29 de abril de 2020, 22h22

🎥 "Lamentamos a decisão, mas concordamos com ela"

Clube

Depois do Futsal, as Federações das outras quatro modalidades de pavilhão decidiram encerrar todas as provas da corrente época. Domingos Almeida Lima, vice-presidente do Clube, vincou a posição do SL Benfica.

DECLARAÇÕES

É mais uma consequência da pandemia COVID-19! A época 2019/20 chegou ao fim nas cinco principais modalidades de pavilhão, e não haverá campeões.

Acompanhando o desfecho decretado pela FPF para o Futsal no dia 8 de abril, as Federações de Andebol, Patinagem, Voleibol e Basquetebol anunciaram nesta quarta-feira a decisão de dar por finalizadas as competições nacionais seniores (as competições jovens já tinham sido anuladas).

Vice-presidente responsável pelas modalidades do Sport Lisboa e Benfica, Domingos Almeida Lima reagiu, em declarações à BTV, ao anúncio do encerramento das competições...

Domingos Almeida Lima Vice-presidente Benfica

Andebol, Basquetebol, Hóquei em patins e Voleibol, seguindo o exemplo do Futsal, tiveram as competições canceladas. Como é que o Sport Lisboa e Benfica encara esta situação?

Nós já tínhamos a perceção, de há muito, que não havia condições para a realização, num futuro próximo, dos jogos das modalidades de pavilhão. O Futsal já tinha decidido que não haveria mais competições este ano, restavam as outras quatro modalidades de pavilhão tomar a decisão, que tomaram hoje. Independentemente do interesse que teríamos, e nas reuniões que tivemos com os outros clubes e com as próprias federações sempre manifestámos a nossa disponibilidade para concluir as respetivas épocas desportivas, desde que existissem condições de saúde para que as mesmas fossem concretizadas. Este desejo concorria com outra realidade que infelizmente nos assola, que é o perigo desta pandemia, o perigo dos contactos entre as pessoas e, portanto, a concretização de jogos, e ainda por cima em pavilhões fechados, era praticamente impossível. Nós já estávamos cientes. É uma circunstância que lamentamos enquanto Clube, mas não podemos estar mais de acordo com ela, porque vem ao encontro daquilo que são a defesa, o interesse e a saúde de todos, dos atletas, e de todas as pessoas e intervenientes do fenómeno desportivo. É uma situação que nos penaliza, mas penaliza-nos enquanto povo porque estamos a sofrer esta pandemia. A decisão tomada hoje parece-me que é a mais conveniente até para que atletas estrangeiros que estão ainda no nosso país possam regressar às suas terras, para junto das suas famílias.

Domingos Almeida Lima Vice-presidente Benfica

Este é o momento de olhar para o positivo da época, ainda que não tenha sido terminada, e de perspetivar já o futuro?

É evidente que sim, e é esse trabalho que estamos a fazer desde que se iniciou o período de confinamento. A época não estava correr totalmente como desejaríamos, mas estava a ser razoável, podíamos chegar a títulos em pelo menos três das modalidades cujos campeonatos agora foram encerrados. No andebol a situação estava mais complicada, mas nas outras três estávamos em condições de poder alcançar vitórias, porque liderávamos o Campeonato de voleibol, liderávamos o Campeonato de hóquei em patins e no basquetebol estávamos muito perto da liderança, quando ainda faltava disputar a fase final. Tudo poderia conjugar-se para estas três vitórias. Mas tudo isto são perspetivas com algum grau de subjetividade, porque os jogos, como há dias dizia, e muito bem, o nosso diretor-geral do futebol profissional, Tiago Pinto, os campeonatos decidem-se no terreno essa seria a altura da verdade, não vale a pena estar a fazer especulação.

Domingos Almeida Lima Vice-presidente Benfica

(...)

Quando me pergunta se a temporada estava a correr razoavelmente... Sim, estava, independentemente de termos tido uma época com muitas lesões nas cinco modalidades de pavilhão, lesões importantes e que nos prejudicaram seriamente. Agora temos de olhar em frente e com uma realidade que, para nós, é nova: é que, depois de isto passar, nada vai ser igual. Todas as pessoas que temos ouvido dos mais diversos quadrantes são da opinião de que nada vai ser igual. É para essa realidade que nos estamos a preparar. Como os nossos consócios sabem muito bem, as modalidades não têm receitas significativas, os apoios que têm de patrocínios são exíguos, não fazem face, de maneira nenhuma, aos custos totais, muito longe disso. Estando o futebol parado (e sendo o core business do Clube), sem receitas, temos de ser realistas e pensar no futuro próximo sempre com espírito ganhador e de sermos muito competitivos, mas bem cientes do que vai ser a nova realidade na nossa vida e no mundo em geral. É esse o trabalho que estamos a fazer, e que vamos ter de fazer até ao princípio do verão, para então depois falarmos daquilo que conseguimos para os nossos plantéis e para o início da competição, se calhar só em setembro. Embora eu tenha muito receio que as competições de pavilhão venham a ocorrer bastante depois das modalidades de ar livre, atendendo aos cuidados logísticos que é preciso ter no âmbito do distanciamento das pessoas, e tendo em consideração que as condições dos pavilhões pelo país fora não são muito adequadas a que se mantenham distanciamentos entre os atletas e entre os elementos das equipas técnicas. É esta incerteza que ainda paira sobre nós, mas temos esperança de que pelo menos em setembro as competições voltem ao seu ritmo normal, e que também já haja uma vacina para todos estarmos salvaguardados, e que o futuro seja construído com outro ânimo e com outras perspetivas de normalidade, ainda que, como disse, nada será igual ao que era há dois meses.

Bolas das Modalidades

ÉPOCA 2019/20

Modalidade Ponto de situação competitivo
Voleibol (masculino) 1.º lugar no Campeonato; apurado para as meias-finais da Taça de Portugal; vencedor da Supertaça
Hóquei em patins (masculino) 1.º lugar no Campeonato; apurado para os oitavos de final da Taça de Portugal; apurado para os quartos de final da Liga Europeia
Basquetebol (masculino) 2.º lugar no Campeonato; apurado para a final four da Taça de Portugal
Andebol (masculino) 3.º lugar no Campeonato; apurado para os oitavos de final da Taça de Portugal; 1.º lugar no Grupo A da Taça EHF
Futsal (masculino)* 2.º lugar no Campeonato; vencedoras da Taça da Liga
Futsal (feminino)* 1.º lugar na Fase Final do Campeonato; apuradas para a final four da Taça de Portugal; vencedoras da Supertaça; vencedoras da Taça de Honra da AFL
Hóquei em patins (feminino) 1.º lugar no Campeonato; apuradas para os quartos de final da Taça de Portugal; apuradas para a final four da Taça Europeia; vencedoras da Supertaça
Andebol (feminino) 4.º lugar no Campeonato
Voleibol (feminino) 3.º lugar na fase regular da 2.ª Divisão (ia disputar a Fase de Promoção)
Basquetebol (feminino) 5.º lugar no Campeonato; vencedor da Taça Vítor Hugo

* Época foi cancelada no dia 8 de abril

Texto: João Sanches e Sónia Antunes

Fotos: David Martins / SL Benfica / Arquivo

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar