Futebol

25 setembro 2021, 21h29

Yaremchuk, no centro dos festejos, marcou dois golos

Melhor ataque da Liga Bwin, agora com 19 golos, o Benfica expressou a qualidade da organização tática e da força ofensiva, partindo para um triunfo seguro (1-3) no terreno do Vitória de Guimarães. São sete vitórias em sete jornadas, 21 pontos recolhidos e que sustentam a liderança isolada num arranque perfeito no Campeonato.

Fiel ao que expusera na conferência de Imprensa de antevisão do jogo no Minho, Jorge Jesus deu primazia ao desafio com os vimaranenses (mesmo havendo um duelo com o Barcelona, na Champions League, agendado para a próxima quarta-feira, dia 29 de setembro), e as escolhas iniciais do treinador refletiram o caminho anunciado.

Num sistema com três centrais (Lucas Veríssimo, Otamendi e Vertonghen), Valentino foi o ala eleito por Jorge Jesus para preencher o corredor direito, promovendo-se assim a estreia do internacional austríaco como titular de águia ao peito. Sobre a esquerda atuou Grimaldo, enquanto a zona central do meio-campo ficou por conta de Weigl e João Mário. Mais adiantados, os velozes Rafa e Darwin perfaziam com Yaremchuk um trio de setas apontadas às redes do Vitória.

Em cima da meia hora de jogo, e depois de já ter enjeitado duas oportunidades claras para gritar "golo", o Benfica colocou-se em vantagem. Vertonghen, exímio na exploração de uma linha de passe, solicitou a fuga de Yaremchuk à linha defensiva vimaranense. Sozinho, perante o guarda-redes Trmal, o internacional ucraniano picou a bola com classe e deixou a sua assinatura no 0-1.

Festejo

O Vitória esboçou uma reação, mas o Glorioso foi ainda mais forte na resposta e acabou o primeiro tempo em cima da baliza adversária. Fruto da pressão alta da equipa, Yaremchuk, aos 41', contribuiu na criação de condições para voltar a escapar e fazer o que melhor sabe (desmarcado por Rafa), confirmando o 0-2 já de ângulo apertado e com Mumin ainda a tentar o (corte) impossível. Foi o primeiro bis do avançado pelo Benfica!

A fechar a etapa inicial, novamente Yaremchuk em zona de finalização, servido por Rafa, mas desta feita a perder o duelo com Trmal, desperdiçando-se a possibilidade de as águias voarem para tempo de intervalo a vencer por 0-3.

Sem nada a perder, o Vitória voltou para a segunda parte com o objetivo de dar tudo por um golo que lhe restaurasse a esperança de discutir o resultado. Debalde. Na fase em que os vimaranenses se acercaram da grande área encarnada, o Benfica mostrou a capacidade dos seus recursos defensivos.

No contragolpe, as unidades mais rápidas do coletivo benfiquista também iam somando hipóteses de aumentar a contagem. Yaremchuk foi substituído por Pizzi aos 66', numa primeira decisão de Jorge Jesus para gerir o desgaste da equipa e renovar energias. O 0-3 surgiria ao minuto 73, num remate de João Mário (primeiro golo com o Manto Sagrado no Campeonato) que foi o corolário de uma rápida saída de Rafa para o ataque (segunda assistência do camisola 27). Em alta velocidade, o Benfica criou uma diferença inultrapassável.

Começando a orientar o seu pensamento para o jogo europeu que aí vem frente ao Barcelona, Jorge Jesus concretizou duas alterações aos 76': saíram Weigl e João Mário, entraram Meïte e Gedson. Chegava o momento de gerir o físico dos jogadores e de controlar o jogo com bola, mas a verdade é que o Vitória nunca se entregou, foi sempre à procura da sua sorte e, aos 77', foi contemplado com um pontapé de penálti. Luís Godinho entendeu que Lucas Veríssimo cometeu falta sobre Rochinha, na área, e apontou para a marca dos 11 metros, de onde Bruno Duarte (78') reduziria para 1-3.

O golo insuflou a crença da equipa minhota, mas o Benfica foi eficaz e também suficientemente maduro para manter o resultado e os respetivos três pontos no bolso. Foi uma deslocação bem-sucedida a um recinto historicamente difícil para quem o visita (e onde, note-se, morava uma das defesas menos batidas nesta competição).

Linha de Treino Benfica Adidas 21/22

Texto: João Sanches
Fotos: João Paulo Trindade / SL Benfica
Última atualização: 25 de setembro de 2021

Patrocinadores principais do Futebol


Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar