4 de novembro de 2020, 21h05

Benfica conquista Supertaça 2020!

Voleibol

Com uma exibição a roçar a perfeição, o Benfica venceu o SC Espinho (3-0) e ergueu a 9.ª Supertaça do seu vasto palmarés!

RESUMO DO JOGO

Implacável! O SL Benfica não deu hipótese e, com uma exibição de classe, qualidade e brilhante, venceu o SC Espinho por indiscutíveis 3-0, conquistando a Supertaça 2020 em voleibol. É a 9.ª... nas últimas dez edições da prova!

No Pavilhão Multiusos de Gondomar, frente a frente dois históricos da modalidade, ambos com pergaminhos e palmarés no voleibol nacional. Um troféu em disputa, o primeiro da época 2020/21, muita emoção e alguma ansiedade, com o grande ausente a ser o público, a festa das bancadas!

Num ano marcado pela pandemia de COVID-19 todas as áreas a nível mundial sofrem com o contexto, e daí também o facto de esta competição ter assumido moldes diferentes dos habituais por não ter havido Campeão. Primeiro uma fase de grupos com seis equipas, depois as meias-finais e, por fim, após alguns adiamentos, eis então a grande final a ter lugar nesta quarta-feira.

Arranque de jogo... e que entrada das águias! Superior em todos os aspetos, a atacar, a defender, e a praticamente não cometer erros, o Benfica cedo cavou uma diferença substancial, obrigando o treinador adversário, Vítor Pinto, a pedir um time out aos 10-4. Os espinhenses ainda esboçaram uma reação, mas este Benfica estava imparável e, em apenas 20 minutos, fechou o 1.º set com um taxativo 25-16 (1-0). Impressionante!

Final Supertaça Voleibol

Segundo set com contornos diferentes inicialmente, com a formação de Espinho a puxar dos galões e a equilibrar... Ponto a ponto, tudo empatado até aos 7-7! Aí, mais uma vez o Benfica disse presente a disparou no marcador. Com um 11-7, mais uma vez Vítor Pinto chamou os seus jogadores, mas, tal como sucedera anteriormente, este Benfica sabe muito bem o que quer e tem uma qualidade gritante que lhe permite colocar em quadra os seus desejos e concretizá-los de forma exímia! No serviço, no bloco, na receção... praticamente em todas as variantes as águias foram classe pura perante um SC Espinho brioso, que fez o que conseguiu face à superioridade encarnada! 21 minutos chegaram para o 2-0 no jogo, com um parcial de 25-17.

Voleibol Benfica Supertaça 2020/21 Vencedor

Tal como no set anterior, momentos iniciais pautados pelo equilíbrio, com o adversário a conseguir ter uma vantagem de dois pontos pela primeira vez em todo o desafio (6-8). O Benfica reagiu, empatou e mais uma vez se disputou ponto a ponto, com as duas formações a não dispararem no score e a manterem-se "coladas".

Com um 13-15 foi então momento de Marcel Matz parar o jogo e reorganizar tropas! O time out surtiu efeito imediato, com o Benfica, focado, vigilante e na raça a saltar para a frente e a fazer o 21-15. Implacável! Oito pontos consecutivos... Até ao final, o SC Espinho acreditou sempre, lutou muito, mas o Benfica (que utilizou todos os jogadores) foi dono e senhor deste jogo! 25-21 no 3.º set, 3-0 convincente no jogo... e a 9.ª Supertaça do palmarés!

Está ainda mais rico o Museu Benfica –  Cosme Damião! 

DECLARAÇÕES

Domingos Almeida Lima (vice-presidente do Benfica): "É uma vitória muito justa, não só em relação ao jogo de hoje, mas por todo o percurso feito por esta equipa na época transata e que infelizmente não pôde concretizar em virtude da pandemia. Estou muito contente e todos os Benfiquistas devem estar muito contentes e, sobretudo, devem estar orgulhosos da equipa de voleibol do Sport Lisboa e Benfica e de todo o grupo de trabalho. Parabéns para os técnicos, jogadores, porque mais uma vez souberam dignificar a camisola do Benfica."

Sílvio Cervan (vice-presidente do Benfica): "Foi uma excelente vitória de uma excelente equipa. Esta equipa de voleibol é das mais fantásticas de sempre de voleibol português! Na época passada, quando a competição foi interrompida, esta equipa, além de um grande desempenho a nível internacional, estava invicta e preparava-se para ganhar tudo em Portugal. Nos condicionalismos que todos conhecemos [decorrentes da pandemia de COVID-19], o Benfica fez um grande esforço para obter recursos e manter esta excecional equipa, que começa esta nova época só com vitórias e conquista aqui uma Supertaça inteiramente merecida."

Rui Lança (diretor das modalidades coletivas de pavilhão do Benfica): "A primeira impressão é que é sempre bom terminar uma competição neste ano, porque não sabemos quando é que vamos ter mais competições e muitas vezes também temos de estar preparados para as alterações dos quadros competitivos, com a diminuição de jogos ou a alteração do próprio critério de decisão. Este é um grupo fantástico, é claramente um grupo que trabalhou desde o início, mesmo com os vários adiamentos dos jogos. O sentimento é de esperança, porque conseguimos que esta competição terminasse, e depois é o culminar do trabalho, desde março, que andamos a fazer para estes momentos, construir plantéis competitivos e dar as melhores condições aos atletas dentro das restrições de trabalhar com a COVID-19. A esperança é que todas as competições nas várias modalidades possam terminar."

Marcel Matz (treinador do Benfica): "É sempre muito bom ganhar, esta vitória foi muito importante também para o desporto. Foi uma Super, Supertaça. Foi uma retoma, ainda temos muitas batalhas pela frente, mas que seja um recomeço. Esta competição teve um formato diferente, foi difícil, jogámos uma meia-final com o Sporting muito complicada, mais do que este jogo. Parabéns ao Espinho, que conseguiu chegar aqui, eliminou a Fonte do Bastardo. Jogámos melhor do que o Espinho, eles também tiveram o azar de o Monteiro ter partido um dedo. Com toda a franqueza, seria melhor que ele tivesse jogado, pelo desporto e pelo voleibol de Portugal. Independentemente de quem estivesse lá, íamos entrar forte para vencer. Na época passada jogámos uma Supertaça e não conseguimos terminar mais nada. Na nossa equipa e nas outras, toda a gente queria competir de novo. Esta Supertaça era para ter sido disputada em setembro, no arranque da época, mas só terminou agora. Vamos torcer para que continuemos bem a época, com os cuidados necessários para podermos ter outras decisões. Será uma grande vitória se conseguirmos levar a competição até ao final. Vamos batalhar por isso, trabalhar forte, tentar chegar às finais, vamo-nos cuidar bastante e tentar ser exemplo em relação à saúde. O desporto é um exemplo para os mais jovens. Temos de passar uma imagem de responsabilidade e fazer com que nos deixem trabalhar, porque isto também faz bem à saúde, e que no final vença o melhor."

Hugo Gaspar (capitão e oposto do Benfica): "Estamos todos de parabéns! O primeiro sentimento é de enorme felicidade. Tem estado tudo a ser adiado devido a esta pandemia e conseguimos, finalmente, disputar uma finalíssima e ganhar! Conseguimos, com muito, muito trabalho, sacrifício, todos os cuidados… Não é fácil chegar aqui nesta forma física. Nada é obra do acaso. Ganhámos porque treinámos muito, trabalhámos muito, privámo-nos muito nestes últimos meses. Estávamos preparados, somos atletas e estamos cá para isso!"

Tiago Violas (distribuidor do Benfica): "Estou muito feliz, trabalhámos imenso para chegar aqui e conquistar este título. Vamos desfrutar muito, mesmo, porque pode ser último. Nunca sabemos o dia de amanhã, é algo que nos deixa de pé atrás e reticentes em relação ao resto da época, mas estamos muito felizes por termos conquistado o primeiro título da temporada. Infelizmente não pudemos ter o apoio dos nossos adeptos, é algo que nos dá sempre muito conforto e força, mas mesmo sem eles conseguimos dar uma boa resposta e fazer um bom jogo."

André Lopes (zona 4 do Benfica): "Vimos fugir o Campeonato, a Taça, os primeiros jogos da Challenge… até esta Supertaça foi adiada várias vezes e sabe muito, muito bem regressar às finais e conquistar um troféu. Tem um sabor especial. Dedico a todos os Benfiquistas, a todos os que têm passado dificuldades devido a esta pandemia e às nossas famílias, que estão sempre connosco. Foi muito complicado, mas trabalhámos muito! É a nova realidade, sem saber como vai ser o fim de semana seguinte e vamos ter de nos preparar para tudo. O desporto não pode parar e esperamos que tudo melhore!"

Ivo Casas (líbero do Benfica): "Fomos muito competentes naquele que era o plano de jogo. Viemos com a lição bem estudada, conseguimos impor o nosso jogo e as coisas desenrolaram-se de forma natural, porque conseguimos sempre ganhar uma vantagem relativamente cedo no set, o que nos deu alguma margem para jogarmos mais tranquilos e sem tanta pressão no marcador. Fomos a equipa superior e estamos muito contentes, pois era um objetivo da época e temos de os festejar a todos, porque não sabemos o dia de amanhã, com isto da pandemia. Foi uma conquista muito importante para nós, trabalhámos muito e ainda bem que culminou desta forma."

Voleibol Benfica Supertaça 2020/21 Vencedor

SL Benfica- SC Espinho, 3-0

FICHA  
Local Pavilhão Multiusos de Gondomar
Formação do Benfica Rapha, Peter Wohlfi, Hugo Gaspar, Marc Honoré, Tiago Violas, Japa e Ivo Casas (L)
Suplentes Miguel Sinfrónio, André Lopes, Afonso Guerreiro, Theo Lopes, Zelão, Nuno Pinheiro e Bernardo Silva (L) 
1.º set 25-16
2.º set 25-17
3.º set 25-21

Texto: Sónia Antunes

Fotos: Cátia Luís / SL Benfica


Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar