Futebol feminino

21 agosto 2022, 19h12

Jéssica Silva num ataque do Benfica

RESUMO DO JOGO

Liga dos Campeões Feminina
1.ª ronda
RESULTADO FINAL
INT: 0-1
Twente 1
 Benfica 2
Marcadores
R. Jansen 71' Ana Vitória 11'
Francisca Nazareth 61'

O Benfica venceu o Twente por 1-2, em jogo referente à final do grupo 8 da 1.ª ronda da Liga dos Campeões Feminina, que se realizou neste domingo, 21 de agosto, no Sportcampus Diekman, em Enschede, nos Países Baixos, e apurou-se para a ronda 2 da competição.

Jogo de elevada exigência e decisivo em fase prematura da temporada e resposta afirmativa dada pela equipa orientada por Filipa Patão.

A treinadora do Benfica escalou para iniciar o jogo em Enschede: Rute Costa (no lugar da adoentada Katelin Talbert), Lúcia Alves, Sílvia Rebelo, Carole Costa, Pauleta, Andreia Faria, Andreia Norton, Francisca Nazareth, Ana Vitória, Cloé Lacasse e Jéssica Silva.

Equipadas com a segunda camisola (amarela), as jogadoras do Benfica entraram seguras no relvado sintético e dominaram a fase inicial do encontro. Logo aos 4' Cloé Lacasse tentou descobrir Francisca Nazareth dentro da área, mas a guarda-redes Van Domselaar antecipou-se à 18 do Benfica.

O primeiro golo das Inspiradoras surgiu pouco depois, aos 11', com um passe magistral de Andreia Faria para Ana Vitória, que galgou metros entre as adversárias e bateu a melhor guarda-redes do último Campeonato da Europa. Estava feito o 0-1 no encontro, e seguiu-se a reação das neerlandesas.

Com a equipa do Benfica momentaneamente reduzida a dez unidades (Andreia Faria estava a receber assistência da equipa médica), o Twente quase marcou aos 21'. Valeu ao Benfica a grande defesa de Rute Costa, após cabeceamento da neerlandesa Kalma.

A guarda-redes do Benfica voltou a estar em grande plano aos 36' quando saiu destemida aos pés de Stolze, que lhe apareceu solta do lado direito.

O Twente acabou a primeira parte por cima na partida, mas sem que o Benfica perdesse em algum momento o controlo do jogo até ao final dos 45 minutos. As duas equipas recolheram ao intervalo com a margem mínima a favor do Benfica.

Andreia Norton

No reatamento pareceu que as neerlandesas voltariam mais assertivas no ataque, mas, na realidade, foram as benfiquistas as mais perigosas.

Aos 52' Cloé Lacasse caiu dentro da grande área do Twente, mas a árbitra Maria Marotta não considerou o lance passível de falta. A canadiana esteve endiabrada no início do segundo tempo e, já depois de Sílvia Rebelo ter disposto de uma grande oportunidade na cabeça para fazer o 0-2, Lacasse teve nos pés, aos 60', novamente uma chance para marcar, após jogada individual pela esquerda. Um lance que deu lugar a um pontapé de canto que originou o momento do jogo.

Aos 61' canto da esquerda de Andreia Norton, batido com conta, peso e medida para os pés de Francisca Nazareth, que, de fora da área, encheu o pé direito e bateu a guarda-redes do Twente pela segunda vez.

A vencer por dois golos na Holanda, Filipa Patão mexeu no jogo e tirou Francisca Nazareth da partida, colocando em campo, aos 63', Christy Ucheibe.

O Twente, no tudo por tudo, foi à procura de reduzir a desvantagem, mas encontrou uma defesa sólida do lado do Benfica.

A exceção aconteceu aos 71' quando R. Jansen descobriu um pouco de espaço e rematou colocado por cima de Rute Costa, fazendo o 1-2.

Filipa Patão lançou Valéria e Ana Seiça, nos lugares de Jéssica Silva e Andreia Faria, para refrescar a equipa e fortalecer a linha defensiva e colheu os frutos.

Apesar da maior posse de bola das neerlandesas na reta final, o resultado já não sofreu alterações. O Benfica triunfou por 1-2, em Enschede, perante um difícil Twente e conseguiu o apuramento para a ronda 2 da Liga dos Campeões. As encarnadas ficam agora à espera do próximo adversário, que vai a sorteio, em Nyon, no dia 1 de setembro.

Equipa feminina de futebol do Benfica

DECLARAÇÕES

Filipa Patão (treinadora do Benfica): "Foi o resultado que conquistámos pelo nosso suor, esforço e dedicação. Foi um jogo nem sempre bem disputado da nossa parte e sentimos muito isso. Também pela falta de trabalho de campo que acabámos por ter, tendo em conta que nos dias que passámos aqui não foi possível trabalhar em organização. Nunca é igual. Entrámos muito bem no jogo e a espaços fomos perdendo o controlo, exatamente pela falta de discernimento em alguns momentos e em lances de decisão com bola. A forma como fechámos o corredor direito também não foi a melhor e isso levou o Twente a criar algumas situações de desequilíbrio que tivemos dificuldades em parar, e acabámos por ter de fazer alguns ajustes, especialmente após o 1-2, para trancar o jogo. Percebemos ser altura de defender o resultado e que o jogo podia pender para o nosso lado. Esta vitória é para as jogadoras que ficaram em Portugal a recuperar e que não puderam marcar presença aqui, para elas e para Katelin [Talbert], que hoje falhou a ficha do jogo por doença. Demonstrámos dentro de campo a força deste grupo. As jogadoras agora vão descansar, precisam de recuperar. A partir daí, no curto espaço de tempo que temos, vamos preparar a Supertaça. Não era o panorama que pretendíamos, é o que temos. Vamos à luta com as armas que temos."

Andreia Norton (média do Benfica): "Foi um resultado justo. Fomos uma equipa com união, com sacrifício. Entrámos bem no jogo e conseguimos marcar cedo. Após fazermos o 0-2, sofremos um pouco no final, mas foi uma vitória justa. Estamos felizes pelo triunfo, por passar à próxima fase. Vamos aproveitar o momento e vamos já focar-nos na Supertaça, trabalhar da melhor forma para atingir o nosso objetivo. As finais são para vencer e é para isso que vamos trabalhar."

Twente-Benfica
1-2
Sportcampus Diekman
Onze do Benfica
Rute Costa, Lúcia Alves, Sílvia Rebelo, Carole Costa, Pauleta, Andreia Faria (Ana Seiça, 83'), Andreia Norton, Francisca Nazareth (Christy Ucheibe, 63'), Ana Vitória, Cloé Lacasse e Jéssica Silva (Valéria, 72')
Suplentes
Carolina Vilão, Ana Seiça (83'), Carolina Correia, Daniela Silva, Carlyn Baldwin, Christy Ucheibe (63'), Maria Negrão, Marta Cintra, Valéria (72'), Beatriz Nogueira e Nycole
Onze do Twente
Van Domselaar, Kaptein, Dijkstra, Kerkdijk, Olislagers, Van Ginkel, Giesen (B. Jansen, 75'), Van Dooren, Stolze (Dhont, 85'), Kalma, R. Jansen
Suplentes
Nienhuis, Tijink, Roetgering, Dhont (85'), Kroese, Te Brake, Kroezen, B. Jansen (75'), Vermeer e Verdaasdonk
Ao intervalo 0-1
Golos
 Benfica: Ana Vitória (11') e Francisca Nazareth (61'); Twente: R. Jansen (71')
Boletim clínico do Benfica
Katelin Talbert (gastroenterite)

Texto: Redação
Fotos: Twitter do Twente e SL Benfica
Última atualização: 22 de agosto de 2022

Patrocinadores Futebol Feminino


Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar