Futebol feminino

18 abril 2021, 20h00

Nycole a festejar

RESUMO DO JOGO

Dois tiros certeiros de Nycole no Estádio 1.º de Maio deram a vitória à equipa feminina do Benfica diante do SC Braga (1-2), em jogo da 10.ª jornada da fase de apuramento de campeão da Liga BPI.

No Minho, o Benfica entrou pressionante sobre a bola, sem deixar o SC Braga construir e, logo aos 3', teve soberana oportunidade de golo através de um livre direto à entrada da área, mas Carole Costa, na marcação, chutou por cima. As da casa responderam aos 10'. Perda de bola do Benfica, Myra Delgadillo recuperou, cruzou da ala direita e Ana Teles, acabada de entrar para o lugar da lesionada Hannah Keane, a atirar ao lado à boca da baliza. 

A partir daqui, as equipas encaixaram muito uma na outra, houve muita luta a meio-campo, com o esférico a andar longe das áreas. A exceção foi aos 31', de novo através de um livre direto, com Pauleta a obrigar Lu Pinheiro a grande estirada. Minutos depois, aos 38', foi Cloé Lacasse a ficar a centímetros do golo com um remate cruzado, após passe de Kika Nazareth. Apesar de as águias somarem mais oportunidades, ao intervalo o resultado assinalava 0-0.

O Benfica continuou acutilante no arranque da segunda parte, com Andreia Faria, aos 46', num disparo à entrada da área, a testar a atenção de Lu Pinheiro. A média estava endiabrada e, aos 50', num cruzamento-remate tirado da direita, quase surpreendeu a guarda-redes do SC Braga. As encarnadas estavam melhor, mas foram as minhotas a inaugurar o marcador. Aos 57', a árbitra Filipa Cunha assinalou grande penalidade por falta de Beatriz Cameirão sobre Jermaine. Na marca dos 11 metros, Andreia Norton bateu Letícia e fez o 1-0, aos 59'. 

Lucia Alves

Aos 63', foi a vez de o Benfica ter direito a uma grande penalidade, por derrube da Nágela sobre Beatriz Cameirão. Nycole não tremeu no frente a frente com Lu Pinheiro e empatou a contenda (1-1), aos 64'. Bola ao centro e novo ataque das comandadas por Filipa Patão, com Cloé Lacasse, na área, a rematar para boa intervenção de Lu Pinheiro (66'). O jogo estava vivo e, aos 68', um remate de Andreia Norton cheio de intenção parou nas malhas laterais da baliza de Letícia. 

Aos 70', Filipa Patão fez entrar Christy Ucheibe e a média teve logo influência no resultado. Segundos depois, rematou forte, Lu Pinheiro sacudiu, mas Nycole, lesta a reagir, na recarga, consumou a reviravolta (1-2), aos 71'. No minuto seguinte, Jermaine apareceu em boa posição na área encarnada e só não deu golo porque Letícia evitou males maiores. Se a posição do SC Braga no jogo já não era fácil, pior ficou aos 82' quando Myra Delgadillo viu cartão vermelho direto após agredir Sílvia Rebelo. Até final, o resultado de 1-2 para o Benfica não mais se alterou.

Com este triunfo as águias passam a somar 24 pontos, e na quarta-feira, no Benfica Campus, voltam a medir forças com o SC Braga.

Filipa Patão

DECLARAÇÕES

Filipa Patão (treinadora do Benfica): "Em primeiro lugar dar os parabéns a ambas as equipas. A seguir, assinalar que não é qualquer equipa que vem ao Estádio 1.º de Maio e consegue vencer 1-2 após estar a perder 1-0, e com o futebol que nós mostrámos. É uma equipa jovem e que tem de se conseguir controlar com o jogo e com determinadas situações. É normal, é natural, mas têm qualidade para o fazer e é isso que vamos tentar melhorá-las, para que controlem melhor os momentos do jogo. Todos os jogos são diferentes. O SC Braga muda e transforma-se muito bem. Conseguimos ter qualidade com bola, mesmo sob pressão saímos [para o ataque] com qualidade, conseguimos criar dificuldades ao SC Braga, mas não nos podemos desequilibrar tantas vezes na transição defensiva. Hoje é um dia especial para o nosso Clube pela conquista do tetracampeonato pela equipa feminina de futsal. Fantástico. Estão todas de parabéns, foi mais um à Benfica!"

Letícia (guarda-redes do Benfica): "É uma vitória importante para continuarmos a nossa caminhada até ao título. Jogámos com uma equipa muito forte, na quarta-feira há outro jogo [frente ao SC Braga]. O mais importante são os três pontos, a nossa união e a forma como nos comportámos para virar o resultado. As duas equipas são muito fortes e os jogos são resolvidos no detalhe. São jogos que queremos jogar. Conseguimos ser melhores hoje [domingo] e temos de voltar a sê-lo na quarta-feira."

foto

SC Braga-Benfica
1-2
Estádio 1.º de Maio
Onze do Benfica
Letícia; Catarina Amado, Sílvia Rebelo, Carole Costa, Lúcia Alves (Matilde Fidalgo, 90'+3'); Andreia Faria, Pauleta (Christy Ucheibe, 70'), Beatriz Cameirão; Cloé Lacasse, Nycole (Marta Cintra, 90'+2') e Kika Nazareth
Suplentes
Catarina Vilão, Matilde Fidalgo (90'+3'), Christy Ucheibe (70'), Mariana Alves, Deise Timas, Marta Cintra (90'+2') e Jolina
Ao intervalo 0-0
Golos do Benfica
Nycole (64', gp e 71') 

 

Texto: Marco Rebelo
Fotos: SL Benfica
Última atualização: 18 de abril de 2021

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar