12 de abril de 2019, 18h59

Juniores goleiam no dérbi

Futebol

Benfica venceu em casa do Sporting na 7.ª jornada da fase de apuramento do campeão nacional.

Sem espinhas! Mais perigoso no ataque e sempre no comando do marcador, o Benfica venceu por 1-4 no reduto do Sporting na 7.ª jornada da fase de apuramento do campeão nacional de Juniores. Ao cabo da primeira volta, as águias lideram com 19 pontos.

RESUMO DO JOGO

De uma combinação em velocidade entre Jair Tavares e Tiago Dantas nasceu a primeira oportunidade de golo do encontro, com o avançado/extremo, após devolução de bola, a ficar sozinho perante o guarda-redes, mas a perder o duelo, logo aos 3'.

Em apoio ao ataque, João Ferreira esgueirou-se pela direita aos 12' e, no momento do remate à baliza leonina, viu um defensor atravessar-se-lhe no caminho, afastando a bola para canto.

O Benfica ameaçava e conseguiu concretizar à passagem dos 17': Umaro Embaló, depois de ter ficado a centímetros do golo (16'), tirou um adversário da frente na direita, com uma finta magnífica, e cruzou; Tiago Dantas, de cabeça, fez a assistência, ao segundo poste, para o cabeceamento imparável de Gonçalo Ramos (0-1) no coração da área.

Depois de uma bola fortuita ter acertado no poste esquerdo da baliza benfiquista, Ricardo Matos, com um tiro de primeira, de pé esquerdo, no interior da grande área, fez a bola beijar as redes leoninas (0-2), correspondendo com eficácia a um cruzamento de Nuno Tavares na esquerda (25').

Ricardo Matos

As águias podiam ter elevado a diferença para 0-3 aos 38', mas um remate potente de Ricardo Matos foi sustido pelo guardião Anthony Cruz. Esta chance de golo resultou de um passe longo de Nuno Tavares com o pé direito a servir a entrada de Tiago Dantas no corredor direito.

Não ampliaram os encarnados, reduziram os leões: aos 41', no seguimento de um livre executado no lado direito, Celton Biai tentou amarrar o esférico, mas acabou por largá-lo na queda, permitindo o toque de João Goulart para as redes (1-2). E foi com este score que findou a primeira parte.

A supremacia benfiquista foi vincada no recomeço do desafio. Gonçalo Ramos, aos 47', chutou com precisão dentro da área e rubricou o 1-3, depois de um cruzamento de Tiago Dantas na direita e posterior desvio ou tentativa de passe de Ricardo Matos.

E, depois de uma perdida de Embaló (59') foi precisamente um fantástico passe de Ricardo Matos a gerar o 1-4 para o Benfica: Tiago Araújo acorreu à bola no corredor central e depois aproveitou um corte deficiente do guarda-redes Anthony Cruz para fazer um golo sem grande dificuldade (61').

Em excelente posição no dérbi, o Benfica geriu, controlou, suportou a reação do adversário e teve mais um par de oportunidades para faturar. Resultado final: 1-4.

Onze inicial do Benfica: Celton Biai; João Ferreira, Pedro Álvaro, Gonçalo Loureiro e Nuno Tavares; Henrique Jocu, Tiago Dantas e Gonçalo Ramos (Vasco Paciência aos 85'); Umaro Embaló, Ricardo Matos (Francisco Saldanha aos 64') e Jair Tavares (Tiago Araújo aos 61').

Suplentes: João Monteiro, Sandro Cruz, Pedro Ganchas, Francisco Saldanha, Hugo Nunes, Tiago Araújo e Vasco Paciência.

Gonçalo Ramos

CLASSIFICAÇÃO 2.ª FASE – APURAMENTO DE CAMPEÃO

Posição Equipa Jogos Pontos Golos
1.º SL Benfica 7 19 24-8
2.º FC Porto 6 16 15-5
3.º Sporting 7 11 14-16
4.º Braga 6 8 11-11
5.º Gil Vicente FC 6 7 5-9
6.º CD Tondela 6 4 5-13
7.º FC Alverca 6 3 7-12
8.º Leixões SC  6 3 5-12

 

Texto: João Sanches 

Fotos: Arquivo / SL Benfica

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar