23 de abril de 2019, 14h37

Vitamina Golo dá músculo ao Benfica

Futebol

Com um registo goleador no Campeonato que não se via há 43 anos, o conjunto orientado por Bruno Lage ultrapassou o PSG e já tem a média mais concretizadora entre as 10 maiores ligas da Europa.

Os seis golos com que bateu o Marítimo na 30.ª jornada da Liga NOS catapultaram o Benfica para a melhor média de golos por jogo (2,9) entre as 10 maiores ligas da Europa, ultrapassando o Paris Saint-Germain (2,88).

Ao longo de 2018/19, o golo tem sido vitamina que alimenta e muscula o Benfica, líder do Campeonato a quatro jornadas do fim (75 pontos), mas o ímpeto e a eficácia cresceram desde que Bruno Lage assumiu a equipa em janeiro. Sob o comando deste técnico, de 42 anos, as águias já realizaram 15 partidas na Liga NOS e alcançaram 14 vitórias e um empate. Mas se estes números já são dignos de realce, mais são ainda os tentos apontados.

Com Bruno Lage, as águias voaram ainda mais alto e já festejaram 56 remates certeiros em 15 jogos do Campeonato, o que perfaz uma média de 3,7 por desafio. O registo total de 87 golos marcados em 30 jornadas é a melhor marca do Clube na Liga nos últimos 43 anos, desde 1975/76, quando os encarnados faturaram 94 tentos nos mesmos 30 encontros. Recordar, ainda, que o Benfica está a dois golos de superar a melhor marca global na Liga NOS no século XXI, que se cifra nos 88 remates certeiros (2015/16).

No top 10 do Velho Continente só os franceses do Paris Saint-Germain – já campeão – fazem sombra à turma lusa (média de 2,88 golos por desafio). Mais atrás seguem Bayern (Alemanha) com 2,63, Manchester City (Inglaterra) com 2,56, Barcelona (Espanha) com 2,52, Shakhtar Donetsk (Ucrânia) com 2,33, Galatasaray (Turquia) e Club Brugge (Bélgica) ambos com 2,14, Juventus (Itália) com 2,03 e Zenit (Rússia) com 1,79.

Benfica-Marítimo

Média de golos no top 10 europeu

Clube Jogos | Golos Média
BENFICA 30 | 87 2,9
Paris Saint-Germain 33 | 95 2,88
Bayern 30 | 79 2,63
Manchester City 34 | 87 2,56
Barcelona 33 | 83 2,52
Shakhtar Donetsk 24 | 56 2,33
Galatasaray 29 | 62 2,14
Club Brugge 35 | 75 2,14
Juventus 33 | 67 2,03
Zenit 24 | 43 1,79

Para estes números em muito ajudaram as 10 goleadas alcançadas pelo Benfica na Liga NOS, número igualado pelo Bayern na Bundesliga e apenas suplantado pelo PSG na Ligue 1 (13 goleadas). Da dezena de resultados volumosos conseguidos, sete surgiram sob o comando de Bruno Lage.

Individualmente, e apesar de Seferovic se destacar com 19 golos na Liga NOS, o que o coloca como o melhor marcador, há vários jogadores que têm mostrado estar de mira afinada. Até ao momento, cinco futebolistas do Benfica apontaram 10 ou mais golos na prova, o que constitui um recorde desde a longínqua temporada de 1959/60. João Félix, em época de estreia como sénior, com 13, Rafa com 12 e Jonas e Pizzi com 10 fecham o lote. No início da década de 1960 (há 59 anos...) foi a vez de José Augusto (19), José Águas (18), Cavém (13), Coluna (10) e Santana (10) fazerem história.

Porém, não é só no campeonato que as águias demonstram ter veia goleadora. Juntando todas as competições oficiais em que participaram em 2018/19 (Liga dos Campeões, Liga Europa, Taça de Portugal e Taça da Liga), têm 124 golos marcados em 56 partidas (média de 2,21), o que já coloca a atual época – ainda por terminar – entre as mais produtivas do século XXI, juntamente com 2009/10. Ficam para trás os 123 tentos de 2012/13, os 122 de 2015/16 e os 118 de 2016/17.

RESUMO DO ÚLTIMO JOGO

Texto: Marco Rebelo

Fotos: SL Benfica

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar