Futebol

14 agosto 2018, 21h40

Pizzi

O Benfica empatou no terreno do Fenerbahçe (1-1) e carimbou o passaporte para a próxima fase da Liga dos Campeões. Pizzi destacou a qualidade da exibição encarnada, perante um “adversário muito difícil”.

“A verdade é que nós estávamos preparados para este jogo, sobretudo para o ambiente que os adeptos do Fenerbahce fazem, e controlámos, desde o primeiro momento, a eliminatória. Sentimos que o jogo estava para nós e fizemos o golo. Nos últimos cinco minutos da primeira parte eles estiveram um bocadinho melhor e marcaram, mas nós continuámos fortes e, por isso, acabámos por passar a eliminatória”, analisou o internacional português.

“Ao longo destes jogos temos vindo a crescer e a evoluir, o que é normal porque estamos no início da época, há sempre coisas a melhorar. Hoje foi um excelente jogo da nossa parte, um jogo de Liga dos Campeões, em que tem de se ter muita cabeça e muita personalidade, ter bola, saber controlar os tempos do jogo, e acho que foi isso que fizemos. Tivemos pela frente um adversário muito difícil, num ambiente complicado e acho que a nossa equipa está de parabéns porque demonstrou acima de tudo muita personalidade”, destacou.

Fenerbahçe-Benfica

Foi aos 26 minutos, num lance de entendimento com Castillo, que Gedson rematou com precisão para o fundo das redes da baliza turca. Um golo que demonstra, segundo Pizzi, o sucesso da forte aposta na formação.

“É uma alegria enorme. Todos os jovens que estão na equipa B têm vindo a trabalhar muito bem, o Benfica está a apostar cada vez mais na formação e é um bom sinal. Estamos todos muito felizes, não só pelo Gedson, mas por todos os jogadores jovens que temos com qualidade no nosso plantel”, reforçou.

Ultrapassado o Fenerbahçe, segue-se mais um teste frente aos gregos do PAOK no play-off de acesso à fase de grupos da Liga dos Campeões.

“Agora o mais importante é descansar, pensar já no jogo com o Boavista – que também vai ser um encontro complicado, contra uma excelente equipa – e depois, mais para a frente, pensaremos no PAOK e nessa eliminatória”, afirmou o camisola 21.  

Depois de ter sido apontado a vários clubes europeus, Pizzi garante que está “muito feliz nesta casa”, onde tem “contrato até 2022”.

“Sempre fui muito acarinhado por toda a gente e obviamente que o meu desejo é ficar aqui”, assegurou.

Texto: Filipa Fernandes Garcia

Fotos: Isabel Cutileiro / SL Benfica

Última atualização: 17 de novembro de 2022

Patrocinadores principais do Futebol


Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar