15 de setembro de 2019, 17h58

🎥 Futebol feminino: estreia na Liga BPI com goleada

Futebol feminino

Na próxima jornada, a 2.ª, o Benfica visita a Ovarense.

RESUMO DO JOGO

Foi com 24 golos sem resposta que o Benfica se estreou no escalão máximo do futebol feminino português (Liga BPI), numa receção ao GDC A-dos-Francos no Estádio da Tapadinha.

Para a segunda partida oficial da temporada 2019/20, Luís Andrade promoveu apenas uma alteração em relação ao onze eleito na Supertaça: entrou Lúcia Alves para o lugar da brasileira Nycole.

Uma aposta que começou a dar frutos desde cedo. Logo aos 4 minutos de jogo, uma desatenção da defensiva da formação visitante permitiu a Lúcia Alves, oportuna, encostar de pé direito para o 1-0.

A partir daí foi sempre a somar. Sem dar hipótese ao adversário de chegar perto da baliza de Dani Neuhaus, aos 41 minutos o conjunto encarnado já vencia por 15-0, com golos de Darlene (5’), Cloe (10’, 18’, 20’ e 37'), Evy Pereira (11’, 17’ e 41'), autogolo (12’), Daiane (15’ e 21'), Yasmim (26'), Pauleta (29') e Sílvia Rebelo (30').

A fechar o primeiro tempo, já para lá do tempo regulamentar (45’+1’), grande penalidade assinalada a favor do Benfica por falta de Lara Batista sobre Lúcia Alves. Darlene, chamada a converter, não desperdiçou (16-0).

Antes do apito, houve ainda tempo para Andreia Faria (45’+3’) juntar também ela o nome à lista de marcadoras. Estava feito o 17-0 ao intervalo no Estádio da Tapadinha, que recebeu quase 400 adeptos. 

RESUMO DA 1.ª PARTE

A segunda parte começou tal como a primeira: golo de Lúcia Alves (18-0) logo no arrancar dos últimos 45 minutos (46').

Perante um GDC A-dos-Francos sem argumentos para contrariar a formação de Luís Andrade, as oportunidades sucediam-se e o Benfica ia ameaçando constantemente as redes da baliza de Patrícia Azevedo. 

Para o 24-0 final, contribuíram ainda no segundo tempo: Ana Vitória (52'), Lúcia Alves (59' e 78'), Cloe (63'), Darlene (73') e Geyse (90'+1'). 

Onze do Benfica: Dani, Daiane, Sílvia Rebelo, Raquel Infante (46' Geyse), Yasmin, Pauleta (46' Ana Vitória), Andreia Faria, Darlene, Evy Pereira (46' Catarina Amado), Cloe (65' Annaysa) e Lúcia Alves.

Suplentes não utilizadas: Dida, Ana Seiça e Patrícia Llanos.

DECLARAÇÕES

Luís Andrade (treinador do Benfica): "Entrámos bem, com o objetivo de marcar cedo e conseguimos, mas todos temos noção de que ambas as equipas têm metas diferentes. Há que dar os parabéns à equipa adversária, que se bateu com muita dignidade e valia. Da nossa parte, vamos continuar a perseguir os nossos objetivos. É graças ao empenho e trabalho diário das jogadoras que chegamos a um jogo como este e fazemos o que mais gostamos, que é jogar à bola e marcar golos."

Lúcia Alves (jogadora do Benfica): "Chegar ao Clube já era um sonho. O míster deu-me a oportunidade de jogar, como também já tinha acontecido na Supertaça, e eu queria mostrar trabalho. Temos objetivos e queremos atingi-los, respeitando o adversário e dando sempre o máximo."

Texto: Filipa Fernandes Garcia 

Fotos: Carolina Brito / SL Benfica

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar