12 de janeiro de 2020, 17h10

🎥 Ponta final merecia melhor sorte

Futebol feminino

O Benfica empatou com o Sporting na 1.ª jornada da Taça da Liga de futebol feminino.

RESUMO DO JOGO

A equipa de futebol feminino do Benfica, comandada por Luís Andrade, empatou nesta tarde de domingo com o Sporting (2-2) na 1.ª jornada da Taça da Liga. Um jogo de emoções fortes, homenagens e ainda uma ponta final que poderia ter rendido outro resultado.

Antes do pontapé de saída do dérbi respeitou-se um minuto de silêncio em memória de Paulo Gonçalves. O piloto, que foi parceiro do Benfica durante vários anos, faleceu neste domingo (12 de janeiro) após um acidente no Rali Dakar.

Ao terceiro minuto de jogo Dani Neuhaus cometeu falta sobre Raquel Fernandes no interior da área e a árbitra do encontro apontou para a marca de grande penalidade. A capitã Nevena assumiu a responsabilidade e aos 4' atirou a contar. Bola para um lado e guarda-redes para o outro (0-1).

GOLO: 0-1

As águias estavam a apostar num jogo com transições mais rápidas. Exemplo disso foi a arrancada veloz de Cloé Lacasse pelo flanco esquerdo. A n.º 20 benfiquista meteu a quinta, ultrapassou a adversária direta, mas não conseguiu definir da melhor maneira.

Aos 21' o Benfica dispôs de uma oportunidade clara de golo através de um livre direto. Daiane desferiu um potente remate em arco, contudo, a guardiã Inês Pereira estava atenta, estirou-se e negou o golo da igualdade com uma excelente defesa.

Cloé Lacasse era uma das jogadoras mais esclarecidas do lado encarnado. Aos 28' voltou a fazer uma das suas habituais arrancadas, desta vez pelo centro do terreno, e depois efetuou um passe em profundidade para a desmarcação de Darlene. A capitã das águias foi até ao fim, não desistiu, mas no momento do remate a central leonina colocou o pé e afastou o perigo.

Depois da grande penalidade o Sporting não mais levou o perigo junto da baliza de Dani Neuhaus no primeiro tempo. As verde e brancas optavam por trocar a bola na zona mais recuada do terreno sem progredir.

Golo Benfica Dedicado a Paulo Gonçalves

Aos 39' chegou o golo da igualdade! Nycole bateu o canto do lado direito, Raquel Infante ganhou o primeiro duelo, colocou em Pauleta, e a camisola 21 encostou para o fundo da baliza à guarda de Inês Pereira (1-1). No momento dos festejos o piloto Paulo Gonçalves não foi esquecido. Pauleta correu até ao banco de suplentes e fez questão de erguer uma camisola do Benfica com o nome Speedy (alcunha pela qual o piloto era conhecido) e o número 40 (alusivo à idade do malogrado motard).

GOLO: 1-1

Até ao final da 1.ª parte não surgiram mais ocasiões de perigo. As jogadoras recolheram aos balneários e o resultado ao intervalo era de 1-1.

RESUMO DA 1.ª PARTE

No começo da 2.ª parte foram as águias a criar o primeiro lance de algum frisson. Darlene conduziu o esférico e executou um passe açucarado para a corrida de Nycole. A jogadora encarnada aguentou a carga, continuou a avançar, mas a tentativa de desvio para a baliza adversária foi travada pela guarda-redes Inês Pereira.

As jogadoras leoninas estavam mais subidas no terreno de jogo neste segundo tempo e aos 53' chegaram ao golo da vantagem (1-2). Diana Silva aproveitou o corte incompleto de Andreia Faria e, com o seu pé esquerdo, conseguiu um golo de belo efeito. Um remate em arco com o esférico a entrar junto ao poste esquerdo da baliza encarnada.

GOLO: 1-2

Aos 62' Luís Andrade decidiu refrescar a zona nevrálgica do terreno. Andreia Faria saiu com algumas queixas físicas e para o seu lugar entrou Francisca Nazareth. Kika, nome pelo qual é conhecida no mundo do futebol, foi muito incentivada na altura de entrar em campo pelos cerca de 1500 adeptos presentes nas bancadas do Estádio da Tapadinha

Kika entrou e mexeu mesmo com o jogo. Nycole colocou para a bola para a zona central e Francisca Nazareth fez um passe com conta, peso e medida que rasgou por completo a defesa adversária. Cloé correu para o esférico, mas foi travada em falta pela defesa do Sporting no interior da área. Catarina Campos mostrou o cartão vermelho a Carole Costa, assinalou grande penalidade e Darlene não perdoou. Um remate potente sem hipótese de defesa (2-2 aos 74'). 

GOLO: 2-2

Após o golo o técnico encarnado decidiu arriscar ainda mais e retirou Yasmim do desafio. Lúcia Alves foi a peça escolhida para tentar agitar ainda mais o jogo ofensivo do Clube da Luz. O Benfica continuava a carregar e os adeptos presentes nas bancadas estiveram perto de assistir a um golo de bandeira aos 82'. Pauleta rematou forte, do meio da rua, e o esférico passou a escassos centímetros do poste esquerdo da baliza.

Patrícia Llanos também foi a jogo, tendo substituído Ana Vitória. As águias tentavam o tudo por tudo, canalizando jogo por todas as zonas ofensivas possíveis. Ataques da direita, da esquerda e pelo centro. Darlene aos 90'+2' desferiu um potente remate de fora da área que acabou por passar ao lado, não levando o perigo desejado.

Até ao final não surgiram mais lances de perigo e a árbitra apitou para o término do desafio. Resultado: 2-2.

No jogo da próxima jornada (2.ª) da Taça da Liga feminina, que se vai disputar no dia 1 de fevereiro às 17h30, o Benfica desloca-se ao Minho para defrontar o SC Braga.

DECLARAÇÕES

Luís Andrade Benfica-Sporting

Luís Andrade (treinador do Benfica): "Foi um jogo muito competitivo entre duas equipas que gostam de jogar à bola, com sistemas idênticos, mas primeiro temos de dar os parabéns à Federação Portuguesa de Futebol por mais uma taça [Taça da Liga] e mais jogos competitivos. Entrámos mal na partida e corremos atrás do prejuízo. Na parte final só deu Benfica. Um Benfica que queria ganhar e um Sporting que queria que o tempo passasse o mais depressa possível."

Pauleta Benfica-Sporting

Pauleta (jogadora do Benfica): "A grande penalidade sofrida fez com que tivéssemos de ir atrás do jogo, quisemos ter a bola, fomos para cima delas, remetemos o Sporting à sua zona defensiva, tentámos fazer o golo e tivemos várias oportunidades. Não conseguimos, mas a nossa prestação foi muito boa e temos de estar contentes. Estiveram em campo duas grandes equipas e neste jogo conseguimos mostrar que o futebol feminino merece ser visto, porque é um grande espetáculo."

Benfica-Sporting, 2-2

FICHA  
Local Estádio da Tapadinha
Onze inicial do Benfica Dani Neuhaus, Daiane, Sílvia Rebelo, Raquel Infante, Yasmim, Pauleta, Andreia Faria, Ana Vitória, Cloé Lacasse, Darlene e Nycole
Suplentes Dida, Ana Seiça, Patrícia Llanos, Lúcia Alves, Francisca "Kika" Nazareth, Catarina Amado e Beatriz Cameirão
Ao intervalo 1-1
Marcadoras dos golos do Benfica Pauleta (39') e Darlene (74')
Marcha do marcador 0-1, 1-1, 1-2 e 2-2

Texto: Diogo Nascimento

Fotos: David Martins / SL Benfica

PATROCINADORES MODALIDADES


Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar