Basquetebol Feminino

25 setembro 2022, 17h15

Benfica celebrou com os Adeptos

RESUMO DO JOGO

Taça Vítor Hugo
Final
Resultado final 
INT: 41-35
Benfica 71
GDESSA 55
1.º Q 2.º Q 3.º Q 4.º Q
22-15 41-35 58-52 71-55

A equipa feminina de basquetebol do Benfica venceu o GDESSA Barreiro (71-55) e conquistou a Taça Vítor Hugo, repetindo-se o desfecho da Supertaça.

Na reedição da Supertaça, recentemente ganha pelo Benfica, as encarnadas repetiram a dose e conquistaram a Taça Vítor Hugo pela segunda vez, após terem erguido o troféu pela primeira vez na última edição (2019/20).

O Benfica entrou melhor e cedo disparou no marcador. Dois triplos consecutivos de Raphaella Monteiro e Darien Huff, que antes tivera acerto num lançamento de dois pontos, colocaram as águias com nove pontos de avanço, o que ditou um pedido de desconto de tempo para a formação do Barreiro.

Assente numa boa defesa, mais uma vez o Benfica recorreu com êxito ao tiro exterior e, imparável, Raphaella Monteiro, voltou a marcar um triplo (18-6).

Numa final disputada no formato habitual (quatro quartos de 10 minutos, em vez de duas partes de 12 minutos, como sucedeu nos encontros anteriores), no segundo parcial, as encarnadas tiveram 15 pontos de vantagem, na sequência de um triplo da capitã Joana Soeiro (32-17). 

O GDESSA reagiu, encurtou distâncias, mas o Benfica chegou ao intervalo na frente.

Raphaella

No terceiro quarto, a equipa do Barreiro conseguiu equilibrar o desafio e chegou a estar a apenas dois pontos das campeãs nacionais (44-42). Com enorme capacidade de superação, o Benfica não se deixou atemorizar, reagiu e partiu para o derradeiro quarto com seis pontos de vantagem.

Nessa fase, com grande apoio dos Benfiquistas, as encarnadas tiveram um domínio total e o GDESSA só pontuou a seis segundos do final, quando já a vitória não poderia escapar, face ao parcial de 13-0 das águias.

Raphaella Monteiro destacou-se com 20 pontos, 11 ressaltos, cinco assistências e um roubo de bola.

Triunfo incontestável e mais um troféu a caminho do Museu Cosme Damião!

DECLARAÇÕES

Eugénio Rodrigues

Eugénio Rodrigues (treinador do Benfica): "Foi um jogo muito diferente da Supertaça, contra uma equipa com um treinador diferente, com ideias novas e a querer limpar uma imagem menos boa. Quem ganha muito tem sempre o perigo de relaxar um pouco e deixar os que ainda não ganharam chegar à frente. Quanto mais ganhamos, mais pressionados temos de nos sentir para continuar a ganhar."

Raphaella Monteiro (extremo/poste do Benfica): "Esperávamos um comportamento diferente do GDESSA. Vínhamos preparadas para esta final. Os resultados positivos da época passada foram muito bons, mas agora é construir tudo de novo e vamos lutar para obter algo melhor do que no ano passado. Se possível, queremos acabar o Campeonato sem perder."

Benfica-GDESSA
71-55
Pavilhão Municipal de Ermesinde
Cinco inicial do Benfica
Joana Soeiro, Carolina Rodrigues, Darien Huff, Raphaella Monteiro e Courtney Warley 
Suplentes
Marta Martins, Diana Baptista, Catarina Frederico, Carolina Cruz, Maria do Carmo Cruz, Carolina Duarte e Joana Alves 
Cinco inicial do GDESSA
Erykah Russell, Maianca Umabano, Sara Ressurreição, Britta Daub e Krystal Freeman 
Suplentes
Madalena Pina, Rita Rodrigues, Joana Lopes, Patrícia Lourenço, Inês Silva, Maria Gonçalves e Marta Junho  
1.º quarto 2.º quarto 3.º quarto 4.º quarto
22-15 41-35 58-52 71-55
Pontuadoras do Benfica
Raphaella Monteiro (20), Darien Huff (10), Joana Alves (10), Courtney Warley (9), Carolina Rodrigues (8), Carolina Cruz (7), Joana Soeiro (5) e Marta Martins (2)

Texto: Redação
Fotos: SL Benfica e FPB
Última atualização: 25 de setembro de 2022

Patrocinadores Basquetebol


Relacionadas

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar