11 de abril de 2018, 20h02

Hélder Cristóvão: “Criámos oportunidades, faltou concretizar”

Futebol

O treinador do Benfica B lamentou a falta de eficácia no Caixa Futebol Campus diante do Leixões. Formação benfiquista perdeu 1-2.

Hélder Cristóvão, treinador do Benfica B, analisou a exibição da equipa e encontrou uma razão para que os três pontos fugissem para Matosinhos: falta de eficácia face ao maior poderio ofensivo.

“Creio que é uma história repetida no Caixa Futebol Campus: mais Benfica B, dinâmico, muitas ocasiões de golo. Não conseguimos marcar e seria mais do que justo irmos para intervalo a ganhar por dois/três golos de diferença. Não conseguimos fazer. Estivemos ansiosos, queremos muito agradar e não conseguimos fazê-lo em casa. A jogar com mais um elemento tivemos paciência, circulámos. As pessoas pensam que é mais fácil, mas não porque as equipas baixam as linhas. Conseguimos um golo de belo efeito e quando menos se fazia prever, sofremos e aí, sim, fomos abaixo animicamente. Fomos, ainda, penalizados com um segundo golo muito injusto”, considerou, em declarações à BTV.

Primeira parte de excelência frente a um bom adversário. Fomos sempre superiores. Entrámos bem, fortes, decididos”, acrescentou.

O técnico sublinhou que as águias foram a melhor equipa em campo e que tiveram oportunidades suficientes para vencer.

“Foi um Benfica B bom contra 11 e excelente contra 10. Faltou-nos concretizar. Enaltecer as várias oportunidades que criámos, mas faltou o golo e nas ligas profissionais, quando não se marca, arrisca-se a perder. Tínhamos de ser mais competentes e ganhar o jogo”, vincou.

Hélder Cristóvão revelou, ainda, onde o jogo mudou e deixou elogios aos jogadores que orienta.

“Há um jogo até ao 1-1 e outro antes do 1-1. Fomos dinâmicos, alegres, jogámos com segurança e bem posicionada em campo. Fizemos tudo para vencer, mas nem sempre se consegue”, afirmou.

Quem seguiu pelo mesmo diapasão foi o médio do Benfica B, Florentino, apontando à falta de eficácia para a derrota.

“O jogo foi bem disputado. A nossa equipa esteve na frente e teve várias oportunidades. Acho que a diferença esteve na eficácia porque podíamos ter feito golo em inúmeras ocasiões”, apontou à BTV.

Segue-se a deslocação a Arouca, jogo em que as águias querem regressar aos triunfos.

“Estávamos a dominar. Faltou sorte, mas vamos continuar a trabalhar porque temos um jogo fora com o Arouca, e vamos dar tudo para conseguir a vitória”, assegurou.

Texto: Marco Rebelo

Fotos: Isabel Cutileiro / SL Benfica

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar