Futebol feminino

25 abril 2021, 18h00

Festejos da equipa feminina do Benfica

RESUMO DO JOGO

A equipa feminina do Benfica controlou as ocorrências, contou com uma Kika (bastante) inspirada e os golos surgiram com naturalidade no duelo da 11.ª jornada da fase de apuramento de campeão da Liga BPI. Em pleno Dia da Liberdade, triunfo sólido (3-1) sobre o Famalicão.

O encontro, entre duas equipas que já se conhecem muito bem, começou bastante aberto e com as jogadoras a aproveitarem muito bem todos os espaços do Campo n.º 1 do Benfica Campus. O Famalicão surgia mais retraído e viu, aos 9', as águias a criarem a primeira situação de perigo. Lúcia Alves cruzou a partir da esquerda e Cloé Lacasse cabeceou para a intervenção da guardiã contrária.

Aos 12', Rute Costa voltou a apresentar-se a um bom nível. Lúcia Alves tinha Kika Nazareth isolada pelo flanco esquerdo, todavia preferiu testar a meia-distância. Desferiu um remate em arco, mas a guarda-redes famalicense defendeu... para a frente. Cloé Lacasse avançou para a recarga, mas a guardiã tornou a evitar o golo, sacudindo para canto.

Marta Cintra também quis tentar a sua sorte e, aos 13', após um canto à direita, rematou rasteiro, porém, o esférico ainda tocou em Gi antes de esbarrar no poste esquerdo.

A partida continuava com algumas oportunidades de finalização e consequente perigo iminente. Algum jogo mais físico por parte da avançada do Famalicão, Vitória Almeida, que acabou por ser sancionada aos 35' com a cartolina amarela. Na jogada seguinte, contra-ataque do Benfica em bloco, Kika Nazareth conduziu o esférico, chegou à zona de finalização e não pediu licença. Um remate cruzado que passou muito perto do poste esquerdo. 

Benfica-Famalicão 11 jornada 2.ª fase Liga BPI

O Benfica insistiu, não desistiu e depois de várias ameaças, houve mesmo golo (45'+3'). Jogada de insistência conduzida por Andreia Faria. A camisola 6 puxou um bom cruzamento e Kika, posicionada no interior da área, cabeceou para o fundo das redes e deu cor ao marcador antes de as equipas regressarem aos balneários. Ao intervalo: 1-0.

Os primeiros cinco minutos da segunda parte foram de puro entretenimento protagonizado pela autora do primeiro golo, Kika Nazareth. A jovem das águias abriu o livro, mostrava o seu melhor futebol e, para além de visar a baliza contrária, ainda projetava boas situações para as suas colegas de equipa. Em pleno Dia da Liberdade, a camisola 18 soltava todo o seu perfume futebolístico.

Aos 64' voltou a gritar-se golo no Benfica Campus! Cloé Lacasse acelerou pelo flanco esquerdo, passou por duas adversárias, cruzou para o interior da área e Marta Cintra, à ponta de lança, teve reflexos rápidos e atirou de primeira para o canto inferior esquerdo (2-0).

Benfica-Famalicão 11 jornada 2.ª fase Liga BPI

O terceiro tento do Glorioso chegou aos 84'. Christy Ucheibe, que entrou aos 69' para o lugar de Pauleta, combinou com Cloé Lacasse e o resto do lance foi pura magia... A jogadora canadiana, descaída para o flanco esquerdo, entrou na área, puxou a culatra atrás e fez um golo de belo efeito. Rute Costa nada podia fazer (3-0). Foi já com Matilde Fidalgo e Ana Seiça dentro das quatro linhas (entraram para os lugares de Lúcia Alves e Sílvia Rebelo) que o Famalicão chegou ao golo de honra (85'). A bola saltava ainda fora da área, Andrea Mirón rececionou, virou-se e desferiu um potente remate à baliza encarnada que surpreendeu todas as jogadoras. Letícia estava um pouco adiantada, ainda se esticou, mas o esférico bateu na barra e passou a linha de golo (3-1).

Até ao final da partida, o Benfica foi controlando as operações. Filipa Patão ainda colocou Jolina no lugar de Marta Cintra, mas o resultado já não viria a sofrer alterações. Triunfo sólido das benfiquistas no seu reduto! Resultado final: 3-1.

Uma vitória que veio rematar aquela que foi uma semana cheia, mas perfeita para o Benfica. Dois triunfos contra o SC Braga, o campeão em título (1-2 e 4-0), e ainda, a fechar, uma vitória contra o Famalicão, um adversário que se apresentou como candidato ao título. Ficam agora a faltar três jornadas para o término da fase de apuramento de campeão da Liga BPI. O próximo jogo será contra o Marítimo e irá realizar-se na Madeira. O duelo está aprazado para o dia 2 de maio às 14h00.  

Dérbi

DECLARAÇÕES

Filipa Patão (treinadora do Benfica): "Sabíamos que o Famalicão queria dificultar-nos a vida ao máximo. Tendo em conta a alteração de treinadores, estávamos preparadas para uma mudança de estratégia. Apresentaram um bloco mais baixo para tentar condicionar o nosso espaço nas costas do adversário. Com tantas pernas e corpos à frente da bola seria mais complicado de lá chegar, mas mantivemos a paciência e sabíamos que iríamos conseguir criar situações com as nossas variações e com a nossa forma de estar no jogo. Não aproveitámos as oportunidades que tivemos, mas estávamos conscientes que era uma questão de tempo, e assim foi. Quando chegámos ao 1-0 controlámos mais o jogo e dilatámos a vantagem."

Benfica-Famalicão
3-1
Benfica Campus (Campo n.º 1)
Onze do Benfica
 Letícia, Catarina Amado, Sílvia Rebelo (Ana Seiça, 85'), Carole Costa, Lúcia Alves (Matilde Fidalgo, 85'), Andreia Faria, Pauleta (Christy Ucheibe, 69'), Beatriz Cameirão, Kika Nazareth, Marta Cintra (Jolina, 88') e Cloé Lacasse
Suplentes
Carolina Vilão, Ana Seiça (85'), Matilde Fidalgo (85'), Jolina (88'), Christy Ucheibe (69'), Mariana Dantas e Beatriz Nogueira 
Ao intervalo 1-0
Golos do Benfica
 Kika Nazareth (45'+3'), Marta Cintra (64') e Cloé Lacasse (84')

Texto: Diogo Nascimento
Fotos: Isabel Cutileiro / SL Benfica
Última atualização: 25 de abril de 2021

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar