13 de agosto de 2020, 12h15

Vinícius: "Estou muito feliz aqui no Benfica"

Futebol

Avançado brasileiro, melhor marcador da Liga NOS 2019/20, em entrevista ao jornal "A Bola".

ENTREVISTA

Foi com 19 golos apontados na Liga NOS que Vinícius conquistou o estatuto de melhor marcador da competição em 2019/20. A Bola de Prata foi agora entregue ao avançado brasileiro, que para a nova época promete continuar a dar "tudo".

Em entrevista ao jornal "A Bola", Vinícius, que na última jornada do Campeonato, com o golo frente ao Sporting, conseguiu superar Mehdi Taremi (Rio Ave) e o companheiro de equipa Pizzi, ambos com 18 remates certeiros, falou ainda do recomeço dos trabalhos, agora com Jorge Jesus ao leme da equipa.

Pela terceira vez consecutiva um jogador do Benfica venceu o prémio de melhor marcador da prova: Jonas em 2017/18, Seferovic em 2018/19 e Vinícius em 2019/20...

O que representa o prémio Bola de Prata?

Representa o trabalho de equipa feito, um objetivo concluído individualmente, mas se não fosse pelos meus colegas eu não conseguiria. Estou feliz, e este prémio é dedicado a eles também.

O que sentiu no momento em que recebeu o troféu?

Alegria. Fico muito feliz por ter terminado o Campeonato dando uma vitória à equipa. Os avançados vivem de golos e, querendo ou não, isto é sempre uma meta – ser o melhor marcador –, e graças a Deus fui feliz.

Vinícius Bola de Prata Jornal a Bola

Andou na "luta" com Pizzi pelo estatuto de melhor marcador. Havia algum tipo de conversa?

Foi uma disputa sã. Era uma disputa boa para o Benfica e fomos até à última… Isso é bom, mostra o plantel que temos, tanto que no meu último golo foi ele que fez a assistência… Quem ganha é o Benfica.

O que falaram depois dessa assistência e desse golo?

Eu agradeci pela assistência. O Pizzi é um grande jogador, já provou isso. E eu fico feliz por jogar ao lado dele, é um jogador com quem eu aprendo muito.

Vinícius Bola de Prata Jornal a Bola

Desses 19 golos na Liga NOS, há algum que tenha tido um sabor especial?

O do Vitória de Setúbal, em casa [7.ª jornada]. Voltei de uma lesão, entrei na segunda parte e marquei. Esse foi muito especial. Foi muito bom poder ajudar os meus companheiros com os três pontos.

Foi o melhor marcador do Campeonato, com 19 golos, logo na primeira época ao serviço do Benfica...

O primeiro ano é sempre de adaptação. Eu queria vir para aprender com os meus colegas, com a equipa técnica, mas claro que, como eu disse, os avançados vivem dos golos. O primeiro passo era ajudar a equipa com golos, mas, passados uns jogos, comecei a ter também como objetivo ser o melhor marcador. No futebol temos de estar sempre a provar, temos de o fazer a cada dia que passa. Comigo não foi nem vai ser diferente. Não é resposta a ninguém, se for uma resposta é a mim mesmo. Todos os dias eu tenho de melhorar.

Vinícius Bola de Prata Jornal a Bola

O que faltou coletivamente ao Benfica no final da época 2019/20 para a conquista do Campeonato?

Ser mais regular. É um sabor amargo, queremos ser sempre o melhor marcador, mas com títulos. O Benfica é de títulos, é para ganhar. Individualmente atingi aquilo que queria, mas coletivamente ficou um sabor amargo. Faltou a regularidade. Aprender com os erros, fazer o reset e avançar já para a próxima época, que já está a bater à porta. Isto é o futebol, é muito rápido.

Como tem sido este reinício com Jorge Jesus?

Um reinício forte, da forma como o míster gosta, sempre a pensar em ganhar. Isto é o Benfica. Estamos a preparar a época, muito fortes. O nosso treinador já tem bastante tempo no futebol, sabe muito e quero continuar a aprender, e juntos fazermos com que o Benfica ganhe.

Vinícius Bola de Prata Jornal a Bola

O que é que os benfiquistas podem esperar de Vinícius?

Podem esperar vontade, acima de tudo, e querer ganhar. Estando no Benfica não podemos pensar noutra coisa senão em sermos Campeões. A equipa fez o reset e começou com toda a força e focada nisso, em dar alegrias aos nossos adeptos. Estou muito feliz aqui no Benfica, que é um grande clube europeu e mundial. A minha família também está feliz e eu só penso em começar a época e dar alegrias aos benfiquistas. Tenho o meu contrato com o Benfica, a minha família está feliz e é neste clube que eu penso.

Vai lutar para conquistar mais troféus como esse [Bola de Prata]?

Agora há mais responsabilidade, querendo ou não. Se sou o melhor marcador, na época seguinte tenho de provar porque é que fui o melhor marcador. É trabalhar mais todos os dias, dar respostas a mim mesmo e continuar a lutar para voltar a repeti-lo. Fico muito contente de ter sido logo na primeira época o melhor marcador e continuar a defender as cores do Benfica.

Texto: Filipa Fernandes Garcia

Fotos: Tânia Paulo / SL Benfica

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar