Futebol

17 setembro 2022, 15h07

Festejos do Benfica

Festejos do Marítimo

Os polos opostos da Liga Bwin encontram-se na 7.ª jornada. Benfica e Marítimo, primeiro e último classificado, respetivamente, medem forças no Estádio da Luz, domingo, 18 de setembro, às 18h00.

Este confronto tem a curiosidade de ser o 100.º oficial entre os dois emblemas. Nos anteriores 99, os encarnados venceram 69 (70%) e empataram 18. Olhando apenas para a Liga Portuguesa, Benfica e Marítimo somam 84 duelos, sendo que as águias tomam a dianteira deste histórico com 57 triunfos (68%), e houve divisão de pontos por 17 vezes. A partida é na casa das águias, onde o domínio é ainda mais acentuado: em 42 jogos, os encarnados levaram a melhor em 37 e tiveram quatro empates.

Os comandados por Roger Schmidt chegam a este frente a frente motivados pelo triunfo imperial na casa da Juventus (1-2) na 2.ª jornada do grupo H da Liga dos Campeões. Os madeirenses, agora sob a liderança de João Henriques (substituiu Vasco Seabra), perderam no Funchal com o Gil Vicente, por 1-2. Nesse desafio o técnico escalonou a equipa em 4x4x2, com Miguel Silva, Cláudio Winck, Vítor Costa, Mosquera, Léo Andrade, Diogo Mendes, Soñora, António Zarzana, Bruno Xadas, Edgar Costa e Joel Tagueu.

António Silva

Contando por vitórias os 12 jogos oficiais realizados na época, o Benfica lidera a classificação da Liga Bwin, com seis triunfos em outras tantas jornadas (18 pontos), é um dos melhores ataques com 14 golos apontados (2,3 por jogo) e apenas sofreu três tentos, pautando-se, juntamente com o Casa Pia, como a melhor defesa da prova. Os insulares são um dos piores ataques (quatro tentos) e a defesa que mais golos sofre (17), chegando à Luz com seis derrotas em seis rondas disputadas.

Não só destes números se faz a campanha destas duas equipas. Segundo o Wyscout, os encarnados lideram na posse de bola (67,4%), nos cruzamentos (139 à média de 20,6 por desafio), nos cantos (8,5 por jogo), nos menos remates concedidos aos adversários (25) e nos passes (3949 com um acerto de 87,8%). Os verde-rubros, por sua vez, dão nas vistas no drible e um contra um (184), nos toques na área (79) e nos duelos aéreos (265 à média de 39 por jogo).

Raio-X do Benfica-Marítimo

ENTRADAS E SAÍDAS

Perante algumas saídas importantes, o Marítimo reforçou-se com futebolistas de qualidade. À ilha da Madeira chegaram 11 caras novas: Rafael Brito (Benfica B), Lucho Vega (Estoril), João Afonso (Gil Vicente), Trmal (V. Guimarães), Jesús Ramírez (Morelia), Pablo Moreno (Manchester City), António Zarzana (Sevilha), Soñora (Vélez Sarsfield), Gonçalo Cardoso (West Ham), Geny Catano (Sporting) e Carlos Liza (Sporting Cristal)

Em sentido contrário, verificaram-se as saídas de Alipour, Filipe Cardoso, Henrique Rafael, Marcos Silva, Paulo Victor, Carlos Tovar e Pelágio.

Texto: Marco Rebelo
Fotos: Arquivo / SL Benfica; Facebook / Marítimo e Liga Portugal
Última atualização: 17 de setembro de 2022

Patrocinadores principais do Futebol


Relacionadas

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar