sei se iremos ter mais competições até lá e é difícil estar a treinar e não ver competições no futuro. Porque um atleta não se faz só de treino, é muito importante termos o feeling da competição, podermos competir com outros atletas, ver como é que eles estão. É muito relevante para a carreira de um atleta de alta competição. É importante que brevemente voltemos a ter mais competições."

Texto: Márcia Dores

Fotos: Cátia Luís / SL Benfica

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar