Hóquei em Patins Feminino

11 março 2021, 10h08

Maca Ramos

Numa jornada em atraso, SL Benfica e Sporting medem forças neste domingo (20h00) no Pavilhão João Rocha. As encarnadas estão na segunda posição do Grupo 1 do Campeonato Nacional, com menos três pontos do que as leoas, mas também menos um jogo.

Com orgulho ferido após a derrota na Luz diante do Sporting (2-4) na 1.ª fase que colocou fim a uma série de cerca de nove temporadas sem derrotas a nível interno, a equipa orientada por Paulo Almeida faz uma curta viagem até ao João Rocha para tentar alcançar o topo da tabela classificativa, tendo em Maca Ramos uma das armas para atacar a baliza leonina neste dérbi da 3.ª jornada da 2.ª fase do Campeonato.

"Olhamos sempre jogo a jogo. Nesta semana temos um dérbi, são apenas três pontos, mas tem aquele extra de motivação. Estamos preparadas, e termos perdido contra o Sporting na primeira fase fez com que conseguíssemos identificar alguns erros e aprender mais para conseguir ser melhor enquanto equipa", começou por referir a hoquista.

Em declarações ao programa "Sport Lisboa e Modalidades", da BTV, a internacional chilena salientou as dificuldades que esperam encontrar, mas considera que o grupo já encontrou a receita para ultrapassá-las.

Maca Ramos

"Um jogo com o Sporting é sempre difícil. Este também será, vai ser no pavilhão delas, vão querer ganhar, mas nós vamos sempre com a mesma vontade de somar os três pontos, com a mesma vontade e motivação. Além de ganhar e chegar o mais longe possível, porque é pelo Benfica, é crescer hoquisticamente. Desde que perdemos até agora houve uma mudança muito grande na equipa, pela positiva. Tanto equipa técnica como jogadoras e seccionistas, estamos todos a olhar para a frente com o mesmo objetivo", vincou.

"Estamos todos a olhar para a frente com o mesmo objetivo"

Uma das atletas com mais experiência de águia ao peito nesta equipa, Maca Ramos fez mesmo uma confissão em relação à presente temporada.

"Neste ano não importa quem marca, importa é o Benfica marcar. Se uma cai, todas vão levantá-la; se uma fica triste, todas vão apoiá-la. Estamos com um nível de companheirismo mesmo muito alto e atrevo-me a dizer que, em cinco temporadas que estou no Benfica, é o melhor balneário em que já estive. Isso reflete-se nos treinos, nos jogos, nas viagens", assegurou.

Fotos: Arquivo / SL Benfica
Última atualização: 11 de março de 2021

Patrocinadores Hóquei


Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar