Futsal

21 novembro 2021, 22h02

Chishkala

RESUMO DO JOGO

A equipa de futsal do Benfica perdeu na noite deste domingo, 21 de novembro, no Pavilhão João Rocha, diante do Sporting por 5-2, em jogo da 9.ª jornada da fase regular da Liga Placard.

Intensidade máxima na quadra e cada bola disputada ao limite. É o dérbi dos dérbis! Primeiros cinco minutos sem golos, mas com vários lances de bola parada, fruto das três faltas para as águias e uma para os verdes e brancos. No mesmo período, registo para o tiro de Roncaglio do meio da rua para defesa de Guitta (2'), para o remate de Merlim que passou perto do travessão da baliza encarnada (4') e para o livre direto de Robinho para grande intervenção de Guitta (5').

Jogo ligado à corrente no João Rocha, com bola cá, bola lá. Aos 7', Miguel Ângelo rematou cruzado, com o esférico a passar a centímetros do poste da baliza do Benfica. No minuto seguinte, aos 8', Robinho esgueirou-se pelo corredor central e disparou para Guitta sacudir. Aos 10', os encarnados ficaram tapados com 5 faltas e o jogo ficou diferente, com menos aproximações às balizas.

Aos 13', uma vez mais, o Sporting perto do golo. Trabalho de Merlim, fletiu para dentro e rematou para defesa de Roncaglio. Aos 15', Rômulo recuperou o esférico, saiu em transição, ultrapassou o opositor direto e testou a atenção de Guitta. Aos 17', a equipa de arbitragem expulsou Pauleta por agressão a Tayebi sem bola, e os leões a ficarem tapados também com 5 faltas.

Foi com o Benfica em 4x3 que (se) chegou ao golo, através do autogolo de Miguel Ângelo, aos 17'. Era o 0-1 em Alvalade! A perder, o Sporting reagiu, mas Roncaglio estava gigante entre os postes. Aos 18', livre de 10 metros para os da casa e Cardinal a atirar para o 1-1. Bola ao centro, Chishkala "inventou" uma jogada de luxo e Jacaré, à boca da baliza, a fazer o 1-2. Antes do intervalo, Cavinato disparou para grande intervenção de Roncaglio. Final de primeira parte imprópria para cardíacos, que chegou ao fim com o Benfica a vencer, por 1-2.

RESUMO DA 1.ª PARTE

A segunda parte a começar com maior fase de estudo. Sporting, a perder, a exercer maior pressão sobre a bola; o Benfica, no comando do marcador, mais na expectativa. Roncaglio foi o primeiro guarda-redes a ter uma intervenção digna desse nome, aos 23', após um forte disparo de Merlim. Da ameaça ao golo distam três minutos... Aos 26', o camisola 29 ultrapassou Chishkala e atirou colocado para o 2-2.

O empate trouxe, de novo, animação ao dérbi. Aos 28', Robinho, com tudo para fazer o golo, atirou para fora quando só tinha Guitta pela frente. No seguimento, Tomás Paçó, em contra-ataque, descobriu Miguel Ângelo sozinho, mas este rematou para fora no frente a frente com Roncaglio. Aos 32', Rômulo carregou Cardinal, viu o 2.º cartão amarelo e o consequente vermelho. Era a vez de o Sporting atuar em 4x3... Poucos segundos depois, Caio Ruiz fez o 3-2 no João Rocha.

No minuto seguinte, aos 33', o Sporting aumentou a contagem para 4-2. Merlim recuperou a bola na linha final (em falta pelas costas, mas os árbitros nada assinalaram...) e assistiu Waltinho para o golo. Em desvantagem, as águias aumentaram a pressão, e o Sporting a jogar à largura e à profundidade para sair a jogar. Para os derradeiros cinco minutos, o Benfica alinhou em 5x4...

O Benfica tentou por todas as formas reduzir e, aos 37', Chishkala viu a barra negar-lhe o golo. Aos 38', Guitta lançou Merlim em contra-ataque e este aproveitou o facto de Roncaglio não ter tido tempo para entrar na quadra e fez o 5-2, resultado que se manteve até ao apito final.

O Benfica segue com 21 pontos na classificação e na próxima ronda, a 10.ª, recebe a equipa do Nun'Álvares.

Pulpis

DECLARAÇÕES

Pulpis (treinador do Benfica): "Não fomos capazes de manter a vantagem. Foi um jogo muito equilibrado, como seria de prever. Muito intenso, como são sempre os dérbis. Os detalhes decidiram e no final acabou por ser um castigo para o que fizemos aqui. Este 5-2 não reflete o que se passou na quadra. É o primeiro dérbi, vai haver mais, mas era bom ganhar para nos dar confiança. Na próxima semana, depois do Nun'Álvares, temos a Champions. Era importante fazer um bom jogo e ganhar. Não foi possível, mas vamo-nos levantar e lutar."

Afonso Jesus (fixo do Benfica): "Acima de tudo quero agradecer aos nossos adeptos, que estiveram cá e foram impecáveis. Dar uma palavra à nossa equipa, que foi incansável, que deu tudo o que podia e não podia. Controlámos, fizemos, respeitámos o adversário e o nosso processo, mas não vale tudo para ganhar, há faltas que têm de ser assinaladas. Não me refiro ao Sporting, porque foi um dérbi muito bem disputado. É o melhor dérbi do mundo, então tem de ser em todas as frentes, na quadra, na equipa de arbitragem… Damos tudo e vamos trabalhar, porque somos o Benfica, e vamos estar aqui, no próximo dérbi, para dar a cara."

Equipa de futsal do Benfica

Sporting-Benfica
5-2
Pavilhão João Rocha
Cinco inicial do Benfica
Roncaglio, Nilson, Robinho, Chishkala e Jacaré
Suplentes
André Sousa, Martim Figueira, Rômulo, Afonso Jesus, Henmi, Tayebi, Bruno Cintra e Carlinhos
Ao intervalo 1-2
Marcadores do Benfica
Miguel Ângelo (17' pb) e Jacaré (19')

Texto: Marco Rebelo
Fotos: Cátia Luís / SL Benfica
Última atualização: 22 de novembro de 2021

Patrocinadores Futsal


Relacionadas

Futebol feminino

Mais do que 90 minutos: atrás de um sonho!

Tal como o sonho comanda a vida, a equipa feminina de futebol do Sport Lisboa e Benfica ainda luta pela passagem aos quartos de final da Liga dos Campeões, mesmo que o próximo adversário na 5.ª jornada do grupo D seja o Lyon, líder do ranking europeu de clubes, nesta quinta-feira, 9 de dezembro, às 20h00, no Benfica Campus. Os bastidores das rotinas e os passos mais recentes da inédita caminha europeia, no jogo frente ao BK Häcken, estão na reportagem a emitir pela BTV nesta terça-feira, 7 de dezembro, às 22h30.

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar