1 de maio de 2019, 12h59

Dérbi com muitos golos fecha Liga Revelação

Futebol

Os Sub-23 do Benfica enfrentaram o Sporting no Estádio José Alvalade.

A equipa Sub-23 do Benfica saiu derrotada, esta quarta-feira, na 10.ª e última jornada da fase de apuramento de campeão da Liga Revelação. No Estádio José Alvalade, os Sub-23 do Sporting venceram, por 4-2.

RESUMO DO JOGO

O dérbi até começou equilibrado, mas um rasgo individual de Ricardo Araújo pela esquerda deu uma grande penalidade para o Benfica, aos 4’.

Na hora de converter, Zé Gomes atirou em força, mas por cima da barra da baliza do Sporting (6’). Não marcaram as águias, faturaram os verdes e brancos.

[GOLO: 1-0] Remate de Marco Túlio, Carlos Santos, guarda-redes do Benfica, defendeu, mas a bola sobrou para Abou Canté, que assistiu Paulinho para o primeiro no jogo (7’).

Ao golo sofrido, o Benfica respondeu por Zé Gomes. O avançado teve uma clamorosa oportunidade e esteve perto de se redimir da grande penalidade falhada minutos antes.

[GOLO: 2-0] Aos 14’, Marco Túlio derivou da esquerda para o meio e rematou à entrada da área. O esférico sofreu um desvio num jogador encarnado e traiu Carlos Santos.

Os comandados por Luís Tralhão reagiram bem aos tentos sofridos e tentaram levar perigo à baliza de Luís Maximiano, nomeadamente por Zé Gomes e por Vukotic.

Porém, as saídas em transição dos Sub-23 do Sporting iam causando mossa na defensiva encarnada. Assim foi aos 24’…

[GOLO: 3-0] Saída rápida do Sporting, Pedro Mendes foi lançado em profundidade e, isolado na cara de Carlos Santos, atirou a contar.

Aos 30’, os Sub-23 dos leões voltaram a estar perto do golo. Gonzalo Plata esgueirou-se pela direita, cruzou, e Pedro Mendes trabalhou bem na área e rematou para excelente intervenção de Carlos Santos. Logo de seguida, aos 31’, Zé Gomes trabalhou bem na área sportinguista, mas não conseguiu rematar.

Aos 36’, Marco Túlio trabalhou de fora para dentro na meia-esquerda e rematou para nova defesa de Carlos Santos. O resultado não mais se alterou e, ao intervalo, estava 3-0 para a formação da casa.

RESUMO DA 1.ª PARTE

As equipas regressaram para a etapa complementar e logo nos minutos iniciais o Benfica veio com outra acutilância ofensiva e com as linhas subidas no terreno de jogo. O Sporting tentou chegar ao golo por Paulinho, aos 49', mas o remate saiu muito torto.

Aos 55’, Carter, entretanto entrado na partida, foi carregado à margem das leis por Tomás Silva. O árbitro Marcos Brazão apontou para a marca da grande penalidade.

[GOLO: 3-1] Desta feita, o Benfica não desperdiçou e reduziu o marcador. Diogo Pinto atirou para um lado e Luís Maximiano atirou-se para o lado contrário.

Aos 59’, através de uma saída rápida conduzida por Kevin Csoboth, o húngaro deixou para Carter que, num remate cruzado, ficou a milímetros do 3-2. Não marcou o Benfica, marcou o Sporting…

[GOLO: 4-1] Recuperação de bola do Sporting, Marco Túlio assistiu Tomás Silva para mais um para os da casa (60’).

Aos 67’, de novo Carter a ficar perto do golo através de um cabeceamento. O cruzamento foi de Tomás Tavares; dois minutos depois, Gonzalo Plata rematou de pé esquerdo para grande estirada de Carlos Santos.

Num pontapé de canto, foi Pedro Ganchas, de cabeça, a testar a atenção de Luís Maximiano à passagem dos 73’.

[GOLO: 4-2] Tento nascido do banco de suplentes. Entrados na partida, Rodrigo Conceição e Carter construíram o 2.º das águias. O primeiro cruzou para o cabeceamento do avançado (78’).

Perto dos 90’, o guarda-redes dos Sub-23 do Benfica, Carlos Santos, com três defesas praticamente seguidas evitou mais um golo para o Sporting. No último lance do encontro, num livre direto, Mitrovski atirou à barra da baliza benfiquista. A seguir, o árbitro Marcos Brazão apitou para o fim da partida, com o resultado a ficar em 4-2 para os leões.

Onze inicial do SL Benfica: Carlos Santos; Tomás Tavares, Miguel Nóbrega, Pedro Ganchas, Ricardo Araújo; Vukotic, Bernardo Silva, Diogo Pinto; Vinícius, Kevin Csoboth e Zé Gomes.

Suplentes do SL Benfica: Dylan, Tomás Domingos, Luís Pinheiro, Hélder Baldé, Nuno Cunha, Edi Semedo, Rodrigo Conceição, Carter, Pedro Soares e Luís Lopes.

Agora segue-se a Taça Revelação que será disputada pelas seis equipas que disputam a fase de apuramento de campeão e os dois primeiros da fase de manutenção da Liga Revelação. A nova prova começa a 4 de maio e decorre nos dias 7 e 11 do mesmo mês em formato de eliminatórias. Nos quartos de final, os jogos são: Marítimo-CD Aves, V. Setúbal-Sporting, SC Braga-Rio Ave e Benfica-Estoril.

Texto: Marco Rebelo

Fotos: João Paulo Trindade / SL Benfica

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar