Hóquei em Patins Feminino

25 junho 2022, 21h25

Festejos do Benfica

RESUMO DO JOGO

Campeonato Nacional
Final do play-off
(jogo 2)
Resultado final
INT: 1-2
Benfica 3
Sporting 2
Marcadoras
Cata Flores 22'
Cata Flores 32'
Marlene Sousa 42'
Sofia Moncóvio 7' 
Sofia Moncóvio 19'

Histórico! A equipa feminina de hóquei em patins do Benfica sagrou-se Eneacampeã Nacional neste sábado, 25 de junho, com o nono título consecutivo conquistado, ao vencer o Sporting por 3-2 no jogo 2 da final do play-off do Campeonato Nacional.

À distância de uma vitória de erguer o troféu nacional, depois do triunfo por 2-3 no Pavilhão João Rocha, a equipa feminina de hóquei em patins do Benfica entrou no dérbi decidida a fazer história perante os Benfiquistas e o Presidente Rui Costa, presente na bancada do Pavilhão Fidelidade. Do outro lado, uma formação leonina ressacada da derrota e pronta a igualar a eliminatória.

Hóquei feminino Benfica

E foram mesmo as leoas que se adiantaram no dérbi. Após momentos ofensivos de parte a parte, sem perigo para as balizas de Maria Vieira e Cláudia Vicente, Sofia Moncóvio colocou o Sporting na frente, ao sétimo minuto de jogo.

A partir daqui, o treinador Paulo Almeida mexeu várias vezes no xadrez encarnado, na tentativa de alterar a dinâmica da partida. O jogo seguiu com domínio do Sporting, mais pressionante, a colecionar vários remates de meia distância e a sair em transição com facilidade. O Benfica mantinha o jogo mais aberto e permitia que a formação leonina trocasse a bola e subisse na quadra.

Aos 17', as águias tiveram uma das mais flagrantes oportunidades da primeira parte. Marlene Sousa rematou forte, mas a bola saiu por cima da baliza de Cláudia Vicente. Do outro lado, a resposta teve assinatura de Margarida Florêncio, para grande defesa de Maria Vieira.

Hóquei feminino Benfica

Numa jogada de contra-ataque conduzida por Ana Catarina Ferreira, Sofia Moncóvio bisou na partida (19') e ampliou a vantagem do Sporting para 0-2. Volvidos três minutos, uma falta da marcadora sportinguista sobre Maria Sofia Silva resultou num livre direto. Na execução, Cata Flores reduziu para 1-2, resultado que se estendeu até ao intervalo.

É certo que o Benfica perdia à entrada do segundo tempo de jogo, mas, aqui, as águias partiram para a remontada e em busca do desejado troféu!

À passagem da meia hora de jogo, Beatriz Figueiredo teve no seu stick uma ocasião flagrante, para grande defesa da guardiã leonina. As encarnadas criavam, mas sem pontaria na hora de finalizar. Dois minutos depois, houve pontaria, um bis e o empate! Cata Flores, com um remate a meia altura, fez o 2-2 e deu ao Benfica a oportunidade de tirar partido da igualdade. Tudo em aberto!

Hóquei feminino Benfica

Aos 31', Cata Flores executou um livre direto, mas manobrou demasiado a bola, permitindo a defesa à guarda-redes sportinguista. Os minutos seguintes foram recheados de remates de baliza a baliza, nomeadamente aos 35', por Cata Flores, e aos 39', por Marlene Sousa, que atirou à trave. Do lado do Sporting, Ana Catarina Ferreira esteve perto de desempatar, não tivesse Raquel Santos impedido o golo verde e branco.

Faltavam oito minutos para o final do tempo regulamentar quando no Pavilhão Fidelidade se festejou como se da vitória final se tratasse. Assistida por Cata Flores, Marlene Sousa, pelo canto direito da baliza de Cláudia Vicente, tocou para o 3-2. A Luz vibrou, saltou e cantou "o Benfica é campeão"!

Hóquei feminino Benfica

Até soar a buzina, o resultado não mexeu e a vitória por 3-2 no jogo 2 da final do play-off do Campeonato Nacional frente ao Sporting permitiu ao Benfica sagrar-se Eneacampeão Nacional, com o nono título conquistado consecutivamente. Histórico!

As comandadas por Paulo Almeida iniciaram a época com o 1.º lugar na Série Sul da 1.ª fase do Campeonato Nacional, com sete vitórias e um empate averbados (22 pontos). Na 2.ª fase, novamente um 1.º lugar, com 13 vitórias e um empate (40 pontos). Já nos play-offs, as encarnadas deixaram pelo caminho o Stuart Massamá nos quartos de final e o CACO nas meias-finais. Na grande final, duas vitórias sobre o Sporting permitiram ao Benfica erguer o troféu!

Hóquei feminino Benfica

DECLARAÇÕES

Paulo Almeida (treinador do Benfica): "Não tenho palavras para descrever o que esta equipa tem feito pelo Benfica e pela modalidade. Em nove anos de existência, nove Campeonatos, não é para qualquer equipa. Parabéns às minhas jogadoras, trabalham muito, e isto é o Benfica. O trabalho é todo delas, nós só ajudamos. Digo-lhes sempre 'amanhã ser melhor do que hoje'. Agradecer também à família. A minha equipa não vai deixar de ganhar."

Hóquei feminino Benfica

Marlene Sousa (capitã do Benfica): "Sentimento de felicidade e história. Isto é o verdadeiro significado de Mística. Quando se fala de Mística no Benfica, fala-se nisto. É um orgulho tremendo. Esta equipa já não vive só de vitórias, mas de recordes e história. Hoje foi um dia histórico. Obrigada a todos. O Benfica é um mundo. Hoje entrei neste pavilhão e fiquei arrepiada."

Cata Flores (universal, autora de dois golos neste jogo): "É inexplicável. Jogar neste pavilhão com estas pessoas é surreal. Queríamos muito e conseguimos. É um dia especial, somos uma equipa de muita qualidade, muito unida, marquei dois golos, mas a equipa é toda incrível."

Hóquei feminino Benfica

Maria Vieira (guarda-redes): "O Benfica entrou muito ansioso. Queríamos muito ganhar. Quero agradecer a esta moldura fantástica, com uma palavra especial à equipa feminina de futsal, que esteve aqui a apoiar. São nove Campeonatos seguidos. Se no ano passado disse que o feminino fez história, neste ano ainda mais: campeões no hóquei, no basquetebol, no futsal e no andebol e o voleibol esteve na luta pelo título. Quero agradecer ao Benfica, ao Presidente Rui Costa, ao vice-presidente Fernando Tavares e à minha família."

Raquel Santos (avançada): "Não tenho palavras. É o meu primeiro Campeonato. Fizemos história mais uma vez. O jogo foi sofrido, merecíamos a vitória, trabalhámos durante dez meses para isto. Nós, a equipa, ambicionamos sempre ganhar mais. O Benfica só sabe ganhar."

Hóquei feminino Benfica

Maria Sofia Silva (avançada): "Todos os títulos com esta camisola são especiais. É um orgulho ter a casa cheia, é mais um título para o Benfica e para os adeptos. A equipa trabalha muito. Isto é o finalizar de uma época longa."

Inês Severino (defesa): "Um agradecimento especial a estes adeptos incríveis. Lutámos dez meses por isto, é incrível! É o meu segundo título de Campeonato, espero ganhar mais e conquistar sempre mais."

Beatriz Figueiredo (avançada): "Foi um jogo bom para as duas equipas, sofrido até ao último minuto. Foi incrível este público. Os adeptos foram fundamentais para dar a volta."

Hóquei feminino Benfica

Benfica-Sporting
3-2
Pavilhão Fidelidade
Cinco inicial do Benfica
Maria Vieira, Beatriz Figueiredo, Raquel Santos, Marlene Sousa e Maria Sofia Silva
Suplentes
Marta Benfeitas, Sofia Contreiras, Cata Flores, Maca Ramos e Inês Severino
Cinco inicial do Sporting
Cláudia Vicente, Sofia Moncóvio, Inês Vieira, Ana Catarina Ferreira e Rita Lopes
Suplentes
Alice Vicente, Inês Açoreira, Margarida Florêncio, Rita Batista e Rute Lopes
Ao intervalo 1-2
Golos

 Benfica: Cata Flores (22' e 32') e Marlene Sousa (42'); Sporting: Sofia Moncóvio (7' e 19')

Marcha do marcador
0-1; 0-2; 1-2; 2-2; 3-2

Texto: Rafaela Certã Alves
Fotos: Victoria Ribeiro / SL Benfica
Última atualização: 17 de novembro de 2022

Patrocinadores Hóquei


Relacionadas

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar