3 de julho de 2019, 19h32

Obrigado, João Félix!

Futebol

O jovem formado no Caixa Futebol Campus despede-se do Benfica e viaja até à capital espanhola para representar o Atlético de Madrid.

João Félix, de 19 anos, transfere-se do Sport Lisboa e Benfica para o Atlético de Madrid. O avançado despede-se de uma casa que o recebeu em 2015/16 e que o revelou à alta-roda do futebol europeu.

Nascido em Viseu, João Félix sempre viveu rodeado de futebol. O pai, Carlos Sequeira, é preparador físico e o irmão mais novo, Hugo Félix, joga nos Iniciados das águias. Os primeiros pontapés na bola foram dados aos 8 anos, n’Os Pestinhas. Seguiram-se FC Porto e Padroense antes de viajar até ao Seixal.

Chegou ao Caixa Futebol Campos com 15 anos e arrancou logo nos Juvenis. Representou, ainda, os Juniores – sagrou-se campeão em 2017/18 – e a equipa B, onde fez a sua estreia como sénior em 2016/17. Decorria a 7.ª jornada da II Liga (Freamunde-Benfica B) quando Hélder Cristóvão o lançou aos 83’. Estava dado o mote para o que se seguiria…

Benfica-Sporting

Talento à solta na equipa principal

A jogar sempre uns patamares acima da idade, João Félix sempre mostrou um talento superlativo e acima da média. O Clube e os treinadores sabiam-no, e hoje também sabe toda a Europa. O Atlético de Madrid tomou a dianteira, pagou o valor fixado pela cláusula de rescisão e assegurou os seus serviços.

No início de 2018/19, dando seguimento à aposta do Benfica nas pérolas saídas do Caixa Futebol Campus, o avançado teve a sua oportunidade na equipa principal e correspondeu.

Da estreia ao golo distou uma semana. A 18 de agosto de 2018, entrou aos 88’ no Boavista-Benfica (2.ª jornada da Liga NOS); na ronda seguinte, no dérbi com o Sporting no Estádio da Luz, entrou aos 71’ e faturou aos 86’.

Arrepiei-me. Acho que qualquer um se arrepiava. É a consequência do meu trabalho, tenho trabalhado para isso, para jogar. Tenho de agradecer a aposta que têm feito em mim, eu tenho correspondido e quero continuar a corresponder para ter mais oportunidades destas”, admitiu na altura, logo após o apito final do desafio com o Sporting. Foi o primeiro de três golos sob a liderança técnica de Rui Vitória.

Classico

A afirmação com Bruno Lage

Em janeiro houve mudança de treinador e de sistema tático nos encarnados. Com o novo 4x4x2, João Félix assumia lugar na frente de ataque juntamente com Seferovic, e mostrou logo ao que ia. Bis e triunfo com o Rio Ave, por 4-2.

Com o novo técnico, apontou 17 golos em 29 jogos em todas as provas, destacando-se neste caminho o hat-trick ao Eintracht Frankfurt, na primeira mão dos quartos de final da Liga Europa. A exibição de encher o olho do talento benfiquista não deixou ninguém indiferente e foi reproduzida na Comunicação Social internacional.

A temporada de estreia na principal equipa do Clube terminou em beleza, com 20 golos e oito assistências em 43 jogos. Sagrou-se Campeão Nacional e conquistou a Liga das Nações pela Seleção Nacional, alcançando nesta final four a primeira internacionalização A.

Texto: Marco Rebelo

Fotos: Arquivo / SL Benfica

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar