Casas Benfica

16 abril 2021, 10h00

"Pelas Casas do Benfica" em modo virtual

REPORTAGEM BTV

O programa da BTV "Pelas Casas do Benfica" foi nesta semana ao encontro, ainda em modo virtual, dos espaços encarnados em São Brás de Alportel, Fundão e Avis, para perceber como decorreu a fase de reabertura das esplanadas.

A Casa Benfica São Brás de Alportel (250 Sócios) abriu as portas em dia de jogo do Glorioso (5 de abril) no Estádio da Luz.

"Levámos três meses praticamente confinados e podermos ter aberto a esplanada no dia 5 de abril acabou por criar novamente a rotina de vir à Casa. Conseguimos ver o jogo do Benfica [frente ao Marítimo] na esplanada. Tivemos a esplanada cheia, dentro das normas que são pedidas... Mesas de quatro pessoas, com espaçamento, tivemos cerca de 30 pessoas", contou o presidente, Rui Caetano, enaltecendo a satisfação que é ver um jogo entre amigos numa esplanada.

Casas Benfica

"A emoção é outra, a forma de sentir o jogo também, a alegria de reabrirmos as portas da Casa e ver que isto poderá estar a voltar à normalidade também nos deixa bastante contentes, mas temos de ir com calma", vincou.

Rui Caetano referiu ainda o horário de funcionamento da Casa n.º 209 e os petiscos que costumam servir: "Neste momento estamos a abrir das 13h00 às 22h00, apenas com serviço de esplanada. Temos a parte da restauração a funcionar. Servimos maioritariamente snacks mais rápidos, como bifanas, hambúrgueres, pregos, e depois iremos ter o caracol, como é habitual."

Casas Benfica

Sofia Carvalho, responsável pelo bar e restauração da embaixada algarvia, confessou a felicidade que sente por voltar a trabalhar.

"Já tinha muitas saudades de servir os benfiquistas. Eu sou fanática por isto... Gosto muito de trabalhar aqui, não percebo muito de futebol, mas vou aprendendo. Todas as pessoas que vêm aqui são muito simpáticas, é tudo muito divertido", afirmou.

Casas Benfica

A esplanada da Casa Benfica Fundão também já está a funcionar, e o presidente Bruno Robalo contou como tem sido a reabertura do espaço.

"As coisas estão bem melhores. A nossa Casa tem um cariz muito social, temos Sócios já com muita idade e o nosso espaço é como se fosse uma casa de apoio a essas pessoas... Até foi caricato, porque eu passei várias vezes à porta da Casa quando ainda estava fechada e mesmo assim os Sócios estavam aqui, continuaram de pé firme", enalteceu.

"Tivemos uma grande massa que aderiu em força, tivemos gente à espera de lugar para se sentar. Não foi fácil incutir as regras que têm de ser cumpridas, mas correu bem. Foi uma abertura em grande e agora é manter", acrescentou o presidente.

Casas Benfica

O espaço n.º 109 do Benfica tem atualmente cerca de 486 Sócios. Bruno Robalo enalteceu o crescimento da Casa ao longo dos anos e falou dos projetos que tem para o futuro.

"Há cerca de três anos, quando abrimos, tínhamos uma média de 25 sócios pagantes, mas hoje em dia estamos a chegar aos 500, ou seja, tivemos um crescimento brutal. Temos a missão de continuar a força do benfiquismo nesta cidade", considerou.

"Estamos, espero eu, até ao final do ano, num projeto onde vamos mudar de instalações para uma Casa à grande, à Benfica, toda a gente merece", vincou.

Casas Benfica

Para Albertina Silva, empregada de balcão da Casa Benfica Fundão, foi uma felicidade enorme poder voltar a servir os benfiquistas: "Foi muito bom voltar. Estarmos fechados foi muito complicado, nós gostamos de trabalhar, gostamos da Casa, dos Sócios e sentimos falta disso. A primeira coisa que servi foi café, estava tudo com saudades do café à Benfica."

Casas Benfica

Também a Casa Benfica Avis, presidida por Mário Velez, já tem à disposição a sua esplanada.

"Estava tudo desejoso de vir à esplanada da Casa Benfica. As pessoas têm vindo a pouco e pouco. Estamos abertos das 8h00 às 22h30. Temos uma esplanada coberta com uma televisão, que dá para os Sócios virem ver os jogos do Benfica", contou.

Casas Benfica

Dália Raquete, elemento da direção de eventos da Casa Benfica Avis, falou sobre as aulas de dança, que atualmente estão paradas, mas que espera que regressem em breve...

"As danças ficaram em stand by mais uma vez, mas esperemos que a partir do dia 3 de maio, quando está previsto as modalidades desportivas retomarem, nós possamos voltar a ensaiar. Estão sempre a perguntar quando é que voltamos, mas não está fácil", comentou.

Texto: Márcia Dores
Fotos: SL Benfica
Última atualização: 16 de abril de 2021

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar