25 de setembro de 2020, 10h38

À descoberta da Casa Benfica Seixal... 

Casas Benfica

Espaço nasceu a 31 de maio de 1995.

REPORTAGEM BTV

Foi a 31 de maio de 1995, no Seixal, cidade que agora alberga o Benfica Campus, que nasceu a Casa Benfica n.º 236. Esta semana, a BTV foi conhecer alguns dos rostos que dão vida a este espaço, conhecido pelo atletismo e futsal, mas também pelos bons petiscos que serve.

"Tive conhecimento que ia abrir uma Casa Benfica aqui no Seixal e imediatamente fiz-me associado, com o objetivo de vir a pertencer mais tarde aos órgãos sociais. Era um sonho de criança… Entrei para esta Casa em 2011 e em 2017 conquistei o meu lugar na Direção", começou por contar o presidente da Casa Benfica Seixal, Paulo Lopes, em declarações ao programa "Pelas Casas do Benfica".

Casa Benfica Seixal

"A secção de atletismo não existia nesta casa antes de 2011 e foi crescendo aos poucos, também com a criação da Escola de Formação de Atletismo da Casa Benfica Seixal. No futsal só havia um grupo de amigos que praticavam a modalidade. Eu entendi que tinha de ser diferente, isto era Benfica. Arranjei um treinador, jogadores diferentes e as coisas foram melhorando... Fomos campeões da II Divisão na Zona Sul e vice-campeões na fase final", recordou.

Casa Benfica Seixal

José Carlos Gomes, vereador do desporto da Câmara Municipal do Seixal, reconhece a importância da presença da Casa Benfica, e também do Benfica Campus, numa cidade com agora cerca de 65 mil habitantes. 

"É uma instituição de grade respeito, que temos um grande orgulho em ter aqui no Seixal. O Benfica, no Centro de Estágio, além de formar atletas, forma homens. O Benfica é uma marca, uma instituição extremamente grande e importante e, para nós, é um orgulho esta decisão do Sport Lisboa e Benfica de ter escolhido esta terra para este Centro de Estágio lindíssimo. Para nós é um orgulho", admitiu.

Casa Benfica Seixal

Uma opinião partilhada por António Santos, presidente da Junta da União de freguesias do Seixal, Arrentela e aldeia de Paio Pires, que garante que a Casa Benfica "tem a perspetiva de crescimento exponencial para os próximos anos".

"Não fazia sentido ter o Benfica Campus no Seixal não tendo uma Casa do Benfica. Temos um gosto imenso em ter aqui o Centro de Formação do Benfica, que é uma referência a nível mundial, que ajuda a levar para todo o lado o bom-nome do nosso município. A Casa Benfica tinha de ter esta dinâmica e perspetiva de crescimento exponencial para os próximos anos. A Casa Benfica organiza uma das provas de referência no nosso atletismo do concelho, que é a 'Milha Urbana Baía do Seixal'", afirmou com orgulho.

Casa Benfica Seixal

Numa Casa com 225 Sócios, onde o atletismo tem papel de destaque, Leontino Lampreia assume um papel na Direção, como vice-presidente da Casa Benfica Seixal, mas não abandona a modalidade.

"Sou atleta de atletismo de rua. Tudo o que é estrada gosto muito. A Corrida de São Silvestre do Seixal ficou-me marcada, consegui bater o meu recorde pessoal. É um orgulho representar esta Casa e o símbolo que está por detrás dela", confessou Leontino Lampreia, atleta e vice-presidente da Casa Benfica Seixal.

Texto: Filipa Fernandes Garcia

Fotos: SL Benfica

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar