20 de junho de 2020, 11h00

"Conversas em Casas": evolução, necessidades e desafios do futsal feminino

Futsal Feminino

Guarda-redes do Benfica e uma das melhores do mundo, Ana Catarina debateu a modalidade com quatro atletas das Casas do Benfica – Gabriela (Mortágua), Márcia Daniela (Leiria) e Madalena e Kathleen (Pombal).

"CONVERSAS EM CASAS"

Ana Catarina é, para muitos, uma referência do futsal feminino, "não só pela sua qualidade como pelos títulos que alcançou". No primeiro "Conversas em Casas" – com estreia na BTV –, a guarda-redes do Benfica participou numa tertúlia com quatro fãs que sonham seguir-lhe os passos.

À conversa com quatro atletas das Casas do Benfica – Gabriela (Mortágua), Márcia Daniela (Leiria) e Madalena e Kathleen (Pombal) –, uma das peças fundamentais na hegemonia do Clube no panorama nacional da modalidade, Ana Catarina, deixou lamentos à falta de competitividade no Campeonato Nacional de Juniores.

"O Campeonato Nacional de Juniores é um problema grave que temos porque as miúdas, muitas vezes, não têm tanta competitividade nas juniores e sobem logo para as seniores. Com 16/17 anos já estão a jogar nas Seniores e não vão evoluir praticamente nada. Estão dos 16 aos 26 anos a jogar sempre com o mesmo nível competitivo, não têm como evoluir. Se calhar evoluem no primeiro ou segundo ano e depois já não evoluem mais. Por exemplo, nas Sub-19 espanholas, aquelas que foram aos Jogos Olímpicos, duvido que haja muitas a jogar no campeonato de seniores. Com as nossas Sub-19 acontece exatamente o contrário, só as guarda-redes é que jogaram nas juniores, as outras oito jogam todas nas seniores. Que competitividade é que se pode ter?", questionou a internacional portuguesa.

ana-catarina-entrevista-futsal-1-new_thumbnail

"TENTAR SER A MINHA MELHOR VERSÃO"

Perante quatro jovens que lhe querem seguir as pisadas, Ana Catarina, eleita a melhor guarda-redes do mundo em 2018, aconselha "dar o melhor em cada treino e em cada jogo".

"Se querem ser profissionais de futsal feminino, não é em Portugal com certeza. Apesar deste contexto, têm de ter a ambição de serem as melhores. De dia para dia, serem melhores. É essa a ambição que eu tenho também. Se quiser ser profissional desta modalidade, tenho de sair do País, por isso eu quero tentar ser a melhor. Não dá para viver do futsal, mas não é por isso que eu vou deixar de dar o melhor em cada treino e em cada jogo. Tentar ser a minha melhor versão…", disse, revelando ainda os objetivos que, aos 27 anos, ainda a acompanham. 

"Eu gostava muito, mas jogar uns Jogos Olímpicos é impossível, acho que já vai ser impossível para mim. Ainda tenho, mais ou menos, o sonho de jogar o Mundial da FIFA, mas eu costumo dizer que, se eu não conseguir, vou fazer de tudo para que elas possam conseguir. Acho que esse deve ser também o pensamento de cada uma de nós", salientou a jogadora encarnada.

Ana Catarina

Para o sucesso e continuidade da modalidade, Ana Catarina destacou o importante papel das Casas do Benfica.

"Independentemente de ser Casa do Benfica ou não, qualquer pessoa/empresa que crie um clube de futsal feminino, e que proporcione as condições às suas atletas, ajuda, sem dúvida alguma, no futuro da modalidade. O próprio Benfica, ao criar todos os escalões de futsal feminino, o Sporting, a Quinta dos Lombos, clubes grandes não desistirem da modalidade e continuarem a criar mais escalões é uma grande ajuda", reforçou a guarda-redes.

Futsal feminino dinamizado pelas Casas

Futsal Feminino Casa Benfica Leiria

CASA BENFICA LEIRIA 

  • Futsal com cerca de 90 atletas em todos os escalões
  • Sénior feminino: 16 atletas
  • Campeã Feminina Distrital 2019
  • Taça de Distrito Futsal Feminino 2019

Futsal Feminino Casa Benfica Mortágua

CASA BENFICA MORTÁGUA

  • Futsal feminino com 70 atletas
  • Campeãs Distritais Juniores A 2019/20
  • Vencedor da Supertaça AF Viseu Sénior 2018/19
  • Vencedor da Taça Fair Play AF Viseu Sénior 2018/19
  • Campeões Distritais Juniores A 2018/19
  • Vencedor da Taça Fair Play AF Viseu Sénior 2019/20

Futsal Feminino Casa Benfica Pombal

CASA BENFICA POMBAL

  • Futsal e capoeira com 30 atletas
  • Futsal feminino com 22 atletas
  • Campeões Distritais 2011/12 em futsal masculino

Texto: Filipa Fernandes Garcia

Fotos: SL Benfica e Arquivo

PATROCINADORES MODALIDADES


Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar