Clube

31 maio 2021, 15h14

COVID-19 no mundo

[EM ATUALIZAÇÃO]

A pandemia COVID-19 parou e mudou o mundo desportivo, financeiro, económico e político. Acompanhe aqui as principais informações do que se passa em Portugal e também além-fronteiras.

Ler mais AQUI.

31 DE MAIO

DGS, relatório de situação, COVID-19

PORTUGAL: SIC Notícias [14h09] | 435 novos casos de infeção. "Portugal contabiliza nesta segunda-feira duas mortes e 435 novos casos de COVID-19, segundo o relatório diário da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Desde o início da pandemia, Portugal já registou 17 025 mortes e 849 093 casos de infeção pelo vírus SARS-CoV-2, estando esta segunda-feira ativos 22 933 casos, mais 111.

O boletim da DGS revela que estão internados 283 doentes, mais 12 do que no domingo. Nos cuidados intensivos estão 52 doentes, menos 2.

Os dados indicam ainda que mais 322 doentes foram dados como recuperados, fazendo subir para 809 135 o número total de recuperados desde o início da pandemia em Portugal, em março de 2020. As autoridades de saúde têm sob vigilância 24.126 contactos, mais 279 relativamente ao dia anterior.

A incidência nacional é de 63,3 casos de infeção por 100 000 habitantes e a do continente é de 60,4 casos por 100 000 habitantes. O R(t) nacional é de 1,07 e do continente é de 1,06."

30 DE MAIO

Boletim DGS

PORTUGAL: Rádio Renascença [14h01] | 445 novos casos em 24 horas sem óbitos. "Portugal regista, neste domingo, mais 445 casos de Covid-19 do que no sábado e mais 27 doentes internados com a doença. Nos cuidados intensivos estão mais cinco infetados com o novo coronavírus.

Segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS), a região de Lisboa e Vale do Tejo volta a liderar o aumento de infeções, mas a menor distância do Porto: mais 185 e 160, respetivamente.

A Madeira é a região onde foram detetados menos novos casos nas últimas 24 horas: 10. Pelo meio fica a região Centro (mais 31), os Açores (28), o Algarve (17) e o Alentejo (14).

Em termos etários, foi na faixa dos 20-29 que se verificou a maior subida do número de casos.

Neste segundo dia consecutivo sem mortes a registar, há 256 pessoas dadas como recuperadas. O número de casos ativos no país aumentou em 189, para um total de 22 822.

No que toca à matriz de risco, a incidência de Covid-19 está, neste momento nos 59,6 casos por 100 mil habitantes em termos nacionais, baixando para 56,0 casos/100 000 habitantes se retirarmos as regiões autónomas.

O índice de transmissibilidade - o R(t) está nos 1,07 (com e sem ilhas)."

29 DE MAIO

Boletim da DGS

PORTUGAL: Expresso [14h26] | Nenhuma morte e 609 casos positivos em Portugal. "O boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS) com a situação epidemiológica em Portugal deste sábado revela que não houve mortes por COVID-19. Os dados confirmam que há 609 casos positivos.

Há pessoas 244 internados, menos duas do que no dia anterior e 49 nas unidades de casos intensivos, menos três do que na sexta-feira.

A DGS revela ainda que existem 510 casos recuperados da doença. Neste momento, registam-se 22 633 casos ativos em Portugal.

O R(t) mantém-se inalterado quer no Continente, quer na globalidade do território nacional, travando a tendência de crescimento que vinha a verificar-se nas últimas duas semanas. O índice de transmissibilidade é, tal como na sexta-feira, de 1,07 no Continente e na globalidade do território nacional.

A incidência também se mantém inalterável em relação ao dia anterior: é de 59,6 no território nacional e de 56 no continente.

Em relação ao total de casos por região, verifica-se que Lisboa e Vale do Tejo regista mais de metade dos casos positivos deste sábado (+327 casos). Segue-se a região Norte, com mais 164 casos, a zona centro com mais 52 casos, o Algarve com mais 19 e o Alentejo com mais 12 casos."

28 DE MAIO

DGS, relatório de situação, covid-19

PORTUGAL: Expresso [13h48] | R(t) mantém-se e incidência sobe; há 598 novos casos e um morto nas últimas 24 horas. "Há uma morte a assinalar por COVID-19 nas últimas 24 horas em Portugal, bem como 598 novos casos e 515 recuperações. O boletim da DGS desta sexta-feira dá ainda conta de 246 doentes internados, mais 13 do que na véspera.

O R(t) mantém-se inalterado no Continente e na globalidade do território nacional, revela o boletim desta sexta-feira da Direção-Geral da Saúde (DGS), travando a tendência de crescimento que vinha a verificar-se nas últimas duas semanas. O índice de transmissibilidade é, tal como na quarta-feira, de 1,07 no Continente e na globalidade do território nacional.

A incidência, em contrapartida, cresceu: é agora de 59,6 no território nacional e de 56 no continente (está mais próximo de metade da linha vermelha dos 120). Os valores eram de 57,8 e de 54,4, respetivamente, na quarta-feira, mas a 15 de março eram muito superiores: 96 e 84,2.

Segundo o boletim da DGS desta sexta-feira, importa ainda assinalar que o concelho de Lisboa ultrapassou a linha vermelha das 120 infeções por 100 mil habitantes, encontrando-se atualmente com uma incidência de 153 casos por 100 mil habitantes.

Em relação ao número de novos casos diários, este é o mais alto desde 22 de abril, quando se registaram 636 infetados. É também um valor que supera as 559 infeções diagnosticadas na sexta-feira passada, e está ainda acima da média dos últimos sete (473,7) e dos últimos 30 dias (401,4).

Quanto aos doentes internados nos hospitais nacionais, há hoje mais 13, colocando o total de internamentos nos 246. Já em Unidades de Cuidados Intensivos há menos uma pessoa internada (total: 52). É o número mais baixo do ano e iguala o valor registado a 9 de setembro de 2020."

27 DE MAIO

DGS, relatório de situação COVID-19

PORTUGAL: SIC Notícias [14h05] | 572 novos casos de infeção. "Portugal regista nesta quinta-feira 572 novos casos de COVID-19, segundo o relatório diário da Direção-Geral da Saúde (DGS). Não se registou qualquer óbito.

Desde o início da pandemia, Portugal já registou 17 022 mortes e 847 006 casos de infeção pelo vírus SARS-CoV-2, estando esta quinta-feira ativos 22 452 casos, mais 105 em relação a quarta-feira.

O boletim da DGS revela que estão internados 233 doentes. Nos cuidados intensivos estão 53 doentes. Em ambos os casos, os mesmos valores de ontem.

Os dados indicam ainda que mais 467 doentes foram dados como recuperados, fazendo subir para 807 532 o número total de recuperados desde o início da pandemia em Portugal, em março de 2020.

As autoridades de saúde têm sob vigilância 21 834 contactos, mais 1221 relativamente ao dia anterior.

A incidência nacional é de 57,8 casos de infeção por 100 000 habitantes e a do continente é de 54,4 casos/mil habitantes. O R(t) nacional e do continente é de 1,07."

26 DE MAIO

DGS, relatório de situação COVID-19

PORTUGAL: TVI24 [14h02] | 594 novos casos de infeção. "Portugal regista nesta quarta-feira mais uma morte e 594 novos casos de COVID-19, segundo o boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS).

O índice de transmissibilidade voltou a subir, situando-se agora em 1,07 em todo o território, quando antes era de 1,06. A incidência subiu também, com 57,8 casos por 100 mil habitantes a nível nacional e 54,4 no continente. Os dados anteriores apontavam uma incidência de 55,6 e 52,5, casos por 100 mil habitantes, respetivamente.

Dos 594 novos casos confirmados de infeção, 280 foram registados na região de Lisboa e Vale do Tejo, o que representa quase metade do total.

Segundo o boletim epidemiológico da DGS, o número de doentes internados em enfermaria continua a diminuir, havendo menos quatro que na terça-feira, para um total de 233.

Quanto aos internamentos em unidades de cuidados intensivos, há mais um doente internado (53) do que na véspera. O óbito ocorreu na Madeira.

Os dados mostram ainda que houve uma inversão nos casos ativos de infeção, com um aumento de mais 176, para um total de 22 347.

Nas últimas 24 horas foram dadas como recuperadas mais 417 pessoas, totalizando 807 065 desde o início da pandemia.

As autoridades de saúde têm hoje mais 762 contactos em vigilância do que na terça-feira, totalizando 20 613.

Segundo os últimos dados da DGS, Portugal tem mais de cinco milhões de pessoas vacinadas (5 078 712) contra a COVID-19, das quais 1 572 242 já estão imunizadas com as duas doses."

25 DE MAIO

DGS, relatório de situação COVID-19

PORTUGAL: SIC Notícias [14h05] | 375 novos casos de infeção. "Portugal regista nesta terça-feira mais 3 mortes e 375 novos casos de COVID-19, segundo o relatório diário da Direção-Geral da Saúde (DGS).

As mortes registadas ocorreram na região Norte, na região Centro e nos Açores. Quanto aos novos casos, dos 375 registados pela DGS, a região de Lisboa e Vale do Tejo representa quase metade do total, com 175.

Desde o início da pandemia em Portugal já morreram 17 021 pessoas com a doença e foram identificados 845 840 casos de infeção pelo vírus SARS-CoV-2, estando esta terça-feira ativos 22 171 casos, menos 297 em relação a segunda-feira.

O boletim da DGS revela que estão internados 237 doentes, menos 2 do que no dia anterior. Nos cuidados intensivos estão 52 doentes, menos 5.

Os dados indicam ainda que mais 669 doentes foram dados como recuperados, fazendo subir para 806 648 o número total de recuperados desde o início da pandemia em Portugal, em março de 2020. As autoridades de saúde têm sob vigilância 19 851 contactos, mais 263 relativamente ao dia anterior."

24 DE MAIO

DGS, relatório de situação COVID-19

PORTUGAL: TVI24 [14h02] | Transmissibilidade, incidência e internamentos voltam a subir. "Portugal regista nesta segunda-feira mais uma morte e 241 novos casos de COVID-19, segundo o boletim divulgado pela Direção-Geral da Saúde (DGS).

Os parâmetros de transmissibilidade e de incidência voltaram a subir. O R(t) vai já em 1,06 em todo o território, quando era de 1,03 no último balanço. A incidência subiu para 55,6 e 52,5 casos por 100 mil habitantes a nível nacional e continental, respetivamente. Anteriormente esses valores estavam em 49,5 e 52,6.

O número de doentes internados também registou uma subida, passando para 239, com mais 19 doentes hospitalizados. Apesar disso, uma pessoa deixou os cuidados intensivos, num total que é agora de 57."

23 DE MAIO

DGS, relatório de situação COVID-19

PORTUGAL: Rádio Renascença [14h02] | Dois dias sem mortes, pela primeira vez desde o início da pandemia. "Portugal volta a registar, neste domingo, um dia sem óbitos por COVID-19. São dois dias seguidos sem mortes a registar, facto que acontece pela primeira vez desde 16 de março, dia em que se registou o primeiro óbito em Portugal.

O boletim epidemiológico divulgado pela Direção-Geral da Saúde (DGS) revela ainda 413 novos casos de infeção em 24 horas.

Já o número de casos ativos e o número de internamentos voltaram a subir. Há, agora, 220 pessoas internadas nos hospitais com COVID-19, mais dez do que ontem. Dessas, 58 encontram-se em cuidados intensivos, menos uma pessoa do que no sábado. No que diz respeito ao número de ativos, existem neste momento em Portugal 22 515 pessoas com COVID-19, mais 187 casos que ontem, sábado.

Lisboa e Vale do Tejo é a região com mais casos: 169 novos casos, o que representa 40,92% do valor total em Portugal. O Norte representa, com 122 casos, 29,54% dos casos, o Centro regista 43 casos (10,41%), Algarve tem 25 casos (6,05%), e o Alentejo 19 (4,60%). Já a Madeira tem 13 casos (3,15%) e os Açores 22 casos (5,33%)."

22 DE MAIO

DGS, relatório de situação, COVID-19

PORTUGAL: SIC Notícias [14h09] | 523 novos casos de infeção. "Portugal não regista mortes neste sábado, mas contabiliza 523 novos casos de COVID-19, segundo o relatório diário da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Desde o início da pandemia, Portugal já registou 17 017 mortes e 844 811 casos de infeção pelo vírus SARS-CoV-2, estando neste sábado ativos 22 328 casos, mais 41 em relação a ontem.

O boletim da DGS revela que estão internados 210 doentes, mais 3 do que na sexta-feira. Nos cuidados intensivos estão 59 doentes, mais 4.

Os dados indicam ainda que mais 482 doentes foram dados como recuperados, fazendo subir para 805 466 o número total de recuperados desde o início da pandemia em Portugal, em março de 2020.

As autoridades de saúde têm sob vigilância 19 541 contactos, mais 131 relativamente ao dia anterior.

A incidência nacional é de 52,6 casos de infeção por 100 000 habitantes e a do continente é de 49,5 casos/mil habitantes.

O R(t) nacional e do continente é de 1,03.

Na região de Lisboa e Vale do Tejo foram notificadas 196 novas infeções, contabilizando-se até agora 319 180 casos e 7211 mortos.

A região Norte tem hoje 161 novas infeções por SARS-CoV-2, totalizando 339 174 casos de infeção e 5352 mortes desde o início da pandemia.

Estas duas regiões têm 68,2% do total de novas infeções nas últimas 24 horas.

Na região Centro registaram-se mais 43 casos, acumulando-se 119 490 infeções e 3020 mortos.

No Alentejo foram assinalados mais 37 casos, totalizando 30 056 infeções e 971 mortos desde o início da pandemia.

Na região do Algarve o boletim de hoje revela que foram registados 21 casos, acumulando-se 22 103 infeções e 363 mortos.

A região Autónoma da Madeira registou 31 novos casos, contabilizando 9601 infeções e 68 mortes devido à COVID-19 desde março de 2020.

Os Açores têm hoje 34 novos casos e contabilizam 5187 casos e 32 mortos desde o início da pandemia, segundo a DGS."

21 DE MAIO

DGS, relatório de situação, COVID-19

PORTUGAL: TVI24 [14h02] | 599 novos casos de infeção e subida no Rt. "Portugal registou nesta sexta-feira três mortes atribuídas à COVID-19, 559 novos casos de infeção pelo coronavírus SARS-CoV-2, e nova descida nos internamentos em enfermaria e cuidados intensivos, indica a Direção-Geral da Saúde (DGS).

O índice de transmissibilidade (Rt) subiu para 1,03, assim como a incidência de casos de infeção por 100 000 habitantes nos últimos 14 dias, que aumentou para 52,6.

Desde o dia 12 de maio que o Rt nacional regista uma subida, estando acima de 1 desde 17 de maio.

Os números anteriores destes indicadores, divulgados na quarta-feira, indicavam um Rt de 1,02 e uma incidência de 51,4 casos por 100 000 habitantes.

Os dados do Rt e da incidência são atualizados à segunda-feira, quarta-feira e sexta-feira.

Estes indicadores – o índice de transmissibilidade do vírus e a taxa de incidência de novos casos de COVID-19 – são os dois critérios definidos pelo Governo para avaliar o processo de desconfinamento iniciado a 15 de março.

De acordo com o boletim epidemiológico da DGS, estão internados em cuidados intensivos 55 doentes, menos três do que na quinta-feira. Quanto aos internamentos em enfermaria, os dados oficiais indicam que estão hoje internados 207 doentes, menos um.

Desde o início da pandemia Portugal já contabilizou 844 288 casos confirmados de infeção pelo novo coronavírus e 17 017 mortes."

20 DE MAIO

DGS, Covid-19, relatório de situação

PORTUGAL: Rádio Renascença [14h04] | 451 novos casos de infeção. "Nas últimas 24 horas, Portugal registou mais um morto e 451 infetados com COVID-19.

O boletim diário da Direção-Geral da Saúde (DGS) indica também que o valor do R mantém-se inalterado relativamente a ontem (1,02 a nível nacional, 1,01 no continente).

A única vítima mortal registou-se em Lisboa e Vale do Tejo.

Quanto aos novos casos, por região, a região Norte lidera com 172 casos, seguida de Lisboa e Vale do Tejo com 159. O Centro regista 59 novos casos, o Algarve 18 e o Alentejo 10. Nas regiões autónomas, os Açores têm 22 novos casos e a Madeira metade (11).

O número de casos ativos subiu esta quinta-feira para 22 193 (mais 104 do que ontem). Quanto ao número de internados, mantém-se a tendência de descida com 208 doentes com COVID-19 nos hospitais, menos três do que ontem, dos quais 58 em cuidados intensivos (mais dois do que ontem).

Desde o início da pandemia, Portugal já registou 843 729 casos positivos da doença, dos quais 17 014 morreram e 804 522 conseguiram recuperar.

Ainda segundo informação da DGS, foram administradas até ao momento 4 673 916 doses de vacina contra a Covid, sendo que 1 417 264 pessoas já têm duas doses da vacina e 3 256 652 têm uma dose."

19 DE MAIO

DGS, relatório de situação, COVID-19

PORTUGAL: SIC Notícias [14h02] | 511 novos casos de infeção. "Portugal contabiliza nesta quarta-feira mais duas mortes e 511 novos casos de COVID-19, segundo o relatório diário da Direção-Geral da Saúde (DGS).

As duas mortes ocorreram nas regiões Norte e Centro.

Desde o início da pandemia, Portugal já registou 17 013 mortes e 843 278 casos de infeção pelo vírus SARS-CoV-2, estando nesta quarta-feira ativos 22 089 casos, mais 92 em relação a ontem.

O boletim da DGS revela que estão internados 211 doentes, menos 22 do que na terça-feira.

Nos cuidados intensivos estão 56 doentes, menos 10.

Os dados indicam ainda que mais 417 doentes foram dados como recuperados, fazendo subir para 804 176 o número total de recuperados desde o início da pandemia em Portugal, em março de 2020.

As autoridades de saúde têm sob vigilância 18 413 contactos, mais 37 relativamente ao dia anterior.

A incidência nacional é de 51,4 casos de infeção por 100 000 habitantes e a do continente é de 48,3 casos/mil habitantes.

O R(t) nacional é de 1,02 enquanto o do continente é de 1,01.

Os números anteriores destes indicadores, divulgados na segunda-feira, indicavam um Rt de 1 e uma incidência de 50,5 casos por 100 000 habitantes.

Estes indicadores são os dois critérios definidos pelo Governo para avaliar o processo de desconfinamento iniciado a 15 de março."

18 DE MAIO

DGS, relatório de situação, COVID-19

PORTUGAL: TVI24 [14h01] | 386 casos de infeção nas últimas 24 horas. "Portugal registou, nesta terça-feira, mais dois mortos e 386 casos de COVID-19, de acordo com o último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS).

As duas mortes ocorreram na região de Lisboa e nos Açores. São dois doentes do sexo masculino, nas faixas etárias 30-39 e 40-49 anos.

Nas últimas 24 horas há menos 13 doentes internados em enfermarias, para um total de 233, dos quais 66 estão em cuidados intensivos (menos seis que no dia anterior).

Quatro dias depois, o país volta a estar abaixo dos 22 000 casos ativos, com 21 997, menos 184. Há, também, menos 129 pessoas em contactos de vigilância com as autoridades de saúde, com os casos suspeitos a descerem para 18 376.

Mais 568 doentes recuperaram da doença, elevando o total de recuperados para 803 759.

Desde o início da pandemia já morreram 17 011 pessoas das 842 767 infetadas.

Segundo, ainda, a DGS, 4 515 124 milhões de portugueses foram já vacinados contra a COVID-19: 3 147 970 com a primeira dose e 1 367 154 com a segunda."

17 DE MAIO

Boletim DGS

PORTUGAL: Rádio Renascença [14h04] | R volta a subir para 1. Mais dois mortos e 199 infetados com Covid-19. "O relatório da Direção-Geral da Saúde (DGS) refere que nas últimas 24 horas houve mais dois mortos e 199 infetados com Covid-19, em Portugal. O documento indica ainda que valor de transmissibilidade da doença voltou a subir para 1 a nível nacional, estando a 0,99 no continente.

Também a incidência de casos de infeção por 100 000 habitantes nos últimos 14 dias aumentou duas décimas para 50,5.

As duas vítimas mortais registaram-se uma no Norte e outra em Lisboa e Vale do Tejo.

A região de Lisboa e Vale do Tejo tem agora quase metade dos novos casos (90), seguida do Norte, com 59 novas infeções, 20 no Centro, nove no Algarve, cinco no Alentejo e oito em cada região autónoma.

O número de internados com Covid-19 nos hospitais portugueses é agora de 246, mais um do que ontem, dos quais 72 em cuidados intensivos (menos quatro do que ontem).

Desde o início da pandemia, Portugal já registou 842 381 casos da doença, dos quais 17 009 faleceram e 803 191 conseguiram recuperar.

Ainda segundo informação da DGS, até agora foram administradas 4 446 654 doses de vacinas, sendo que 1 346 459 pessoas já têm duas doses e 3 100 195 pessoas têm uma dose."

16 DE MAIO

Boletim DGS

PORTUGAL: RTP [14h02] | Mais um óbito e 334 novos casos confirmados. "Portugal registou mais uma morte e 334 novos casos nas últimas 24 horas. Houve ainda 229 casos recuperados.

No total, desde início da pandemia, o país contabiliza 17 007 mortes e 842 182 casos, dos quais 802 900 já foram dados como recuperados.

Há registo nesta altura de 22 275 casos ativos.

Quanto aos internamentos, houve um aumento significativo: mais 22 pessoas foram internadas em enfermaria e mais cinco foram internadas nos cuidados intensivos.

Há nesta altura 245 pessoas internadas em enfermaria e 76 pessoas internadas nos cuidados intensivos em todo o país."

15 DE MAIO

DGS, relatório de situação, COVID-19

PORTUGAL: TVI24 [14h03] | Internados voltam a descer. "Portugal regista neste sábado mais sete mortes e 469 novos casos de COVID-19, segundo o boletim divulgado pela Direção-Geral da Saúde (DGS). Depois de um dia sem óbitos, o país voltou a registar falecimentos, ultrapassando assim as 17 mil vítimas mortais desde março de 2020.

Nos hospitais estão internadas 223 pessoas (menos 13 nas últimas 24 horas), das quais 71 estão em unidades de cuidados intensivos (menos 1).

Foram dadas como recuperadas mais 386 pessoas, totalizando agora 802 671 desde o início da pandemia.

As autoridades de saúde mantêm em vigilância 18 793 contactos, menos 174 do que na sexta-feira.

O número de casos ativos aumentou em 76 desde sexta-feira, contando-se agora 22 171.

Desde o primeiro caso de infeção pelo SARS-CoV-2, em Portugal, em março de 2020, foram contagiadas 841 848 pessoas, das quais 17 006 morreram com COVID-19.

Segundo a DGS, Portugal tem 4 252 647 pessoas vacinadas contra a COVID-19, das quais 1 195 927 já estão imunizadas com as duas doses.

O índice de transmissibilidade (Rt) do coronavírus SARS-Cov-2 em Portugal subiu na sexta-feira para os 0,95, enquanto a incidência de casos de infeção por 100 000 habitantes nos 14 dias anteriores desceu para 50,3."

14 DE MAIO

Boletim DGS

PORTUGAL: RTP [14h25] | 450 novos casos. Não há óbitos a registar. "Portugal voltou a registar zero óbitos associados à Covid-19. Nas últimas 24 horas, foram confirmadas mais 450 infeções. É a quinta vez que Portugal não tem registo de mortes relacionadas com a doença da Covid-19.

De acordo com o último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde, existem hoje 236 doentes internados em enfermaria (menos oito do que no dia anterior) e 72 em unidades de cuidados intensivos (mais dois do que na véspera).

Do total de novos casos, 157 foram registados na região norte, 141 em Lisboa e Vale do Tejo, 32 no Algarve, 29 no Alentejo e 28 no centro. Foram ainda confirmados 34 casos na Madeira e 29 nos Açores.

Há ainda a reportar hoje mais 324 recuperados, para um total de 802 285. Atualmente existem 22 095 casos ativos (mais 126 do que na véspera) e 18 967 contactos em vigilância (menos 144).

Desde que foi identificado o primeiro caso de Covid-19 em Portugal, foram já confirmadas 841 379 infeções e 16 999 mortes."

13 DE MAIO

DGS Relatório de Situação, COVID-19

PORTUGAL: TVI24 [14h01] | 436 novos casos de infeção. "Nas últimas 24 horas em Portugal, morreu uma pessoa e registaram-se mais 436 novos casos de infeção por COVID-19. A vítima mortal foi registada na região de Lisboa e Vale do Tejo.

Segundo o boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS), estão internados 244 doentes em enfermaria, menos quatro do que ontem.

No que diz respeito aos internados em cuidados intensivos, o boletim dá nota de menos um relativamente a quarta-feira, para um total de 70 doentes.

Os dados de hoje indicam, por outro lado, uma subida de 95 casos ativos, que passam a 21 969 no total.

Desde o início da pandemia Portugal já contabilizou 840 929 casos confirmados e 16 999 óbitos."

12 DE MAIO

Boletim DGS 12 de maio

PORTUGAL: Lusa [15h30] | Números do dia. Portugal registou hoje quatro mortes atribuídas à COVID-19, 485 novos casos de infeção pelo coronavírus SARS-CoV-2, e nova redução nos internamentos em enfermaria, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o boletim epidemiológico da DGS, estão hoje internados em enfermaria 248 doentes, menos nove relativamente a terça-feira.

Já no que se refere aos internamentos em cuidados intensivos, os dados oficiais indicam que não houve alterações estando atualmente nestas unidades 71 doentes. As mortes nas últimas 24 horas foram registadas em Lisboa e Vale do Tejo (1), na região Norte (1) e na região do Algarve (2). Desde o início da pandemia Portugal já contabilizou 840 493 casos confirmados e 16 998 óbitos.

11 DE MAIO

DGS Covid-19, relatório de situação

PORTUGAL: SIC Notícias [14h05] | 268 novos casos de infeção. "Portugal contabiliza nesta terça-feira mais uma morte e 268 novos casos de COVID-19, segundo o relatório diário da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Desde o início da pandemia, Portugal já registou 16 994 mortes e 840 008 casos de infeção pelo vírus SARS-CoV-2, estando nesta terça-feira ativos 21 708 casos, menos 394 em relação a ontem.

O boletim da DGS revela que estão internados 257 doentes, menos 20 do que ontem, segunda-feira.

Nos cuidados intensivos estão 71 doentes, menos dois.

Os dados indicam ainda que mais 661 doentes foram dados como recuperados, fazendo subir para 801 306 o número total de recuperados desde o início da pandemia em Portugal, em março de 2020.

As autoridades de saúde têm sob vigilância 19 699 contactos, menos 1375 relativamente ao dia anterior.

A incidência nacional é de 53,8 casos de infeção por 100 000 habitantes e a do continente é de 51,4 casos/mil habitantes.

O R(t) nacional é de 0,92 enquanto o do continente é de 0,91."

10 DE MAIO

Boletim DGS

PORTUGAL: Rádio Renascença [14h05] | Mais um morto e 158 infetados. R com ligeira descida. "Nas últimas 24 horas, Portugal registou mais um morto e 158 infetados com Covid-19. O valor do R registou ainda uma ligeira descida no continente, estando agora a 0, 91 e a 0,92 a nível nacional.

O número da casos ativos regista novo recuo e aproxima-se agora dos 22 mil (22 102, menos 211 do que ontem).

A vítima mortal registou-se na região de Lisboa e Vale do Tejo e tinha entre 70 e 79 anos.

No que diz respeito às novas infeções, a região Norte continua a liderar, com cerca de metade dos casos (70 - 44%), seguida de Lisboa e Vale do Tejo (34 - 21%). A região Centro regista 16 novos casos (10%), o Alentejo nove e o Algarve oito. Nas regiões autónomas, os Açores têm 16 novos casos e a Madeira cinco. Desde 23 de agosto que não havia tão reduzido número de novos casos.

O número de internados volta a subir. São agora 277 as pessoas com Covid-19 nos hospitais, mais nove do que ontem, das quais 73 em cuidados intensivos (menos uma do que ontem).

Desde o início da pandemia, Portugal registou 839 740 casos da doença, dos quais 16 993 acabaram por morrer e 800 645 conseguiram recuperar.

Ainda segundo informação da DGS, foram administradas até agora 3 884 052 vacinas, sendo que mais de um milhão de pessoas já têm as duas doses (1 069 269) e 2 814 783 pessoas têm uma dose."

9 DE MAIO

Boletim DGS

PORTUGAL: RTP [14h04] | Mais 324 casos e um óbito nas últimas 24 horas. "Portugal registou mais 324 casos de infeção e uma vítima mortal, nas últimas 24 horas. Segundo o boletim epidemiológico deste domingo há mais 53 casos ativos e menos 395 contactos em vigilância.

Há ainda a registar mais 270 recuperados, desde ontem.

Houve um ligeiro aumento nos internamentos: há mais oito doentes em enfermaria.

A região norte reportou mais 153 casos, Lisboa e Vale do Tejo mais 107, no Centro e no Algarve registaram-se 21 novos casos em cada e no Alentejo mais quatro. Nos Açores contam-se mais 16 infeções e na Madeira mais duas.

Desde o início da pandemia, Portugal já registou 839 582 casos de Covid-19 e 16 992 mortes devido à infeção."

8 DE MAIO

DGS, relatório de situação, COVID-19

PORTUGAL: SIC Notícias [14h05] | 406 novos casos de infeção. "Portugal contabiliza neste sábado mais duas mortes e 406 novos casos de COVID-19, segundo o relatório diário da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Desde o início da pandemia, Portugal já registou 16 991 mortes e 839 258 casos de infeção pelo vírus SARS-CoV-2, estando neste sábado ativos 22 260 casos, menos 161 em relação a sexta-feira.

O boletim da DGS revela que estão internados 260 doentes, menos 20 do que na sexta-feira. Nos cuidados intensivos estão 74 doentes, menos um.

Os dados indicam ainda que mais 565 doentes foram dados como recuperados, fazendo subir para 800 007 o número total de recuperados desde o início da pandemia em Portugal, em março de 2020.

As autoridades de saúde têm sob vigilância 20 656 contactos, menos 407 relativamente ao dia anterior."

7 DE MAIO

DGS, relatório de situação, COVID-19

PORTUGAL: TVI24 [14h31] | Descida no índice de transmissibilidade (Rt). "Portugal registou nesta sexta-feira mais uma morte e 377 casos de COVID-19, segundo o boletim da Direção-Geral da Saúde.

De acordo com o boletim epidemiológico da DGS, estão hoje internados em cuidados intensivos 75 doentes, menos dois do que na quinta-feira.

Já no que se refere aos internamentos em enfermaria, os dados oficiais indicam que estão hoje internados 280 doentes, menos três do que ontem.

A única vítima mortal foi registada no Algarve.

O índice de transmissibilidade (Rt) do coronavírus SARS-Cov-2 em Portugal é agora de 0,92 (uma diminuição em relação a quarta-feira, quando estava nos 0,95).

E a incidência de casos de infeção por 100 000 habitantes nos últimos 14 dias está em 57,7. Na quarta-feira a incidência nacional era de 61,3.

Isto significa que Portugal se mantém na zona verde da matriz de risco.

Atualmente há 22 421 casos ativos de COVID-19 no país, ou seja, menos 114 do que na quinta-feira.

O número de recuperados continua a aumentar: nas últimas 24 horas, 490 pessoas recuperaram da doença, sendo agora 799 442 o número total de recuperados."

6 DE MAIO

DGS, 6 de maio, relatório de situação COVID-19

PORTUGAL: SIC Notícias [14h47] Mais 5 mortes e 373 novos casos de infeção. "Portugal contabiliza nesta quinta-feira mais cinco mortes e 373 novos casos de COVID-19, segundo o relatório diário da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Desde o início da pandemia, Portugal já registou 16 988 mortes e 838 475 casos de infeção pelo vírus SARS-CoV-2, estando nesta quinta-feira ativos 22 535 casos, menos 170 em relação a ontem, quarta-feira.

O boletim da DGS revela que estão internados 283 doentes, menos quatro do que no dia anterior. Nos cuidados intensivos estão 77 doentes, menos seis do que na quarta-feira, um número igual ao que se verificava em 24 de setembro de 2020."

5 DE MAIO

DGS, relatório de situação, COVID-19

PORTUGAL: TVI24 [14h02] | Taxa de incidência e índice de transmissibilidade continuam a descer. "Portugal regista, nesta quarta-feira, mais dois mortos e 387 novos casos de COVID-19, de acordo com o último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS).

As duas mortes registadas nas últimas 24 horas ocorreram na região de Lisboa e Vale do Tejo (1) e na região Centro (1).

Neste momento a taxa de incidência de COVID-19 em Portugal é de 61,3 casos por 100 mil habitantes. O valor baixa ainda mais, para 59 por 100 mil habitantes, quando excluídas as regiões autónomas.

O Índice de Transmissibilidade, o Rt, voltou a descer, para 0,95, tanto a nível nacional como apenas no continente.

Ambos os valores continuam a descer. Os números anteriores destes indicadores, divulgados na segunda-feira, indicavam um Rt de 0,96 e uma incidência de 64,4 casos por 100 000 habitantes.

Desta forma, Portugal mantém-se na zona verde da matriz de risco. Recorde-se que estes indicadores são os dois critérios definidos pelo Governo para o processo de desconfinamento.

Há agora, 297 doentes internados (mais 1 do que ontem), mas o número de doentes nos cuidados intensivos é de apenas 83 (menos 4).

De acordo com o relatório da DGS há, atualmente, 22 705 casos ativos de COVID-19 no país (menos 128 do que ontem).

O número de recuperados atinge já os 798 414."

4 DE MAIO

DGS, relatório de situação, COVID-19 

PORTUGAL: Rádio Renascença [14h07] | Mais 258 casos de infeção. "Nas últimas 24 horas, Portugal registou mais quatro mortos e 258 infetados com COVID-19. O boletim diário da Direção-Geral da Saúde indica novo recuo do número de casos ativos, que estão agora abaixo dos 23 mil (22 833), menos 523 do que ontem.

O número de internados também desceu abaixo da fasquia dos 300. Há agora 296 pessoas com COVID-19 internadas nos hospitais, menos 26 do que ontem, das quais 87 em cuidados intensivos (menos três do que ontem). Em enfermaria geral estão, assim, 209 pessoas, o número mais baixo desde há mais de um ano (a 26 de março estavam 130 pessoas com COVID-19 em enfermaria, número que daí a 24 horas disparou para os 283).

Das quatro vítimas mortais, três registaram-se em Lisboa e Vale do Tejo e uma no Norte. No que diz respeito às suas idades, duas pessoas tinham mais de 80 anos, uma entre os 70 e os 79 anos e outra entre os 50 e os 59 anos.

O Norte continua a somar cerca de metade dos novos casos (128), seguido de Lisboa e Vale do Tejo com 65, região Centro com 24, o Algarve com nove e o Alentejo seis. Nas regiões autónomas, os Açores têm 17 novos casos e a Madeira nove.

No semáforo da pandemia, Portugal continua no verde, com um valor de R(t) abaixo de 1 (0,96), quer a nível nacional, quer a nível continental.

Desde o início da pandemia, foram confirmados em Portugal 837 715 casos da doença, dos quais 797 901 conseguiram recuperar e 16 981 acabaram por falecer.

Ainda segundo informação da DGS, foram administradas até agora, em Portugal Continental, 3 389 345 doses da vacina contra a COVID-19, sendo que 886 295 pessoas já receberam duas doses e 2 503 050 pelo menos uma dose. Só nas últimas 24 horas foram administradas 13 616 segundas doses."

3 DE MAIO

DGS, 3 de maio, relatório de situação COVID-19

PORTUGAL: SIC Notícias [14h26] | Sem registo de mortes por COVID-19 nas últimas 24 horas. "Portugal contabiliza nesta segunda-feira mais 180 novos casos de COVID-19 e não regista nenhuma morte associada à doença, segundo o relatório diário da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Desde o início da pandemia, Portugal já registou 16 977 mortes e 837 457 casos de infeção pelo vírus SARS-CoV-2, estando esta segunda-feira ativos 23 356 casos, menos 223 em relação a domingo.

O boletim da DGS revela que estão internados 322 doentes, mais 11 do que no dia anterior. Nos cuidados intensivos estão 90 doentes, mais 5 que no domingo.

Os dados indicam ainda que mais 403 doentes foram dados como recuperados, fazendo subir para 797 124 o número total de recuperados desde o início da pandemia em Portugal, em março de 2020.

As autoridades de saúde têm sob vigilância 23 999 contactos, mais 90 relativamente ao dia anterior.

A incidência nacional é de 64,4 casos de infeção por 100 000 habitantes e a do continente é de 62,0 casos/mil habitantes. O R(t) nacional é de 0,96 enquanto o do continente também é de 0,96."

2 DE MAIO

DGS, relatório de situação, COVID-19

PORTUGAL: TVI24 [14h09] | 330 novos casos de infeção. "Portugal registou, neste domingo, mais um morto e 330 infetados com COVID-19, de acordo com o último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS).

A única vítima mortal foi regista no Algarve.

Nas últimas 24 horas, o número de internamentos voltou a subir, com mais nove doentes em enfermarias (311 no total) e um em cuidados intensivos (85).

O país tem, neste momento, 23 579 casos ativos, mais 85 que no sábado, e 23 909 pessoas em contactos de vigilância com as autoridades de saúde (-97).

Mais 244 doentes recuperaram da doença, elevando o total para 796 721.

Desde o início da pandemia já morreram 16 977 doentes dos 837 277 infetados.

De acordo, ainda, com a DGS, 3 303 560 milhões de portugueses foram já vacinados: 2 433 008 com a primeira dose e 870 552 com a segunda."

1 DE MAIO

DGS, 1 de maio, relatório de situação, COVID-19

PORTUGAL: Lusa [14h50] | Números do dia. Portugal registou hoje duas mortes atribuídas à COVID-19, 454 novos casos de infeção pelo coronavírus e uma nova redução do número de internamentos em enfermaria e cuidados intensivos, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o boletim da DGS, estão hoje internados em enfermaria 302 doentes, menos 22 em relação a sexta-feira, e 84 em unidades de cuidados intensivos. Desde o início da pandemia, Portugal já contabilizou 836 947 casos confirmados e 16 976 óbitos.

30 DE ABRIL

DGS, 30 de abril, relatório de situação COVID-19

PORTUGAL: TVI24 [14h02] | Zero mortes e 460 novas infeções. "Portugal regista nesta sexta-feira zero mortes por COVID-19, num dia em que foram contabilizados 460 novos casos, segundo o boletim da Direção-Geral da Saúde. Trata-se da segunda vez nesta semana em que o país não regista qualquer óbito, algo que só tinha acontecido em agosto.

O índice de transmissibilidade (Rt) e a incidência voltaram a descer em todo o território. Portugal tem agora um R(t) de 0,98, tanto a nível nacional como continental, enquanto a incidência é de 66,9 em todo o território e de 64,3 no continente. Recorde-se que estes dois parâmetros foram traçados pelo Governo como as linhas que guiam o desconfinamento, que entra neste sábado na última fase.

O executivo definiu que o R(t) nunca deve ultrapassar o 1, devendo a incidência manter-se abaixo dos 120 casos por 100 mil habitantes.

Os dados anteriores davam conta de uma transmissibilidade no 1 em todo o país, sendo de 69,3 e 66,5 a nível nacional e continental, respetivamente.

Os números relativos aos internamentos mantiveram-se inalterados nas últimas 24 horas, com 324 pessoas hospitalizadas, das quais 89 estão nos cuidados intensivos.

A região Norte continua a ser a que reporta mais casos, com 212 novas infeções confirmadas. Seguem-se Lisboa e Vale do Tejo, com 133 casos, Centro, com 41 casos, Algarve, com 37 casos e Alentejo, com 10 casos.

Nota ainda para as regiões autónomas dos Açores e da Madeira, que registaram mais 12 e 15 casos, respetivamente.

Com mais 512 pessoas recuperadas, o número de casos ativos desceu em 52, havendo agora 23 681 pessoas infetadas no país."

29 DE ABRIL

DGS, 29 de abril, relatório de situação COVID-19

PORTUGAL: SIC Notícias [14h31] | 470 novos casos de infeção. "Portugal contabiliza nesta quinta-feira mais uma morte e 470 novos casos de COVID-19, segundo o relatório diário da Direção-Geral da Saúde (DGS).

De acordo com o boletim divulgado, desde o início da pandemia, Portugal já contabilizou 836 033 casos e 16 974 mortes, estando esta quinta-feira ativos 23 733 casos, menos 76 em relação ao dia anterior.

Nesta quinta-feira, 324 doentes estão internados em enfermaria, menos oito em relação a quarta-feira e 89 em cuidados intensivos, mais um em relação ao dia anterior.

Os dados revelam também que 545 pessoas foram dadas como recuperadas, fazendo subir para 795 326 o número total desde o início da pandemia em Portugal, em março de 2020.

O número de contactos em vigilância pelas autoridades de saúde diminuiu em 397 relativamente a quarta-feira, totalizando agora 24 315."

28 DE ABRIL

Boletim DGS 28 de abril COVID-19

PORTUGAL: Lusa [14h30] | Números do dia. Portugal regista hoje três mortes atribuídas à COVID-19, 572 novos casos de infeção, uma nova redução do número de internamentos em enfermaria e um aumento em cuidados intensivos, segundo a informação disponibilizada pela Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o boletim da DGS estão hoje internados em enfermaria 332 doentes, menos 14 relativamente a terça-feira, e 88 em unidades de cuidados intensivos, mais dois do que terça. Desde o início da pandemia Portugal já contabilizou 835 563 casos confirmados e 16 973 óbitos.

27 DE ABRIL

Covid-19

PORTUGAL: Rádio Renascença [14h03] | Mais 353 casos de infeção. "O boletim da Direção-Geral da Saúde revela que, nas últimas 24 horas, morreram mais cinco pessoas com COVID-19 e há registo de 353 novas infeções.

De acordo com o documento, o valor do R no continente mantém-se no 1 e a nível nacional a 0,99.

O número de casos ativos regista novo recuo, para 23 816, menos 846 do que ontem. Os internamentos também descem. Há, agora, 346 pessoas internadas com COVID, menos 19 do que ontem, das quais 86 em cuidados intensivos (menos cinco do que ontem).

Por regiões, o Norte regista cerca de metade dos novos casos (154), seguida de Lisboa e Vale do Tejo com 81, o Centro com 47, o Alentejo com 28 e o Algarve com 10. Nas regiões autónomas, a Madeira confirmou 20 novos casos e os Açores 13.

Já as vítimas mortais, duas foram em Lisboa e Vale do Tejo e três no Centro.

Desde o início da pandemia, Portugal registou 834 991 casos da doença, dos quais 16 970 morreram e 794 205 conseguiram recuperar.

Também segundo informação da DGS, até ao momento foram administradas em Portugal Continental 2 962 794 doses da vacina, sendo que 796 791 pessoas têm duas doses e 2 166 003 a primeira."

26 DE ABRIL

Boletim DGS

PORTUGAL: SIC Notícias [14h03] | "Primeiro dia sem mortes por COVID-19 desde agosto." "Portugal contabiliza nesta segunda-feira mais 196 novos casos de COVID-19, segundo o relatório diário da Direção-Geral da Saúde (DGS). O país não registou mortes nas últimas 24 horas.

De acordo com o boletim divulgado, desde o início da pandemia, Portugal já contabilizou 834 638 casos e 16 965 mortes, estando nesta segunda-feira ativos 24 662 casos, menos 130 em relação ao dia anterior.

Nesta segunda-feira 365 doentes estão internados em enfermaria, mais 17 em relação a domingo e 91 em cuidados intensivos, menos sete em relação ao dia anterior.

Os dados revelam também que 326 pessoas foram dadas como recuperadas, fazendo subir para 793 011 o número total desde o início da pandemia em Portugal, em março de 2020.

O número de contactos em vigilância pelas autoridades de saúde aumentou em 498 relativamente a domingo, totalizando agora 24 811.

O Rt (índice de transmissibilidade) subiu nesta segunda-feira para 0,99 a nível nacional e para 1 no território continental. Está no limite imposto pelo Governo.

Já a incidência no continente diminuiu para 67,3 casos por 100 mil habitantes. Ao nível nacional também diminuiu para 70,4 casos."

25 DE ABRIL

DGS, relatório de situação, COVID-19

PORTUGAL: TVI24 [14h01] | 478 novos casos de infeção. "Portugal regista, neste domingo, mais seis mortes e 478 novos casos de COVID-19, de acordo com o último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Os óbitos foram registados na região Norte (2), Centro (2), Lisboa e Algarve (1). Norte e Lisboa continuam a ser as regiões com mais casos, representando 65,3% do total diário do país.

Nas últimas 24 horas, há mais 164 casos ativos de COVID-19, com um total de 24 792. Há, também, mais 511 casos suspeitos, com 24 313 pessoas em contactos de vigilância com as autoridades de saúde.

Subiram, igualmente, os internamentos em enfermarias, com mais seis doentes (348 no total), mantendo-se, pelo segundo dia consecutivo, os 98 internados em cuidados intensivos.

Mais 308 doentes recuperaram da doença, elevando o total para 792 685.

Desde o início da pandemia já morreram 16 965 pessoas das 834 442 infetadas.

De acordo, ainda, com a DGS, foram já vacinadas mais de 2,9 milhões de pessoas: 2 113 699 com a primeira dose e 786 452 com a segunda."

24 DE ABRIL

DGS 24 de abril, relatório de situação COVID-19

PORTUGAL: SIC Notícias [14h07] | 567 novos casos de infeção. "Portugal contabiliza, neste sábado, mais duas mortes e 567 novos casos de COVID-19, segundo o relatório diário da Direção-Geral da Saúde (DGS).

De acordo com o boletim divulgado, desde o início da pandemia, Portugal já contabilizou 833 964 casos e 16 959 mortes, estando este sábado ativos 24 628 casos, menos 61 em relação ao dia anterior.

Neste sábado, 342 doentes estão internados em enfermaria, menos 42 em relação a sexta-feira, e 98 em cuidados intensivos.

Os dados revelam também que 626 pessoas foram dadas como recuperadas, fazendo subir para 792 377 o número total desde o início da pandemia em Portugal, em março de 2020.

O número de contactos em vigilância pelas autoridades de saúde aumentou em 691 relativamente a sexta-feira, totalizando agora 23 802.

O índice de transmissibilidade (Rt) do coronavírus SARS-Cov-2 em Portugal está em 0,98 enquanto a incidência de casos de infeção por 100 000 habitantes nos últimos 14 dias está nos 72,1, segundo dados divulgados."

23 DE ABRIL

DGS, 23 de abril, relatório de situação COVID-19

PORTUGAL: TVI24 [14h04] | Incidência desce ligeiramente. "Nas últimas 24 horas registaram-se, em Portugal, mais 506 novos casos e uma morte por COVID-19, de acordo com o mais recente boletim da Direção-Geral da Saúde. A vítima mortal verificou-se na região Norte do país.

O índice de transmissibilidade, o famoso R(t), manteve-se nos 0,98 a nível nacional. Quando à incidência, esta desceu ligeiramente, passando de 72,7 para 72,1 casos por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias.

No boletim epidemiológico conjunto da DGS e do Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA), os números relativos apenas a Portugal continental mantém também os 0,99, no que diz respeito ao R(t), e uma descida de 68,9 para 68,3 em relação ao valor médio de novos casos de infeção por 100 000 habitantes.

Desde o início da pandemia, o país já contabilizou 833 397 casos confirmados e 16 957 óbitos.

Relativamente aos internamentos, os números continuam a descer: há menos 11 doentes em enfermaria e menos seis em Unidade de Cuidados Intensivos.

Nas últimas 24 horas, recuperaram da doença mais 580 pessoas."

22 DE ABRIL

DGS, relatório de situação, COVID-19

PORTUGAL: SIC Notícias [14h47] | Mais 636 novos casos de infeção. "Portugal contabiliza nesta quinta-feira mais quatro mortes e 636 novos casos de COVID-19, segundo o relatório diário da Direção-Geral da Saúde (DGS).

De acordo com o boletim divulgado, desde o início da pandemia, Portugal já contabilizou 832 891 casos e 16 956 mortes, estando nesta quinta-feira ativos 24 764 casos, mais 111 em relação ao dia anterior.

Nesta quinta-feira 395 doentes estão internados em enfermaria, menos dois em relação a quarta-feira, e 104 em cuidados intensivos, menos seis em relação ao dia anterior.

Os dados revelam também que 521 pessoas foram dadas como recuperadas, fazendo subir para 791 171 o número total desde o início da pandemia em Portugal, em março de 2020.

O número de contactos em vigilância pelas autoridades de saúde aumentou em 755 relativamente a quarta-feira, totalizando agora 22 436.

Das quatro mortes registadas nas últimas 24 horas, duas ocorreram na região Norte, uma em Lisboa e Vale do Tejo e uma na região Centro.

Na região de Lisboa e Vale do Tejo foram notificadas 203 novas infeções, contabilizando-se até agora 315 278 casos e 7189 mortos.

A região Norte tem 269 novas infeções por SARS-CoV-2 e desde o início da pandemia já contabilizou 334 515 casos de infeção e 5333 mortes.

Na região Centro registaram-se mais 58 casos, acumulando-se 118 294 infeções e 3009 mortos.

No Alentejo foram assinalados mais 30 casos, totalizando 29 655 infeções e 970 mortos desde o início da pandemia.

Na região do Algarve o boletim revela que foram registados 37 novos casos, acumulando-se 21 475 infeções e 356 mortos.

Na região Autónoma da Madeira foram registados 17 novos casos, contabilizando 9053 infeções e 68 mortes devido à COVID-19 desde março de 2020.

Os Açores têm 22 novos casos e contabilizam 4621 casos e 31 mortos desde o início da pandemia, segundo a DGS."

21 DE ABRIL

DGS, relatório de situação COVID-19

PORTUGAL: TVI24 [14h09] | Ligeira descida no R(t). "Contabilizaram-se, nas últimas 24 horas em Portugal, mais uma morte e 610 novos casos de infeção por COVID-19, de acordo com o mais recente boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS). A vítima mortal foi registada na região Centro.

Desde o início da pandemia, o país já contabilizou 832 255 casos confirmados e 16 952 óbitos.

O índice de transmissibilidade, o famoso R(t), desceu para 0,98 a nível nacional e 0,99 no continente. Quanto à incidência, esta subiu ligeiramente situando-se agora nos 72,7 casos por 100 mil habitantes.

Os números anteriores destes indicadores, divulgados na segunda-feira, apontavam para um R(t) de 1 e uma incidência de 71,8 casos por 100 mil habitantes.

Relativamente aos internamentos, os números também desceram: há menos 32 doentes em enfermaria e menos três em Unidade de Cuidados Intensivos.

Nas últimas 24 horas, recuperaram da doença mais 532 pessoas."

20 DE ABRIL

DGS, boletim, relatório de situação COVID-19

PORTUGAL: SIC Notícias [14h06] | 424 novos casos de infeção. "Portugal contabiliza esta terça-feira mais cinco mortes e 424 novos casos de COVID-19, segundo o relatório diário da Direção-Geral da Saúde (DGS).

De acordo com o boletim divulgado, desde o início da pandemia, Portugal já contabilizou 831 645 casos e 16 951 mortes, estando esta terça-feira ativos 24 576 casos, menos 483 em relação ao dia anterior.

Nesta terça-feira 429 doentes estão internados em enfermaria, menos 25 em relação a segunda-feira, e 113 em cuidados intensivos, mais um em relação ao dia anterior.

Os dados revelam também que 902 pessoas foram dadas como recuperadas, fazendo subir para 790 118 o número total desde o início da pandemia em Portugal, em março de 2020.

O número de contactos em vigilância pelas autoridades de saúde aumentou em 1043 relativamente a segunda-feira, totalizando agora 21 866.

De acordo com os mais recentes dados da DGS, Portugal tem atualmente 2 619 092 pessoas vacinadas contra a COVID-19."

19 DE ABRIL

DGS, boletim, relatório de situação COVID-19

PORTUGAL: Rádio Renascença [14h01] | "R(t) desce em dia com mais uma morte e 220 casos de infeção." "Portugal regista nesta segunda-feira mais uma morte e 220 novos casos de COVID-19, indica o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS).

É um número mais reduzido de vítimas mortais desde 30 de agosto. O óbito ocorreu nos Açores.

O índice de transmissibilidade R(t) desceu para 1 no Continente e no conjunto de todo o território nacional (Continente + arquipélagos da Madeira e Açores).

A incidência no Continente é de 68,1 casos de COVID-19 por 100 mil habitantes e de 71,8 casos no conjunto do território nacional.

Nos hospitais portugueses estão internados 454 doentes com o novo coronavírus, são mais 26 pessoas em relação ao dia de ontem.

Nas unidades de cuidados intensivos há mais três internados, num total de 112 pacientes.

Portugal tem cerca de 25 mil casos ativos de COVID-19, são menos 328 em comparação com o boletim de domingo.

Recuperaram da doença nas últimas 24 horas mais 547 pessoas.

Numa análise por regiões, o Norte regista nesta segunda-feira mais 97 casos, Lisboa e Vale do Tejo 56, o Centro 24, o Alentejo nove e os Algarve cinco.

Nas regiões autónomas, os Açores têm uma morte e 14 casos e a Madeira 15 novas infeções."

18 DE ABRIL

DGS, 18 de abril, relatório de situação COVID-19

PORTUGAL: SIC Notícias [14h35] | 441 novos casos de infeção. "Portugal contabiliza neste domingo mais três mortes e 441 novos casos de COVID-19, segundo o relatório diário da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Desde o início da pandemia, Portugal já registou 16 945 mortes e 831 001 casos de infeção pelo vírus SARS-CoV-2, estando neste domingo ativos 25 387 casos, mais 43 em relação ao dia anterior.

O boletim da DGS revela que estão internados 428 doentes, mais 13 do que no sábado. Nos cuidados intensivos estão 109 doentes, o que representa um aumento de seis pacientes.

Os dados indicam ainda que mais 395 doentes foram dados como recuperados, fazendo subir para 788 669 o número total de recuperados desde o início da pandemia em Portugal, em março de 2020.

As autoridades de saúde têm sob vigilância 20 712 contactos, mais 74 relativamente ao dia anterior.

O índice de transmissibilidade (Rt) do novo coronavírus em Portugal desceu, na sexta-feira, para 1,05 assim como a incidência de casos por 100.000 habitantes nos últimos 14 dias que se situa nos 71,6.

Os números anteriores destes indicadores, divulgados na quarta-feira, apontavam para um Rt nacional de 1,06 e uma incidência de 72,4 casos por 100 000 habitantes.

Por região, o Norte concentra mais 193 casos confirmados para 333 735 e o número de óbitos permanece inalterado em 5330.

Na região de Lisboa e Vale do Tejo foram notificadas mais 109 infeções para 314 677 e mais duas mortes para 7185.

O Centro totalizou mais 446 casos confirmados, perfazendo 118 125, e um óbito para 3006.

O Alentejo soma agora 29 559 casos, mais cinco do que no sábado, enquanto o número de mortes continua em 870.

A região do Algarve tem hoje notificados mais 38 novos casos para 21 386 e 356 mortos, número que continuou sem alterações.

Nas Regiões Autónomas, a Madeira apresenta uma subida de 17 casos para 8979 e o número de mortes permanece em 68.

Já nos Açores, o número de casos ascendeu a 4540, ou seja, uma progressão de 33 casos, enquanto as mortes estão inalteradas em 30.

Do total de casos confirmados, 453 817 são mulheres, 376 882 são homens e os restantes 302 estão sob investigação, uma vez que os dados 'são fornecidos de forma automática'."

17 DE ABRIL

DGS, 17 de abril, relatório de situação COVID-19

PORTUGAL: TVI24 [14h34] | 649 novos casos. "Portugal regista, neste sábado, mais cinco óbitos e 649 novos casos de COVID-19, segundo o último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS).

A maioria das mortes foi registada na região de Lisboa (3), com as restantes a ocorrerem no Algarve e nos Açores.

Os casos suspeitos voltam a subir, com mais 698 pessoas em contactos de vigilância com as autoridades de saúde, ultrapassando os 20 000.

Neste momento, o país tem 25 344 casos ativos de COVID-19.

Nas últimas 24 horas, o número de internados em enfermarias baixou para 415 (menos 14), mas há mais dois doentes nos cuidados intensivos (103).

Mais 667 doentes recuperaram da doença, elevando o total para 788 274.

Desde o início da pandemia já morreram 16 942 doentes dos 830 560 infetados."

16 DE ABRIL

Boletim DGS

PORTUGAL: SIC Notícias [14h05] | 553 novos casos e descida no Rt. "Portugal contabiliza nesta sexta-feira mais 4 mortes e 553 novos casos de COVID-19, segundo o relatório diário da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Desde o início da pandemia, Portugal já registou 16 937 mortes e 829 911 casos de infeção pelo vírus SARS-CoV-2, estando nesta sexta-feira ativos 25 367 casos, menos 47 em relação a ontem.

O boletim da DGS revela que estão internados 429 doentes, mais 6 do que na quinta-feira.

Nos cuidados intensivos estão 101 doentes, menos 8.

Os dados indicam ainda que mais 596 doentes foram dados como recuperados, fazendo subir para 787 607 o número total de recuperados desde o início da pandemia em Portugal, em março de 2020.

As autoridades de saúde têm sob vigilância 19 940 contactos, mais 894 relativamente ao dia anterior.

O Rt (índice de transmissibilidade) desceu hoje para 1,05 a nível nacional e para 1,04 no território continental.

No que respeita à incidência de novos casos de infeção com SARS-CoV-2, os dados revelam também uma queda para 71,6 casos por 100 000 habitantes e 68,0 casos por 100 000 habitantes se for considerado apenas o continente.

A incidência refere-se ao número de novos casos por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias.

Os dados do Rt e da incidência são atualizados à segunda, quarta e sexta-feira."

15 DE ABRIL

DGS, 15 de abril, relatório de situação COVID-19

PORTUGAL: TVI24 [14h10] | 501 novos casos. "Portugal regista nesta quinta-feira mais duas mortes e 501 novos casos de COVID-19, segundo o boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS).

De acordo com a mais recente informação, estão internadas 423 doentes de COVID-19 em enfermaria, menos 24 do que na quarta-feira, e 109 nos cuidados intensivos, menos sete.

Os dados revelam também que 542 pessoas foram dadas como recuperadas, fazendo subir para 787 011 o número total desde o início da pandemia em Portugal, em março de 2020.

É o terceiro dia do ano com menos mortes. A 30 de março e a 12 de abril, Portugal registou também duas mortes relacionadas com a COVID-19.

Já quanto ao número de novos casos os valores são semelhantes aos registados nas últimas semanas.

Há 25 414 casos ativos em Portugal, menos 43 em relação a quarta-feira.

O número de contactos em vigilância pelas autoridades de saúde aumentou em 642 relativamente a quarta-feira, totalizando agora 19 046.

De acordo com os mais recentes dados da DGS, Portugal tem atualmente 2 264 585 pessoas vacinadas contra a COVID-19, das quais 616 426 já estão imunizadas com as duas doses.

O índice de transmissibilidade (Rt) do novo coronavírus em Portugal é atualmente de 1,06 e a incidência de casos por 100 000 habitantes nos últimos 14 dias atingiu 72,4, segundo dados oficiais.

Os dados do Rt e da incidência são atualizados à segunda-feira, quarta-feira e sexta-feira.

As duas mortes reportadas pelas autoridades de saúde foram registadas na região Norte."

14 DE ABRIL

Boletim DGS

PORTUGAL: SIC Notícias [14h36] | Rt continua a subir. "Portugal contabiliza nesta quarta-feira mais 8 mortes e 684 novos casos de COVID-19, segundo o relatório diário da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Desde o início da pandemia, Portugal já registou 16 931 mortes e 828 857 casos de infeção pelo vírus SARS-CoV-2, estando nesta quarta-feira ativos 25 457 casos, mais 16 em relação a ontem.

O boletim da DGS revela que estão internados 447 doentes, mais 12 do que na terça-feira.

Nos cuidados intensivos estão 116 doentes, menos 2 que ontem.

O Rt (índice de transmissibilidade) subiu hoje para 1,06 a nível nacional e para 1,05 no território continental.

No que respeita à incidência de novos casos de infeção com SARS-CoV-2, os dados revelam também uma subida para 72,4 casos por 100 000 habitantes e 69,0 casos por 100 000 habitantes se for considerado apenas o continente.

A incidência refere-se ao número de novos casos por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias.

Os dados do Rt e da incidência são atualizados à segunda, quarta e sexta-feira."

13 DE ABRIL

Boletim DGS

PORTUGAL: Rádio Renascença [13h51] | Casos ativos diminuem. "Portugal registou nas últimas 24 horas mais cinco mortos e 408 infetados com COVID-19.

De acordo com os dados divulgados no boletim diário da Direção-Geral da Saúde desta terça-feira, o número de casos ativos diminuiu. Há neste momento 25 441 casos da doença, menos 343 do que ontem.

O valor do R continua a 1,04 a nível nacional e a 1,03 no continente. No semáforo da pandemia, Portugal está nos tons amarelados.

Registaram-se três vítimas mortais em Lisboa e Vale do Tejo, uma no Centro e uma no Norte.

Ao nível de internamentos, há 459 pessoas nos hospitais com COVID-19, menos 20 do que ontem, dos quais 118 em cuidados intensivos (menos um do que ontem).

Desde o início da pandemia, Portugal registou 828 173 casos da doença, 16 923 pessoas morreram e 785 809 conseguiram recuperar."

12 DE ABRIL

DGS 12 de abril, relatório de situação COVID-19

PORTUGAL: SIC Notícias [14h06] | 271 novos casos de infeção. "Portugal contabiliza nesta segunda-feira mais duas mortes e 271 novos casos de COVID-19, segundo o relatório diário da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Desde o início da pandemia, Portugal já registou 16 918 mortes e 827 765 casos de infeção pelo vírus SARS-CoV-2, estando esta segunda-feira ativos 25 784 casos, menos 176 em relação a ontem.

O boletim da DGS revela que estão internados 479 doentes, mais 13 do que no domingo.

Nos cuidados intensivos estão 119 doentes, mais 6 que ontem.

Os dados indicam ainda que mais 445 doentes foram dados como recuperados, fazendo subir para 785 063 o número total de recuperados desde o início da pandemia em Portugal, em março de 2020.

As autoridades de saúde têm sob vigilância 18 230 contactos, mais 488 relativamente ao dia anterior.

RT CONTINUA A SUBIR

O Rt (índice de transmissibilidade) subiu hoje para 1,04 a nível nacional e para 1,03 no território continental.

No que respeita à incidência de novos casos de infeção com SARS-CoV-2, os dados revelam também uma subida para 70,0 casos por 100 000 habitantes e 67,4 casos por 100 000 habitantes se for considerado apenas o continente.

A incidência refere-se ao número de novos casos por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias.

Os dados do Rt e da incidência são atualizados à segunda, quarta e sexta-feira.

Estes indicadores são os critérios definidos pelo Governo para a avaliação contínua do processo de desconfinamento iniciado em 15 de março.

Em 11 de março, na apresentação do plano de desconfinamento, o primeiro-ministro, António Costa, afirmou que as medidas da reabertura serão revistas sempre que Portugal ultrapassar os "120 novos casos por dia por 100 mil habitantes a 14 dias" ou sempre que o Rt (o número médio de casos secundários que resultam de um caso infetado pelo vírus) ultrapasse 1.

A maioria dos casos diagnosticados nas últimas 24 horas (70) foi na região Norte, onde já foram infetadas 332 482 pessoas.

Na região de Lisboa e Vale do Tejo, foram registados mais 60 casos (313 675 no total), na região Centro mais 18 (117 808 desde março de 2020), no Algarve 21 novos casos (total de 21 167), no Alentejo 52 (29 398 no total).

Nos Açores, foram registados mais 23 casos (total de 4373) e 27 novas infeções na Madeira (8862 desde o início da pandemia).

Das duas mortes registadas das últimas 24 horas, uma aconteceu na região Norte, onde já morreram 5322 pessoas com COVID-19, e outra na região de Lisboa e Vale do Tejo, fazendo aumentar o total de mortes para 7171.

Desde o início da pandemia em Portugal, em março do ano passado, foram atribuídas à COVID-19 3003 mortes na região Centro, 970 no Alentejo, 355 no Algarve, 68 na Madeira e 29 nos Açores."

11 DE ABRIL

Boletim DGS

PORTUGAL: SIC Notícias [14h02] | Seis mortes e 566 novos casos de infeção. "Portugal contabiliza este domingo mais seis mortes e 566 novos casos de COVID-19, segundo o relatório diário da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Desde o início da pandemia, Portugal já registou 16 916 mortes e 827 494 casos de infeção pelo vírus SARS-CoV-2, estando este domingo ativos 25 960 casos, mais 150 em relação a sábado.

O boletim da DGS revela que estão internados 466 doentes, o mesmo número que no sábado. Nos cuidados intensivos estão 113 doentes, menos seis.

Os dados indicam ainda que mais 410 doentes foram dados como recuperados, fazendo subir para 784 618 o número total de recuperados desde o início da pandemia em Portugal, em março de 2020.

As autoridades de saúde têm sob vigilância 17 742 contactos, mais 335 relativamente ao dia anterior."

10 DE ABRIL

DGS, relatório de situação COVID-19

PORTUGAL: TVI24 [14h01] | 601 novas infeções. "Portugal regista, neste sábado, mais seis óbitos e 601 novas infeções de COVID-19, segundo o último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Nas últimas 24 horas, a região Norte foi a que registou o maior número de novos casos, com 35,9% do total diário (216), além de dois mortos. Segue-se Lisboa e Vale do Tejo com 25,5% dos casos diários (153) e 50% dos óbitos (3). Os Açores registaram 12,5% dos casos, com 75 novas infeções.

Há, ainda, mais 535 pessoas em contactos de vigilância com as autoridades de saúde, para um total de 17 407 casos suspeitos. No entanto, há menos 90 casos ativos, havendo agora 25 810.

Apesar de o número de novos casos continuar a subir, há menos 20 doentes internados em enfermarias (466) e menos nove em cuidados intensivos (119).

Mais 685 doentes recuperaram da doença, elevando o total para 784 208.

Desde o início da pandemia já morreram 16 910 doentes dos 826 928 infetados."

9 DE ABRIL

DGS, relatório de situação COVID-19

PORTUGAL: SIC Notícias [14h03] | 694 novos casos de infeção. "Portugal contabiliza nesta sexta-feira mais 5 mortes e 694 novos casos de COVID-19, segundo o relatório diário da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Desde o início da pandemia, Portugal já registou 16 904 mortes e 826 327 casos de infeção pelo vírus SARS-CoV-2, estando nesta sexta-feira ativos 25 900 casos, mais 61 em relação a ontem.

O boletim da DGS revela que estão internados 486 doentes, menos 9 do que na quinta-feira.

Nos cuidados intensivos estão 128 doentes, mais 6 que ontem.

Os dados indicam ainda que mais 628 doentes foram dados como recuperados, fazendo subir para 783 523 o número total de recuperados desde o início da pandemia em Portugal, em março de 2020.

As autoridades de saúde têm sob vigilância 16 872 contactos, mais 690 relativamente ao dia anterior.

O Rt (índice de transmissibilidade) subiu hoje para 1,02 a nível nacional e mantém-se em 1,02 no território continental.

No que respeita à incidência de novos casos de infeção com SARS-CoV-2, os dados revelam também uma subida para 65,7 casos por 100 000 habitantes e 63,8 casos por 100 000 habitantes se for considerado apenas o continente.

A incidência refere-se ao número de novos casos por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias.

Os dados do Rt e da incidência são atualizados à segunda, quarta e sexta-feira.

Estes indicadores são os critérios definidos pelo Governo para a avaliação contínua do processo de desconfinamento iniciado em 15 de março.

Em 11 de março, na apresentação do plano de desconfinamento, o primeiro-ministro, António Costa, afirmou que as medidas da reabertura serão revistas sempre que Portugal ultrapassar os '120 novos casos por dia por 100 mil habitantes a 14 dias' ou sempre que o Rt (o número médio de casos secundários que resultam de um caso infetado pelo vírus) ultrapasse 1."

8 DE ABRIL

DGS, relatório de situação COVID-19

PORTUGAL: Rádio Renascença [13h52] | 602 novos infetados, R mantém-se a 1,01. "Nas últimas 24 horas, Portugal regista mais nove mortos e 602 infetados com COVID-19. O valor do R continua a 1,01 a nível nacional, o que significa que, no semáforo da pandemia, o país está ainda no verde, mas em tons amarelados.

O número de casos ativos mantém tendência de descida, mas, nesta quinta-feira, com uma ligeira redução (menos oito casos), para um total 25 839.

Em sentido contrário, o número de internados regista um aumento. Há agora 495 pessoas internadas, mais sete do que ontem, das quais 122 em cuidados intensivos (mais seis).

As vítimas mortais registaram-se seis na região Norte e três em Lisboa e Vale do Tejo.

Ainda de acordo com a informação da Direção-Geral da Saúde, até ao momento já foram administradas 1 969 036 doses da vacina, das quais 1 397 726 primeiras doses e 571 310 pessoas já com a vacinação completa.

Desde o início da pandemia, Portugal já registou 825 633 casos da doença, das quais 16 899 morreram e 782 895 conseguiram recuperar."

7 DE ABRIL

DGS, relatório de situação COVID-19

PORTUGAL: TVI24 [14h02] | Mais 663 casos, RT e incidência com tendência de subida. "Portugal regista nesta quarta-feira mais três mortes e 663 novos casos de COVID-19, segundo o boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS).

O número de pessoas internadas, que atingiu o pico de 6869 a 1 de fevereiro, tem vindo a descer desde então, contando-se agora 488, menos 16 do que na terça-feira, e pela primeira vez desde 19 de setembro de 2020 esse indicador é inferior a 500, segundo o boletim epidemiológico divulgado.

Desde terça-feira, mais três pessoas foram para unidades de cuidados intensivos, onde estão agora 116 doentes com COVID-19.

O índice de transmissibilidade (Rt) subiu para 1,01 em todo o território nacional, sendo agora de 1,02 no continente. Recorde-se que este era um dos dois fatores definidos pelo Governo na matriz de risco do desconfinamento, sendo que o máximo previsto era 1.

Com uma ligeira subida da incidência, Portugal aproxima-se assim do amarelo no semáforo que regula o desconfinamento."

6 DE ABRIL

DGS, relatório de situação COVID-19

PORTUGAL: SIC Notícias [14h05] | 874 novos casos de infeção. "Portugal contabiliza nesta terça-feira mais duas mortes e 874 novos casos de COVID-19, segundo o relatório diário da Direção-Geral da Saúde (DGS).

O aumento do número de novos casos registado no boletim epidemiológico da DGS 'reflete o atraso de integração de 599 notificações laboratoriais positivas que reportam ao fim de semana', pode ler-se.

Desde o início da pandemia, Portugal já registou 16 887 mortes e 824 368 casos de infeção pelo vírus SARS-CoV-2, estando nesta terça-feira ativos 25 944 casos, menos 22 em relação a segunda-feira.

Estão em vigilância pelas autoridades de saúde 14 842, o que representa menos 1086 casos.

O boletim epidemiológico da DGS revela que estão internados 504 doentes (menos 32 do que na segunda-feira), o mais baixo desde 19 de setembro, dia em que estavam internadas 497 pessoas.

Nos cuidados intensivos, Portugal tem hoje 113 doentes, mais um em relação a segunda-feira, valor mais baixo desde 7 de outubro, dia em que estavam internadas nestas unidades 104 pessoas.

A análise do Rt e da taxa de incidência é feita às segundas, quartas e sexta. Esta segunda-feira o valor do Rt nacional era de 0,98, tendo atingido o valor 1 no continente. No que toca à incidência nacional, há 62,8 casos de infeção por 100 mil habitantes."

5 DE ABRIL

DGS 5 de abril

PORTUGAL: Rádio Renascença [14h02] | "R sobe para 1 em Portugal Continental." "Portugal registou nas últimas 24 horas mais seis mortos e 159 novos casos de COVID-19. De acordo com o boletim diário da Direção-Geral da Saúde, o R, em Portugal continental, atingiu o valor de 1. A nível nacional, o valor de transmissibilidade está em 0,98.

Apesar desta subida, no semáforo da pandemia, Portugal continua nos tons verdes, uma vez que a incidência está nos 60,9 casos por 100 mil habitantes.

O número de internados subiu para 536, mais 19 do que ontem, dos quais 112 em cuidados intensivos (menos cinco do que ontem).

O número de casos ativos registou ligeiro recuou e está neste momento abaixo dos 26 mil (25 966).

Desde o início da pandemia, Portugal já registou 823 494 casos da doença, dos quais 16 885 morreram e 780 643 conseguiram recuperar.

Ainda segundo a DGS, até ao momento foram administradas em Portugal 1 834 825 vacinas contra a COVID."

4 DE ABRIL

PORTUGAL: SIC Notícias [14h05] | 193 novos casos de infeção. "Portugal contabiliza neste domingo mais quatro mortes e 193 novos casos de COVID-19, segundo o relatório diário da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Desde o início da pandemia, Portugal já registou 16 879 mortes e 823 335 casos de infeção pelo vírus SARS-CoV-2, estando este domingo ativos 26 134 casos, menos 160 em relação a sábado.

O boletim epidemiológico da DGS revela que estão internados 517 doentes, mais cinco do que no sábado. Nos cuidados intensivos, Portugal tem 117 doentes, menos nove em relação a sábado.

Os dados indicam ainda que mais 349 doentes foram dados como recuperados, fazendo subir para 780 322 o número total de recuperados desde o início da pandemia em Portugal, em março de 2020.

As autoridades de saúde têm este domingo sob vigilância 15 960 contactos, menos 161 relativamente ao dia anterior.

Em relação a sábado, o nível de incidência (novos casos por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias) nacional manteve-se nos 65,6, assim como o índice de transmissibilidade que se manteve em 0,97."

3 DE ABRIL

DGS, 3 de abril, relatório de situação COVID-19

PORTUGAL: TVI24 [14h01] | 280 novos casos de infeção. "Portugal regista, neste sábado, mais sete mortos e 280 novos casos de COVID-19, de acordo com o último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS).

A maioria dos óbitos (6) foi registada na região de Lisboa, a mais afetada pela pandemia, com 33,9% das infeções diárias (95).

Há menos um doente internado em enfermaria, para um total de 512, e menos cinco nos cuidados intensivos, são agora 126.

O país tem, neste momento, 26 294 casos ativos de COVID-19, menos 45 que na sexta-feira. Há, também, menos 30 casos suspeitos, mantendo-se, porém, 16 091 pessoas em contactos de vigilância com as autoridades de saúde.

Igualmente nas últimas 24 horas, mais 318 doentes recuperaram da doença, totalizando 779 973.

Desde o início da pandemia já morreram 16 875 doentes dos 823 142 infetados.

Relativamente ao dia anterior, o índice de transmissibilidade da doença, o R(t), mantém-se no 0,97, bem como a incidência, ou seja, os casos de infeção por 100 000 habitantes, que continua nos 65,6."

2 DE ABRIL

DGS 2 de abril, relatório de situação COVID-19

PORTUGAL: SIC Notícias [14h05] | 548 novos casos em 24 horas. "Portugal contabiliza nesta sexta-feira mais 9 mortes e 548 novos casos de COVID-19, segundo o relatório diário da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Desde o início da pandemia, Portugal já registou 16 868 mortes e 822 862 casos de infeção pelo vírus SARS-CoV-2, estando nesta sexta-feira ativos 26 339 casos, menos 204 em relação a quinta-feira.

O boletim epidemiológico da DGS revela que estão internados 513 doentes, menos 25 do que na quinta-feira. Nos cuidados intensivos, Portugal tem 131 doentes, mais 2 em relação a quinta-feira. Desde 20 de setembro de 2020, quando havia 511 pessoas no hospital com COVID-19, que o número de internados não era tão baixo.

Os dados indicam ainda que mais 743 doentes foram dados como recuperados, fazendo subir para 779 655 o número total de recuperados desde o início da pandemia em Portugal, em março de 2020.

As autoridades de saúde têm sob vigilância 16 121 contactos, mais 171 relativamente ao dia anterior.

Em relação a quinta-feira, o nível de incidência (novos casos por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias) nacional aumentou de 65,3 para 65,6, enquanto o índice de transmissibilidade subiu de 0,94 para 0,97.

Das nove mortes verificadas nas últimas 24 horas, sete foram registadas na zona de Lisboa e Vale do Tejo, uma na região Centro e uma no Algarve.

Em Lisboa e Vale do Tejo foram confirmados 220 novos casos, contabilizando-se 311 949 no total e 7142 mortes.

Na região Norte houve 179 novos casos de contágio confirmados, chegando aos 331 002 desde o início da pandemia, com 5305 mortes.

Na região Centro, onde morreram 3000 pessoas com COVID-19 desde o início da pandemia, registaram-se 73 novos casos, com um total de 117 277.

No Alentejo houve mais 26 casos, com um total de 29 141 infeções e 970 mortes. O Algarve tem mais 35 casos, 20 774 no total, e 354 mortes desde o início da pandemia.

Quanto aos Açores, registaram mais quatro casos, atingindo um total de 4076 casos confirmados e 29 mortes desde março de 2020. Na Madeira houve mais 11 casos, subindo para um total de 8643, 29 dos quais fatais."

1 DE ABRIL

DGS, 1 de abril, relatório de situação COVID-19

PORTUGAL: TVI24 [14h03] | Mais 592 novos casos de infeção. "Portugal regista nesta quinta-feira mais 11 mortes e 592 novos casos de COVID-19, segundo o boletim divulgado pela Direção-Geral da Saúde (DGS).

É o segundo dia em que o valor de novos casos ronda os 600, número acima do habitual nas últimas semanas.

O boletim epidemiológico da DGS revela que estão internados 538 doentes (menos 20 do que na quarta-feira), o mais baixo desde 21 de setembro, dia em que estavam internadas 518 pessoas.

Nos cuidados intensivos, Portugal tem 129 doentes, mais dois em relação a quarta-feira.

Os dados revelam ainda que 702 pessoas foram dadas como recuperadas, fazendo subir para 778 912 o número total desde o início da pandemia em Portugal, em março de 2020.

Os casos ativos em Portugal continuam a registar uma diminuição, com 26 543 contabilizados (menos 121).

Desde março de 2020, Portugal já registou 16 859 mortes associadas à COVID-19 e 822 314 casos de infeção pelo coronavírus SARS-CoV-2, que provoca a doença covid-19.

As autoridades de saúde têm em vigilância 15 950 contactos, mais 150 relativamente ao dia anterior.

De acordo com os mais recentes dados da DGS, Portugal tem atualmente 1 696 569 pessoas vacinadas contra a COVID-19: 1 210 996 com a primeira dose e 485.573 com a segunda dose.

O índice de transmissibilidade (Rt) do novo coronavirus em Portugal está estável, mantendo-se em 0,94, enquanto a incidência desceu para 65,3 novos casos de infeção por 100 000 habitantes, segundo dados oficiais.

De acordo com o boletim conjunto da Direção-Geral da Saúde (DGS) e do Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA), o Rt é de 0,94 em Portugal continental e ilhas, segundo a última atualização feita na quarta-feira.

No que respeita à incidência de novos casos de infeção com SARS-CoV-2, os dados revelam que se situa nos 65,3 casos por 100 000 habitantes e nos 62,4 casos por 100 000 habitantes se for considerado apenas o continente, também de acordo com a última atualização, na quarta-feira.

A incidência refere-se ao número de novos casos por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias.

Os dados do Rt e da incidência são atualizados à segunda, quarta e sexta-feira.

Das 11 mortes reportadas, seis foram registadas em Lisboa e Vale do Tejo, quatro na região Norte e uma na região Centro.

Na região de Lisboa e Vale do Tejo foram notificadas 267 novas infeções, contabilizando-se até agora 311 729 casos e 7135 mortos.

A região Norte tem 150 novas infeções por SARS-CoV-2 e desde o início da pandemia já contabilizou 330 823 casos de infeção e 5305 mortes.

Na região Centro registaram-se mais 41 casos, acumulando-se 117 204 infeções e 2999 mortos.

No Alentejo foram assinalados mais 35 casos, totalizando 29 115 infeções e 970 mortos desde o início da pandemia.

Na região do Algarve o boletim revela que foram registados 64 novos casos, acumulando-se 20 739 infeções e 353 mortos.

Na região Autónoma da Madeira foram registados 26 novos casos, contabilizando 8632 infeções e 68 mortes devido à COVID-19 desde março de 2020.

Os Açores têm nove novos casos e contabilizam 4072 casos e 29 mortos desde o início da pandemia, segundo a DGS."

31 DE MARÇO

DGS COVID-19, relatório de situação

PORTUGAL: SIC Notícias [14h15] | 618 novos casos em 24 horas. "Portugal contabiliza nesta quarta-feira mais 3 mortes e 618 novos casos de COVID-19, segundo o relatório diário da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Desde o início da pandemia, Portugal já registou 16 848 mortes e 821 722 casos de infeção pelo vírus SARS-CoV-2, estando nesta quarta-feira ativos 26 664 casos, menos 92 em relação a terça-feira.

O boletim epidemiológico da DGS revela que estão internados 558 doentes (menos 26 do que na terça-feira). Nos cuidados intensivos estão nesta quarta-feira 127 doentes, menos 2 em relação a ontem.

Os dados indicam ainda que mais 707 doentes foram dados como recuperados, fazendo subir para 778 210 o número total de recuperados desde o início da pandemia em Portugal, em março de 2020.

As autoridades de saúde têm sob vigilância 15 800 contactos, menos 53 relativamente ao dia anterior.

O índice de transmissibilidade (Rt) do novo coronavírus em Portugal mantém-se nos 0,94, enquanto a incidência a nível nacional caiu para 65,3 novos casos de infeção por 100 000 habitantes.

A incidência refere-se ao número de novos casos por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias.

Os dados do Rt e da incidência são atualizados à segunda, quarta e sexta-feira.

Das 3 mortes registadas nas últimas 24 horas, duas ocorreram na região de Lisboa e Vale do Tejo e uma no Norte.

Na região de Lisboa e Vale do Tejo foram notificadas 271 novas infeções, contabilizando-se até agora 311 462 casos e 7129 mortos.

A região Norte tem 210 novas infeções por SARS-CoV-2 e desde o início da pandemia já contabilizou 330 673 casos de infeção e 5301 mortes.

Na região Centro registaram-se mais 74 casos, acumulando-se 117 163 infeções e 2998 mortos.

No Alentejo foram assinalados mais 9 casos, totalizando 29 080 infeções e 970 mortos desde o início da pandemia em Portugal.

A região do Algarve tem notificados 35 novos casos, somando 20 675 infeções e 353 mortos.

Na região Autónoma da Madeira foram registados 11 novos casos, contabilizando 8606 infeções e 68 mortes devido à COVID-19 desde março de 2020.

Os Açores têm hoje 8 novos casos, contabilizam 4063 casos desde o início da pandemia e 29 mortos."

30 DE MARÇO

Boletim DGS Covid-19

PORTUGAL: Lusa [14h40] | Números oficiais do dia. Portugal regista esta terça-feira mais duas mortes, número mais baixo desde 6 de setembro, e 388 novos casos de COVID-19, segundo o boletim divulgado pela Direção-Geral da Saúde (DGS). "O boletim epidemiológico da DGS revela que estão internados 584 doentes (menos 39 do que na segunda-feira), o mais baixo desde 23 de setembro, dia em que estavam internadas 571 pessoas. Nos cuidados intensivos, Portugal tem hoje 129 doentes, menos sete em relação a segunda-feira, valor mais baixo desde 12 de outubro, dia em que estavam internadas nestas unidades 128 pessoas."

29 DE MARÇO

DGS, 29 de março, relatório de situação COVID-19

PORTUGAL: TVI24 [14h05] | Índice de transmissibilidade (Rt) nacional subiu ligeiramente. "Portugal regista nesta segunda-feira mais seis mortes e 309 novos casos de COVID-19, segundo o boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS).

O boletim epidemiológico da DGS revela que estão internados 623 doentes (menos 10 do que no domingo), o mais baixo desde 24 de setembro, dia em que estavam internadas 588 pessoas.

Nos cuidados intensivos, Portugal tem 136 doentes, menos seis em relação a domingo, valor mais baixo desde 13 de outubro, dia em que estavam também internadas nestas unidades 132 pessoas.

O índice de transmissibilidade (Rt) nacional subiu ligeiramente de 0,93 para 0,94, mantendo-se nos 0,93 em Portugal Continental. A incidência mantém uma tendência crescente, sendo agora de 70 casos por 100 mil habitantes em todo o território, e de 63,4 no Continente.

Recorde-se que estes são os dois fatores essenciais para que Portugal possa prosseguir com o processo de desconfinamento.

A matriz de risco mantém-se assim no verde, sendo que o Governo adiou para 1 de abril uma decisão definitiva sobre o avanço da reabertura prevista para 5 de abril, que inclui o regresso às aulas presenciais dos alunos de 2.º e 3.º ciclos e também a reabertura das esplanadas.

Segundo os objetivos definidos pelo Governo, o Rt não pode subir acima de 1, enquanto a incidência se deve manter abaixo dos 120 casos por 100 mil habitantes."

28 DE MARÇO

DGS, relatório de situação, COVID-19

PORTUGAL: SIC Notícias [14h03] | Mais 365 casos de infeção. "Portugal contabiliza neste domingo mais 10 mortes e 365 novos casos de COVID-19, segundo o relatório diário da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Desde o início da pandemia, Portugal já registou 16 837 mortes e 820 407 casos de infeção pelo vírus SARS-CoV-2, estando neste domingo ativos 28 179 casos, menos 29 em relação a ontem.

O boletim da DGS revela que estão internados 633 doentes, mais 15 do que no sábado.

Nos cuidados intensivos estão 142 doentes, menos 6, o valor mais baixo desde 15 de outubro, dia em que estavam também internadas nestas unidades 139 pessoas.

Os dados indicam ainda que mais 384 doentes foram dados como recuperados, fazendo subir para 775 391 o número total de recuperados desde o início da pandemia em Portugal, em março de 2020.

As autoridades de saúde têm sob vigilância 15 602 contactos, mais 198 relativamente ao dia anterior.

De acordo com os mais recentes dados da DGS, Portugal tem atualmente 1 599 599 pessoas vacinadas contra a COVID-19: 1 130 258 com a primeira dose e 469 341 com a segunda dose.

O índice de transmissibilidade (Rt) do novo coronavírus em Portugal era na sexta-feira de 0,93 e a incidência de 75,7 novos casos de infeção com SARS-CoV-2 por 100 000 habitantes, segundo os dados oficiais.

Os dados do Rt e da incidência são atualizados à segunda, quarta e sexta-feira.

Das 10 mortes registadas nas últimas 24 horas, seis ocorreram em Lisboa e Vale do Tejo, três na região Norte, e uma no Alentejo.

Na região de Lisboa e Vale do Tejo foram notificadas 107 novas infeções, contabilizando-se até agora 310 912 casos e 7120 mortos.

A região Norte tem 112 novas infeções por SARS-CoV-2 e desde o início da pandemia já contabilizou 330 223 casos de infeção e 5300 mortes.

Na região Centro registaram-se mais 41 casos, acumulando-se 117 018 infeções e 2998 mortos.

No Alentejo foram assinalados mais 15 casos, totalizando 29 052 infeções e 969 mortos desde o início da pandemia.

Na região do Algarve o boletim de hoje revela que foram registados 40 novos casos, acumulando-se 20 617 infeções e 353 mortos.

Na região Autónoma da Madeira foram registados 43 novos casos, contabilizando 8550 infeções e 68 mortes devido à COVID-19 desde março de 2020.

Os Açores têm hoje sete novos casos e contabilizam 4035 casos e 29 mortos desde o início da pandemia, segundo a DGS."

27 DE MARÇO

Boletim DGS

PORTUGAL: RTP [14h55] | "344 novos casos e oito óbitos. Segundo o boletim epidemiológico deste sábado, Portugal registou 344 novos casos, para um total de 820 042. Há ainda a registar mais oito óbitos, aumentando o total de mortes desde o início da pandemia para 16 827.

Portugal tem hoje 618 doentes internados, menos 51 do que no dia anterior, e 148 em unidades de cuidados intensivos, menos sete do que na sexta-feira.

Do total de novos casos, 152 foram reportados na região de Lisboa e Vale do Tejo, 68 no norte, 51 no centro e 32 no Alentejo. A Madeira registou 30 novas infeções e os Açores 14. Relativamente aos óbitos, a região norte, assim como o Alentejo, registaram dois óbitos. Os restantes foram registados na região centro, Lisboa e Vale do Tejo, Açores e Madeira.

Há ainda a registar mais 3668 doentes recuperados nas últimas 24 horas, para um total de 775 007 recuperados.

Portugal tem hoje menos 3332 casos ativos e mais 105 contactos em vigilância."

26 DE MARÇO

DGS 26 de março Relatório de Situação Covid-19

PORTUGAL: Expresso [14h04] | "Incidência continua a recuar, R(t) em Portugal sobe para 0,93." "O boletim desta sexta-feira da Direção-Geral da Saúde (DGS) regista cinco óbitos e 488 novos casos de COVID-19 em Portugal nas últimas 24 horas. Há ainda mais 891 recuperados.

Trata-se de um número de óbitos mais baixo em cinco meses e meio, desde que a 10 de outubro se registou o mesmo valor. Para encontrar um número de mortes inferior temos de recuar até 28 de setembro (quatro).

Quanto aos novos casos, estão acima dos valores da véspera (423), mas a comparação com os casos de há uma semana (568) é favorável. O total de novas infeções está acima da média dos últimos sete dias (439,3), mas muito abaixo da dos últimos 30 (637,1).

A DGS atualizou também a matriz de risco, em que Portugal se mantém na zona verde, mas com o R(t) a prosseguir a subida: é agora de 0,93 na globalidade do território nacional e de 0,92 no Continente (era de 0,91 em ambos os casos, na quarta-feira).

Quanto à incidência, mantém o movimento inverso e continua a recuar: é agora de 75,7 infeções por 100 mil habitantes em todo o território nacional (era de 77,6 na segunda-feira e de 105 há duas semanas, quando António Costa anunciou o plano de desconfinamento) e de 66,8 no Continente (67,7 há dois dias)."

[SIC NOTÍCIAS, 14h06] "O boletim epidemiológico da DGS revela que estão internados 669 doentes, menos 26 do que na quinta-feira e o número mais baixo desde 30 de setembro, dia em que estavam internadas 666 pessoas.

Nos cuidados intensivos, Portugal tem hoje 155 doentes, mais um em relação a ontem.

Os dados indicam ainda que mais 891 doentes foram dados como recuperados, fazendo subir para 771 339 o número total de recuperados desde o início da pandemia em Portugal, em março de 2020.

Das 5 mortes registadas nas últimas 24 horas, duas ocorreram em Lisboa e Vale do Tejo, duas na região Centro e uma no Alentejo.

Na região de Lisboa e Vale do Tejo foram notificadas mais 210 novas infeções, contabilizando-se até agora 310 653 casos e 7113 mortos.

A região Norte tem 120 novas infeções por SARS-CoV-2 e desde o início da pandemia já contabilizou 330 043 casos de infeção e 5295 mortes.

Na região Centro registaram-se mais 53 casos, acumulando-se 116 926 infeções e 2997 mortos.

No Alentejo foram assinalados mais 52 casos, totalizando 29 005 infeções e 968 mortos desde o início da pandemia em Portugal.

A região do Algarve tem notificados 8 novos casos, somando 20 580 infeções e 351 mortos.

Na região Autónoma da Madeira foram registados 34 novos casos, contabilizando 8477 infeções e 67 mortes devido à COVID-19 desde março de 2020.

Os Açores têm hoje 11 novos casos, contabilizam 4014 casos desde o início da pandemia e 28 mortos."

25 DE MARÇO

Boletim DGS

PORTUGAL: Rádio Renascença [14h11] | Índice de contágio R(t) mantém-se nos 0,91. "Portugal regista nesta quinta-feira mais nove mortes e 423 novos casos de COVID-19, avança o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Nos hospitais portugueses há menos 17 pessoas internadas com o novo coronavírus, num total de 695 pacientes.

Nas unidades de cuidados intensivos estão 154 pessoas hospitalizadas, menos uma em comparação com o dia de ontem.

O país tem agora 31 948 casos ativos de Covid-19, uma redução de 196 no espaço de 24 horas.

Recuperaram da doença 610 pessoas e há agora mais 137 em contactos de vigilância, num total de 15 035.

Desde a chegada da pandemia, em março do ano passado, Portugal tem confirmados 16 814 mortes e mais de 819 mil casos de COVID-19.

A taxa de incidência, um dos indicadores do plano de desconfinamento, está nesta quinta-feira nos 77,6 casos de infeção por SARS-CoV-2 por 100 mil habitantes, no conjunto de Portugal continental e ilhas.

Em Portugal continental a taxa de incidência é de 67,7 casos de COVID-19 por 100 mil habitantes.

O índice de contágio R(t) mantém-se nos 0,91 em Portugal e ilhas e também no território continental.

Numa análise por regiões, Lisboa e Vale do Tejo é a região mais afetada, com sete mortes e 182 novos casos (43%) nas últimas 24 horas.

A região Norte tem 126 casos (30%) e zero mortes esta quinta-feira, enquanto o Centro (14%) regista um óbito e 59 infeções.

O Alentejo e o Algarve têm 17 e 22 novos casos, respetivamente, e não registam mortes.

Nas regiões autónomas, a Madeira tem uma morte e oito casos e os Açores contabilizam mais nove infeções."

24 DE MARÇO

Boletim DGS 24 de março Covid-19

PORTUGAL: Lusa [14h45] | Números oficiais do dia. "Portugal registou hoje 11 mortes relacionadas com a COVID-19 e 575 novos casos de infeção com o novo coronavírus, valores que se têm mantido estáveis desde o início de março, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS). O boletim epidemiológico da DGS revela que estão internados 712 doentes (menos 31 do que na terça-feira), o número mais baixo desde 5 de outubro, dia em que estavam internadas 701 pessoas. Nos cuidados intensivos, Portugal tem hoje 155 doentes (menos quatro em relação a terça-feira), o valor mais baixo desde 18 outubro, dia em que Portugal tinha também 155 casos nestas unidades."

23 DE MARÇO

DGS 23 de março Relatório de situação Covid-19

PORTUGAL: SIC Notícias [14h12] | Menos internamentos e 434 novos casos de infeção. "Portugal contabiliza nesta terça-feira mais 10 mortes e 434 novos casos de COVID-19, segundo o relatório diário da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Desde o início da pandemia, Portugal já registou 16 794 mortes e 818 212 casos de infeção pelo vírus SARS-CoV-2, estando nesta terça-feira ativos 32 332 casos, menos 788 em relação a ontem.

O boletim da DGS revela que estão internados 743 doentes, menos 28 do que na segunda-feira, o número mais baixo desde 6 de outubro, dia que estavam internadas 732 pessoas.

Nos cuidados intensivos estão 159 doentes, menos 6, o valor mais baixo desde 18 outubro, dia em que Portugal tinha 155 doentes nestas unidades.

Os dados indicam ainda que mais 1212 doentes foram dados como recuperados, fazendo subir para 769 086 o número total de recuperados desde o início da pandemia em Portugal, em março de 2020.

As autoridades de saúde têm sob vigilância 14 918 contactos, menos 162 relativamente ao dia anterior."

22 DE MARÇO

DGS Relatório de situação Covid-19

PORTUGAL: TVI24 [14h03] | 248 novos casos de infeção. "Portugal registou nesta segunda-feira 16 mortes relacionadas com a COVID-19 e 248 novos casos de infeção com o novo coronavírus, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS).

De acordo com o relatório da situação epidemiológica da DGS, o número de doentes internados em enfermaria subiu para 771, mais seis do que no domingo.

Nas unidades de cuidados intensivos (UCI) estão 165 doentes internados, menos cinco face à véspera.

O 'semáforo' que controla o desconfinamento em Portugal continua no verde. O R(t) em território nacional é agora de 0,89, no continente fixa-se nos 0,88.

A região de Lisboa e Vale do Tejo lidera neste início de semana o número de novos casos e de mortes: mais 85 casos e mais 12 óbitos.

Na região Norte não voltaram a registar-se óbitos esta segunda-feira."

21 DE MARÇO

DGS Relatório de situação Covid-19

PORTUGAL: SIC Notícias [14h05] | Mais 450 novos casos de infeção. "Portugal contabiliza neste domingo mais seis mortes e 450 novos casos de COVID-19, segundo o relatório diário da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Desde o início da pandemia, Portugal já registou 16 768 mortes e 817 530 casos de infeção pelo vírus SARS-CoV-2, estando neste domingo ativos 33 443 casos, mais 49 em relação a ontem.

O boletim da DGS revela que estão internados 765 doentes, mais 21 do que no sábado.

Nas unidades de cuidados intensivos (UCI) estão 170 doentes internados.

Os dados indicam ainda que mais 345 doentes foram dados como recuperados, fazendo subir para 767 319 o número total de recuperados desde o início da pandemia em Portugal, em março de 2020.

As autoridades de saúde têm sob vigilância 14 986 contactos, mais 252 relativamente ao dia anterior.

Das seis mortes registadas nas últimas 24 horas, três ocorreram em Lisboa e Vale do Tejo, duas na região Norte e uma na região Centro.

Na região de Lisboa e Vale do Tejo foram notificadas mais 154 novas infeções, contabilizando-se até agora 309 757 casos e 7083 mortos.

A região Norte tem 144 novas infeções por SARS-CoV-2 e desde o início da pandemia já contabilizou 329 484 casos de infeção e 5289 mortes.

Na região Centro registaram-se mais 67 casos, acumulando-se 116 661 infeções e 2986 mortos.

No Alentejo foram assinalados mais 24 casos, totalizando 28 897 infeções e 966 mortos desde o início da pandemia em Portugal.

A região do Algarve tem notificados 21 novos casos, somando 20 425 infeções e 351 mortos.

Na região Autónoma da Madeira foram registados 31 novos casos, contabilizando 8352 infeções e 65 mortes.

Os Açores têm hoje nove novos casos e contabilizam 3954 casos desde o início da pandemia e 28 mortos."

20 DE MARÇO

Boletim DGS

PORTUGAL: TVI24 [14h10] | 457 novos casos de infeção. "Portugal contabiliza, neste sábado, mais oito mortes e 457 novos casos de COVID-19, de acordo com o último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS).

A região Norte não registou qualquer óbito nas últimas 24 horas, somando, no entanto, 29,9% dos casos diários (137).

Lisboa e Vale do Tejo continua a ser a região mais afetada, com 75% das mortes diárias (6) e 39,8% dos casos (182). Os restantes dois mortos foram registados na zona Centro, que apresenta 10,9% das novas infeções (50).

O número de doentes internados em enfermarias baixou para 744 (menos 45), o que não acontecia desde 6 de outubro. Há, ainda, menos 12 doentes em cuidados intensivos, para um total de 170, o valor mais baixo desde 19 de outubro.

O país tem, neste momento, 33 394 casos ativos de COVID-19 (-305) e 14 734 pessoas em contactos de vigilância com as autoridades de saúde (-181).

Relativamente a sexta-feira, há mais 754 doentes recuperados, elevando o total para 766 924.

Desde o início da pandemia já morreram 16 762 doentes dos mais de 817 000 infetados.

De acordo, ainda, com a DGS, foram já vacinados contra a COVID-19 1 325 266 pessoas, das quais 432 894 completaram o processo de vacinação, com a toma da segunda dose."

19 DE MARÇO

DGS

PORTUGAL: SIC Notícias [13h59] | 568 novos casos de infeção. "Portugal contabiliza nesta sexta-feira mais 11 mortes e 568 novos casos de COVID-19, segundo o relatório diário da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Desde o início da pandemia, Portugal já registou 16 754 mortes e 816 623 casos de infeção pelo vírus SARS-CoV-2, estando nesta sexta-feira ativos 33 699 casos, menos 1014 em relação a ontem.

O boletim da DGS revela que estão internados 789 doentes, menos 39 do que na quinta-feira. Nos cuidados intensivos estão 182 doentes, menos cinco face a ontem.

Consulte aqui o boletim epidemiológico desta sexta-feira
Os dados indicam ainda que mais 1571 doentes foram dados como recuperados, fazendo subir para 766 170 o número total de recuperados desde o início da pandemia em Portugal, em março de 2020.

As autoridades de saúde têm sob vigilância 14 915 contactos, menos 353 relativamente ao dia anterior.

Das 11 mortes registadas nas últimas 24 horas, quatro ocorreram em Lisboa e Vale do Tejo, duas na região Norte, quatro na região Centro e uma na Madeira.

Na região de Lisboa e Vale do Tejo foram notificadas mais 223 novas infeções, contabilizando-se até agora 309 421 casos e 7074 mortos.

A região Norte tem 146 novas infeções por SARS-CoV-2 e desde o início da pandemia já contabilizou 329 203 casos de infeção e 5287 mortes.

Na região Centro registaram-se mais 104 casos, acumulando-se 116 544 infeções e 2983 mortos.

No Alentejo foram assinalados mais 21 casos, totalizando 28 849 infeções e 966 mortos desde o início da pandemia em Portugal.

A região do Algarve tem notificados 21 novos casos, somando 20 379 infeções e 351 mortos.

Na região Autónoma da Madeira foram registados 40 novos casos, contabilizando 8292 infeções e 65 mortes devido à COVID-19 desde março de 2020.

Os Açores têm hoje 13 novos casos, contabilizam 3935 casos desde o início da pandemia e 28 mortos."

18 DE MARÇO

Boletim DGS

PORTUGAL: Rádio Renascença [14h06] | Menos de 200 internados em cuidados intensivos. "Nas últimas 24 horas, Portugal regista mais 21 mortos e 485 infetados com COVID-19. A tendência de descida de internados e casos ativos continua a verificar-se, adiantam os dados divulgados nesta quinta-feira pela Direção-Geral da Saúde.

Há agora 34 713 casos ativos da doença, menos 116 do que ontem, quarta-feira. O número de internados está nos 828, menos 28, dos quais 187 em cuidados intensivos (menos 18).

No semáforo da pandemia, Portugal continua no verde, com um R nacional nos 0,84 (0,80 no continente) e uma incidência de 90,3 casos por 100 mil habitantes, nos últimos 14 dias (79,1 no continente).

Desde o início da pandemia, Portugal regista 816 055 casos da doença, dos quais 764 599 recuperaram e 16 743 morreram.

Sobre o processo de vacinação, a DGS adianta que até ao momento já foram administradas 1 235 136 vacinas, mais cerca de 35 mil do que ontem. Há, neste momento, 371 566 pessoas já com as duas doses tomadas e 863 570 com a primeira dose."

17 DE MARÇO

DGS 17 de março, relatório de situação COVID-19

PORTUGAL: SIC Notícias [13h55] | Internamentos continuam a baixar. "Portugal contabiliza nesta quarta-feira mais 15 mortes e 673 novos casos de COVID-19, segundo o relatório diário da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Desde o início da pandemia, Portugal já registou 16 722 mortes e 815 570 casos de infeção pelo vírus SARS-CoV-2, estando nesta quarta-feira ativos 34 829 casos, menos 400 em relação a ontem.

O boletim da DGS revela que estão internados 856 doentes (menos 99 do que na terça-feira), o número mais baixo desde 11 de outubro, dia em que estavam internadas 843 pessoas.

Nos Cuidados Intensivos Portugal tem hoje 205 doentes (menos oito em relação a terça-feira), o valor mais baixo desde 22 outubro, dia em que Portugal tinha 200 doentes nestas unidades.

A DGS indica ainda que mais 1058 pessoas foram dadas como recuperadas, fazendo subir para 764 019 o número total de pessoas que recuperaram desde o início da pandemia em Portugal, em março de 2020.

As autoridades de saúde têm em vigilância 15 183 contactos, menos 561 relativamente ao dia anterior, mantendo-se a tendência decrescente desde o 30 de janeiro."

16 DE MARÇO

Boletim DGS

PORTUGAL: SIC Notícias [14h03] | Mais 13 óbitos e 384 novos casos nas últimas 24 horas. "Portugal contabiliza, esta terça-feira, mais 13 mortes e 384 novos casos de COVID-19, segundo o relatório diário da Direção-Geral da Saúde (DGS).

O número de mortes subiu ligeiramente desde segunda-feira, dia em que foram registados 10 óbitos devido à doença, bem como o número de novos casos que, em 24 horas, passou de 256 para 384.

O boletim da DGS indica que o número de doentes internados diminuiu, registando-se 955, menos 41 do que na segunda-feira. Nas unidades de cuidados intensivos estão 213 doentes (menos 18 do que na segunda-feira).

A DGS indica ainda que 1.173 pessoas foram dadas como recuperadas, fazendo subir para 762.961 o número total de pessoas que recuperaram desde o início da pandemia em Portugal, em março de 2020.

Os casos ativos em Portugal continuam a diminuir, com 35.229 contabilizados hoje, menos 802 do que na segunda-feira."

15 DE MARÇO

DGS 15 de março

PORTUGAL: Rádio Renascença [16h25] | O número mais reduzido de casos desde 7 de setembro. "Portugal regista nesta quarta-feira mais 10 mortes e 256 novos casos de COVID-19, indica o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS).

É o valor mais baixo de mortes desde 14 de outubro. E o número mais reduzido de casos desde 7 de setembro.

Nos hospitais portugueses estão internados 995 doentes com COVID-19, uma redução de 20 pacientes nas últimas 24 horas. Portugal baixou da barreira dos mil doentes internados.

Em unidades de cuidados intensivos há agora menos 11 internados, num total de 231 pacientes. O número de internados em UCI está a diminuir desde há 30 dias consecutivos

Portugal tem mais de 36 mil casos ativos do novo coronavírus, uma descida de 2125 no espaço de um dia.

Recuperaram da doença 2371 pessoas nas últimas 24 horas. Desde o início da pandemia, há um ano, quase 762 mil pessoas ficaram curadas do novo coronavírus.

Há nesta quarta-feira mais de 16 mil pessoas em contactos de vigilância, uma descida de 30 no espaço de um dia."

14 DE MARÇO

Boletim 14 março COVID

PORTUGAL: TVI24 [14h01] | Mais 15 óbitos e 541 novos casos. "Portugal regista, neste domingo, mais 15 óbitos e 541 novos casos de COVID-19, de acordo com o último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Nas últimas 24 horas, o país baixou dos 40.000 casos ativos de covid-19, com menos 2.632 para um total de 38.156. Há, também, menos 500 pessoas em contactos de vigilância com as autoridades de saúde, havendo, ainda, 16.715 casos suspeitos.

Os doentes internados em enfermarias voltaram a descer, para 976 (menos 4), havendo, igualmente, menos 11 doentes nos cuidados intensivos (242).

O número de doentes recuperados ascende, agora, a 759.417, com mais 3.158 altas.

Desde o início da pandemia já morreram 16.684 doentes dos 814.257 infetados."

13 DE MARÇO

DGS 13 de março

PORTUGAL: SIC Notícias [14h03] | Mais 6489 recuperados. "Portugal contabiliza neste sábado mais 19 mortes e 564 novos casos de COVID-19, segundo o relatório diário da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Desde o início da pandemia, Portugal já registou 16 669 mortes e 813 716 casos de infeção pelo vírus SARS-CoV-2, estando neste sábado ativos 40 788 casos, menos 5944 em relação ao dia anterior.

O boletim da DGS revela que estão internados 980 doentes, menos 66 do que na sexta-feira, o valor mais baixo desde 14 de outubro, dia em que estavam hospitalizadas 957 pessoas. Nos cuidados intensivos estão 253 doentes, menos 13, o valor mais baixo desde 27 de outubro, dia em que estavam igualmente 253 pessoas nestas unidades.

Os dados indicam ainda que mais 6489 doentes foram dados como recuperados, fazendo subir para 756 259 o número total de recuperados desde o início da pandemia em Portugal, em março de 2020.

As autoridades de saúde têm sob vigilância 17 215 contactos, menos 823 relativamente ao dia anterior."

12 DE MARÇO

DGS 

PORTUGAL: TVI24 [14h02] | Valores continuam a cair. "Portugal regista nesta sexta-feira mais 15 mortes e 577 novos casos de COVID-19, segundo o boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS). O número de mortes é o mais baixo desde 20 de outubro, dia em que foram também registados 15 óbitos.

O boletim da DGS revela que estão internados 1046 doentes (menos 56 do que na quinta-feira), o valor mais baixo desde 17 de outubro, dia em que estavam hospitalizadas 1012 pessoas.

Nos cuidados intensivos Portugal tem 266 doentes (menos sete em relação a quinta-feira), o valor mais baixo desde 29 de outubro, dia em que estavam 262 pessoas nestas unidades.

Os dados indicam ainda que 5574 pessoas foram dadas como recuperadas, fazendo subir para 749 770 o número total de recuperados desde o início da pandemia em Portugal, em março de 2020.

Os casos ativos em Portugal continuam a registar uma diminuição acentuada, com 46 732 contabilizados hoje, menos 5012 desde quinta-feira.

Desde março de 2020, Portugal já registou 16 650 mortes associadas à COVID-19 e 813 152 casos de infeção pelo coronavírus SARS-CoV-2.

As autoridades de saúde têm em vigilância 18 038 contactos, menos 913 relativamente ao dia anterior, mantendo-se a tendência decrescente desde o dia 30 de janeiro.

De acordo com os últimos dados da DGS, Portugal tem atualmente 1 113 885 pessoas vacinadas contra a COVID-19: 793 162 com a primeira dose 320 723 com a segunda dose."

11 DE MARÇO

Boletim DGS

PORTUGAL: Expresso [14h12] | "18 mortes, 627 infetados e mais de 6000 recuperados em Portugal." "O boletim desta quinta-feira da Direção-Geral da Saúde (DGS) regista 18 óbitos e 627 novos casos de COVID-19 em Portugal nas últimas 24 horas. Há ainda mais 6017 recuperados.

Regista-se assim um novo mínimo do ano, abaixo das 22 mortes desta quarta-feira: desde 22 de outubro, há quase cinco meses, quando se assinalaram 16 óbitos, que o valor não era tão baixo.

Quanto às infeções, voltam a ficar abaixo das 1000, o que aconteceu em 11 dos últimos 12 dias. O número de novos casos é inferior ao de quarta-feira (642) e ao da quinta-feira da semana passada (830).

Há menos 99 doentes nos hospitais do país, que coloca o total de internamentos em 1102, o valor mais baixo em quase cinco meses (desde que a 18 de outubro havia 1086 hospitalizados). Há ainda menos 10 doentes nas unidades de cuidados intensivos (total: 273)."

10 DE MARÇO

Boletim DGS

PORTUGAL: RTP [14h58] | Mais 22 óbitos e 642 novos casos em Portugal. "Morreram mais 22 pessoas e houve registo de mais 642 novos infetados nas últimas 24 horas. No total, morreram 16 617 pessoas e registaram-se 811 948 casos desde o início da pandemia.

Quanto ao número de recuperados, houve mais 3961 casos recuperados, num total de 738 179 de pacientes que recuperaram desde o início da pandemia.

Destaque para a redução do número de internamentos: há menos 77 doentes internados em enfermaria e menos 29 doentes internados em unidades de cuidados intensivos. No total, estão ainda internadas 1201 pessoas com COVID-19 em enfermarias e 283 em unidades de cuidados intensivos."

9 DE MARÇO

COVID-19

PORTUGAL: TVI24 [15h17] | Mais 847 novos casos e 30 mortes. "Portugal somou, nas últimas 24 horas, mais 847 novos casos e 30 mortes relacionados com a COVID-19, indica o boletim epidemiológico da DGS divulgado esta terça-feira. Trata-se de um aumento de 0,10% nos novos casos de infeção e de 0,18% no que toca aos óbitos. No total, o país regista 811 306 infetados e 16 595 óbitos.

O relatório desta terça-feira dá ainda conta de 1872 recuperados nas últimas 24 horas, um total de 734 218, desde que a pandemia da COVID-19 chegou a Portugal. O número de casos ativos também continua a descer. São menos 1055 desde ontem, ou seja, neste momento, Portugal tem 60 493 pessoas com o vírus ativo.

O número de hospitalizados desceu para 1278 (menos 125 em relação a segunda-feira). Já nos Cuidados Intensivos estão 312 pessoas internadas, menos 30 que ontem.

Por regiões, Lisboa e Vale do Tejo (LVT) diagnosticou, nas últimas 24 horas, mais 288 infeções e notificou 20 mortes relacionadas com a COVID-19. O Norte reportou 584 casos e três óbitos e o Centro 63 infetados e seis mortes. Alentejo registou três contágios e um óbito e o Algarve quatro diagnósticos positivos e nenhuma morte, nas últimas 24h.

Os Açores aparecem no boletim do DGS sem novos casos do novo coronavírus e com 3806 no total, assim como 28 óbitos desde que a pandemia chegou ao arquipélago. Numa nota de rodapé, as autoridades de saúde revelam que o relatório de hoje 'reflete uma descida do número total de casos da RA dos Açores, por força da necessidade de transferência de três casos para as respetivas regiões de ocorrência, tendo sido notificado um caso na RA dos Açores no dia em análise'.

Já a Madeira, a DGS atribuiu 344 novos casos (7866 infeções e 63 vítimas mortais, no total). Numa nota explicativa, as autoridades de saúde referem que 'os dados apresentados da RA da Madeira, 92% dos casos teve um período entre o diagnóstico e notificação superior a 48 horas, decorrente de intercorrências informáticas de um laboratório na região e que se encontram em processo de regularização'."

8 DE MARÇO

DGS

PORTUGAL: Rádio Renascença [14h17] | O valor mais baixo de novos casos desde 7 de setembro. "Portugal regista nesta segunda-feira mais 25 mortes e 365 novos casos de COVID-19, indica o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS).

É o valor mais baixo de novos casos desde 7 de setembro e de óbitos desde 28 de outubro.

Nos hospitais portugueses estão internados 1403 doentes com COVID-19, uma redução de 11 pacientes nas últimas 24 horas.

Em unidades de cuidados intensivos há agora menos 12 internados, num total de 342 pacientes.

Portugal tem mais de 61 mil casos ativos do novo coronavírus, uma descida de 439 no espaço de um dia.

Recuperaram da doença 779 pessoas nas últimas 24 horas. Desde o início da pandemia, há um ano, mais de 732 mil pessoas ficaram curadas do novo coronavírus.

Há nesta segunda-feira quase 24 mil pessoas em contactos de vigilância, uma descida de 1632 no espaço de um dia.

Desde a detenção dos primeiros casos de COVID-19 em Portugal, a 2 de março do ano passado, estão confirmados 16 525 mortes e 810 459 infeções pelo novo coronavírus.

Numa análise por regiões, Lisboa e Vale do Tejo (LVT) tem mais 15 mortes e 162 novos casos e o Norte seis óbitos e 57 infeções.

A região Centro regista esta segunda-feira mais quatro mortes e 19 casos, o Alentejo 31 infeções e o Algarve 11 casos.

Nas regiões autónomas, a Madeira tem 78 casos e os Açores mais sete."

7 DE MARÇO

DGS

PORTUGAL: SIC Notícias [14h04] | Nova descida nos Cuidados Intensivos. "Portugal regista neste domingo mais 28 mortes e 682 novos casos de COVID-19, segundo o relatório diário da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Desde o início da pandemia, Portugal já registou 16 540 mortes e 810 094 casos de infeção pelo vírus SARS-CoV-2, estando este domingo ativos 61 987 casos, menos 312 em relação a ontem.

O boletim da DGS revela também que estão internados 1414 doentes (menos 2 do que no sábado).

Nos cuidados intensivos, Portugal tem hoje 354 doentes (menos 9 em relação a sábado).

As autoridades de saúde têm sob vigilância 25 513 contactos, menos 1191 relativamente ao dia anterior.

Os dados deste domingo revelam ainda que mais 966 pessoas foram dadas como recuperadas, fazendo subir para 731 567 o número de recuperados desde o início da pandemia em Portugal, em março de 2020.

Há 33 dias consecutivos que o número de recuperados supera o de novas infeções."

6 DE MARÇO

DGS

PORTUGAL: TVI24 [15h13] | Mais de mil novos casos de infeção. "Portugal contabiliza, neste sábado, mais 26 óbitos e 1007 novos casos de COVID-19, de acordo com o último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Nas últimas 24 horas há menos 167 doentes em enfermarias, para um total de 1416, e menos 20 doentes em cuidados intensivos (363).

Lisboa continua a ser a região mais afetada pela doença, tanto em número de mortos como de casos positivos.

Portugal tem, neste momento, 62 299 casos ativos de COVID-19, menos 961 que na sexta-feira. Há, também, menos 2177 pessoas em contactos de vigilância com as autoridades de saúde, havendo, ainda, 26 704 casos suspeitos.

O número total de recuperados é, agora, de 730 601, com mais 1942 altas.

Desde o início da pandemia já morreram 16 512 doentes dos 809 412 infetados.

De acordo, ainda, com a DGS, já foram vacinadas 1 012 032 pessoas: 724 202 com a primeira dose e 287 830 com a segunda."

5 DE MARÇO

DGS 5 de março

PORTUGAL: SIC Notícias [14h06] | Cuidados intensivos: o valor mais baixo desde 12 de novembro. "Portugal regista nesta sexta-feira mais 28 mortes e 949 novos casos de COVID-19, segundo o relatório diário da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Desde o início da pandemia, Portugal já registou 16 486 mortes e 808 405 casos de infeção pelo vírus SARS-CoV-2, estando esta sexta-feira ativos 63 260 casos, menos 685 em relação a ontem.

O boletim da DGS revela também que estão internados 1583 doentes (menos 125 do que na quinta-feira), o valor mais baixo desde 25 de outubro, dia em que estavam hospitalizadas 1574 pessoas.

Nos cuidados intensivos Portugal tem hoje 383 doentes (menos 16 em relação a quinta-feira), o valor mais baixo desde 12 de novembro, dia em que estavam também 383 pessoas nestas unidades.

As autoridades de saúde têm sob vigilância 28 881 contactos, menos 2160 relativamente ao dia anterior.

Os dados desta sexta-feira revelam ainda que mais 1606 pessoas foram dadas como recuperadas, fazendo subir para 728 659 o número de recuperados desde o início da pandemia em Portugal, em março de 2020.

Há 33 dias consecutivos que o número de recuperados supera o de novas infeções.

Das 28 mortes registadas nas últimas 24 horas, 17 ocorreram em Lisboa e Vale do Tejo, 5 na região Norte, 3 na região Centro e 3 no Alentejo."

4 DE MARÇO

DGS

PORTUGAL: SIC Notícias [14h43] | Recuperados acima do número de novas infeções pelo 32.º dia seguido. "Portugal contabiliza nesta quinta-feira mais 28 mortes e 830 novos casos de COVID-19, segundo o relatório diário da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Desde o início da pandemia, Portugal já registou 16 458 mortes e 807 456 casos de infeção pelo vírus SARS-CoV-2, estando nesta quinta-feira ativos 63 945 casos, menos 852 em relação ao dia anterior.

O boletim epidemiológico da DGS revela também que estão internados 1708 doentes, menos 119 do que ontem.

Nos cuidados intensivos estão 399 doentes, menos 16 em relação a ontem.

As autoridades de saúde têm sob vigilância 31 041 contactos, menos 2450 relativamente ao dia anterior.

Os dados desta quinta-feira revelam ainda que mais 1654 pessoas foram dadas como recuperadas, fazendo subir para 727 053 o número de recuperados desde o início da pandemia em Portugal, em março de 2020.

Há 32 dias consecutivos que o número de recuperados supera o de novas infeções."

3 DE MARÇO

Boletim DGS

PORTUGAL: Rádio Renascença [14h10] | Menos internamentos. "Portugal regista nesta quarta-feira mais 41 mortes e 979 casos de COVID-19, indica o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Nos hospitais portugueses estão internadas 1827 pessoas com COVID-19, uma descida de 170 pacientes no espaço de um dia. É o valor mais baixo desde 15 de novembro.

Em unidades de cuidados intensivos há menos 31 internados, num total de 415 casos.

O número de casos ativos desceu para 64 797, são menos 996 infetados em comparação com o balanço anterior.

Recuperaram da doença 1934 pessoas e há agora cerca de 33 mil contactos de vigilância.

Desde a chegada da pandemia a Portugal, há um ano, estão confirmados 16 430 óbitos e 806 626 casos de COVID-19.

Numa análise por regiões, Lisboa e Vale do Tejo regista nesta quarta-feira 25 mortes e 426 casos e o Norte oito óbitos e 217 infeções.

A região Centro tem quatro mortes e 118 casos, o Alentejo um óbito e 31 infeções e o Algarve três mortes e 37 novos casos.

A Madeira contabiliza 140 novos casos e os Açores registam 10 infeções."

2 DE MARÇO

Boletim DGS

PORTUGAL: Lusa [15h20] | Números oficiais do dia. Portugal registou hoje 38 mortes relacionadas com a COVID-19 e 691 novos casos de infeção com o novo coronavírus, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS). O boletim da DGS revela também que estão internados 1997 doentes (menos 170 do que na segunda-feira), o valor mais baixo desde 30 de outubro, dia em que estavam hospitalizadas 1972 pessoas. Nos cuidados intensivos, Portugal tem hoje 446 doentes, menos 23 relativamente a segunda-feira. Os dados indicam ainda que 3230 pessoas foram dadas como recuperadas, fazendo subir para 723 465 o número total de recuperados desde o início da pandemia em Portugal, em março de 2020. Há 30 dias consecutivos que o número de recuperados supera o de novas infeções.

1 DE MARÇO

DGS

PORTUGAL: SIC Notícias [14h04] | Valores semelhantes aos de setembro e outubro. "Portugal contabiliza nesta segunda-feira mais 34 mortes e 394 novos casos de COVID-19, segundo o relatório diário da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Os valores de hoje são semelhantes aos registados em outubro, no que respeita às mortes, quando foram notificados 33 óbitos no dia 29 desse mês, e a setembro, no que se refere aos novos casos, com o registo de 388 a 8 de setembro.

Relativamente aos óbitos, os números têm vindo a descer, tendo-se registado no passado sábado um valor igual ao de 29 de outubro (33).

Desde o início da pandemia, Portugal já registou 16 351 mortes e 804 956 casos de infeção pelo vírus SARS-CoV-2, estando esta segunda-feira ativos 68 370 casos, menos 898 em relação a domingo.

O boletim epidemiológico da DGS revela também que estão internados 2167 doentes, mais 2 do que ontem. Destes, 469 estão nos cuidados intensivos, menos 15 em relação a ontem.

Consulte aqui o boletim epidemiológico desta segunda-feira
As autoridades de saúde têm sob vigilância 41 227 contactos, menos 4187 relativamente ao dia anterior.

Os dados desta segunda-feira revelam ainda que mais 1258 pessoas foram dadas como recuperadas, fazendo subir para 720 235 o número de recuperados desde o início da pandemia em Portugal, em março de 2020.

Há 29 dias consecutivos que o número de recuperados supera o de novas infeções.

DADOS POR REGIÃO

Das 34 mortes registadas nas últimas 24 horas, 15 ocorreram em Lisboa e Vale do Tejo, 10 na região Centro e 9 na região Norte.

Na região de Lisboa e Vale do Tejo foram notificadas mais 238 novas infeções, contabilizando-se até agora 304 772 casos e 6846 mortes.

A região Norte tem hoje 74 novas infeções por SARS-CoV-2 e desde o início da pandemia já contabilizou 326 378 casos de infeção e 5215 mortes.

Na região Centro, registaram-se mais 27 casos, acumulando-se 114 984 infeções e 2915 mortos.

No Alentejo foram assinalados mais 15 casos, totalizando 28 474 infeções e 947 mortos desde o início da pandemia em Portugal.

A região do Algarve tem hoje notificados 12 novos casos, somando 20 110 infeções e 339 mortos.

A Madeira registou 16 novos casos. Esta região autónoma contabiliza 6474 infeções e 61 mortes devido à COVID-19.

A região Autónoma dos Açores registou 12 novos nas últimas 24 horas e notificados no total 3764 casos de infeção e 28 mortos."

28 de fevereiro

DGS

PORTUGAL: SIC Notícias [14h04] | Número de recuperados supera o de novas infeções há 28 dias seguidos. "Portugal contabiliza este domingo mais 41 mortes e 718 novos casos de COVID-19, segundo o relatório diário da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Desde o início da pandemia, Portugal já registou 16 317 mortes e 804 562 casos de infeção pelo vírus SARS-CoV-2, estando este domingo ativos 69 268 casos, menos 987 em relação a ontem.

O boletim epidemiológico da DGS revela também que estão internados 2165 doentes, menos 15 do que ontem. Destes, 484 estão nos cuidados intensivos, menos 8 em relação a ontem.

As autoridades de saúde têm sob vigilância 45 414 contactos, menos 3076 relativamente ao dia anterior.

Os dados deste domingo revelam ainda que mais 1664 pessoas foram dadas como recuperadas, fazendo subir para 718 977 o número de recuperados desde o início da pandemia em Portugal, em março de 2020.

1) Há 28 dias consecutivos que o número de recuperados supera o de novas infeções.

2) Os internamentos em cuidados intensivos registam hoje o valor mais baixo desde 19 de dezembro, quando estavam nestas unidades 485 pessoas.

3) Os doentes internados em enfermaria são o número mais baixo desde o início de novembro.

4) Portugal tem atualmente 861 922 pessoas vacinadas: 596 812 com a primeira dose e 265 110 com a segunda dose.

DADOS POR REGIÃO

Das 41 mortes registadas nas últimas 24 horas, 26 ocorreram em Lisboa e Vale do Tejo, cinco na região Centro, outras cinco na região Norte, três no Alentejo e duas no Algarve.

Na região de Lisboa e Vale do Tejo foram notificadas mais 257 novas infeções, contabilizando-se até agora 304 534 casos e 6831 mortes.

A região Norte tem hoje 229 novas infeções por SARS-CoV-2 e desde o início da pandemia já contabilizou 326 304 casos de infeção e 5206 mortes.

Na região Centro, registaram-se mais 97 casos, acumulando-se 114 957 infeções e 2905 mortos.

No Alentejo foram assinalados mais 50 casos, totalizando 28 459 infeções e 947 mortos desde o início da pandemia em Portugal.

A região do Algarve tem hoje notificados 32 novos casos, somando 20 098 infeções e 339 mortos.

A Madeira registou 35 novos casos. Esta região autónoma contabiliza 6458 infeções e 61 mortes devido à COVID-19.

A região Autónoma dos Açores registou 18 novos nas últimas 24 horas e notificados no total 3752 casos de infeção e 28 mortos.

Os casos confirmados distribuem-se por todas as faixas etárias, situando-se entre os 20 e os 59 anos o registo de maior número de infeções."

27 de fevereiro

DGS

PORTUGAL: TVI24 [14h03] Internamentos em enfermarias muito perto de baixar dos 2000. "Portugal contabiliza, neste sábado, mais 33 mortes e 1071 novos casos de COVID-19, de acordo com o último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS).

O número de internamentos em enfermarias está muito perto de baixar dos 2000, com menos 224 doentes internados, para 2180. Também os cuidados intensivos estão abaixo das 500 camas, com menos 30 doentes (são agora 492).

Portugal tem, neste momento, 70 255 casos ativos de COVID-19, menos 1782 que no dia anterior. Há, igualmente, menos 4676 pessoas em contactos de vigilância com as autoridades de saúde, totalizando 48 490.

Nas últimas 24 horas, mais 2820 doentes recuperaram da doença, para um total de 717 313 recuperados.

Desde o início da pandemia, já morreram 16 276 doentes dos 803 844 infetados com a doença em Portugal."

26 fevereiro

Boletim DGS

PORTUGAL: Observador [14h19] | Número de mortes subiu para 58, casos continuam a descer. "Há mais 1027 novos casos de infeção com o novo coronavírus em Portugal — os casos remontam às últimas 24 horas. Há ainda registo de mais 58 mortes. O número de mortes voltou a subir: são mais nove óbitos do que ontem. Na passada quarta-feira registaram-se 50 mortes e na quinta outras 49. Os dados são avançados por mais um boletim diário referente à evolução da pandemia da COVID-19 em Portugal. 

De acordo com o boletim divulgado pela DGS, há neste momento 2404 pessoas internadas com COVID-19 — são menos 209 pessoas face ao dia anterior. Há exatamente um mês o número de internamentos era 6472. Na altura, estavam em unidades de cuidados intensivos 765 pessoas. Em unidades de cuidados intensivos estão 522 pessoas, menos 14 face à última quinta-feira.

Nas últimas 24 horas, recuperaram mais 2780 pessoas, de um total de 714 493 pessoas recuperadas desde o início da pandemia. Nas últimas 24 horas registaram-se menos 1811 casos ativos, de um total de 72 037. Há ainda menos 4528 casos em vigilância, de um total de 53 166.

DADOS POR REGIÃO

A região de Lisboa e Vale do Tejo (LVT) continua a ser a mais afetada pela pandemia — algo que se tem verificado de forma relativamente consistente desde o começo da terceira vaga de contágios.

LVT conta assim mais 410 casos que surgiram nas últimas 24 horas. É também nesta região que se regista o maior número de mortes: 28. 

Fora LVT, os novos casos de infeção distribuem-se da seguinte forma:

  • Norte: 250 casos e 11 mortes;
  • Centro: 140 casos e 13 mortes;
  • Algarve: 54 casos;
  • Alentejo: 51 casos e 6 mortes;
  • Madeira: 123 casos.

Não há óbitos a assinalar no Algarve, na Madeira e nos Açores, arquipélago onde não se registam quaisquer novos casos nas últimas 24 horas."

25 fevereiro

DGS

PORTUGAL: SIC Notícias [14h55] | Número mais baixo de novos contágios desde 11 de outubro. "Portugal contabiliza nesta quinta-feira mais 49 mortes e 1160 novos casos de COVID-19 (o número mais baixo de novos contágios desde 11 de outubro), segundo o relatório diário da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Desde o início da pandemia, Portugal já registou 16 185 mortes e 801 746 casos de infeção pelo vírus SARS-CoV-2, estando nesta quinta-feira ativos 73 848 casos, menos 1548 em relação a quarta-feira.

O boletim epidemiológico da DGS revela também que estão internados 2613 doentes (menos 154 do que na quarta-feira), dos quais 536 em cuidados intensivos, menos 31 face a ontem. É o nível de internamentos mais baixo desde 9 de novembro.

Consulte aqui o boletim epidemiológico desta quinta-feira
As autoridades de saúde têm em vigilância 57 694 contactos, menos 5708 relativamente ao dia anterior, mantendo-se a tendência decrescente desde o dia 30 de janeiro.

Os dados desta quinta-feira revelam ainda que mais 2659 pessoas foram dadas como recuperadas, fazendo subir para 711 713 o número de recuperados desde o início da pandemia em Portugal, em março de 2020.

Há 25 dias consecutivos que o número de recuperados supera o de novas infeções.

DADOS POR REGIÃO

Relativamente às 49 mortes registadas nas últimas 24 horas, 28 ocorreram em Lisboa e Vale do Tejo, 5 na região Centro, 11 na região Norte, duas no Alentejo e 3 no Algarve.

Na região de Lisboa e Vale do Tejo foram notificadas 546 novas infeções, contabilizando-se até agora 303 331 casos e 6758 mortes.

A região Norte registou 326 novas infeções por SARS-CoV-2 nas últimas 24 horas e desde o início da pandemia já contabilizou 325 558 casos de infeção e 5186 mortes.

Na região Centro, registaram-se mais 137 casos, acumulando-se 114 580 infeções e 2882 mortos.

No Alentejo foram assinalados mais 22 casos, totalizando 28.330 infeções e 935 mortos desde o início da pandemia em Portugal.

A região do Algarve tem hoje notificados 45 novos casos, somando 19 989 infeções e 335 mortos.

A Madeira registou 81 novos casos. Esta região autónoma contabiliza 6227 infeções e 61 mortes devido à COVID-19.

Nos Açores foram registados 3 novos casos nas últimas 24 horas. Desde o início da pandemia, a região autónoma soma 3731 infeções e 28 mortos."

24 de fevereiro

boletim dgs

PORTUGAL: SIC Notícias [14h18] | 50 mortes e 1480 casos nas últimas 24 horas. "Há 24 dias consecutivos que o número de recuperados supera o de novas infeções. Portugal contabiliza esta quarta-feira mais 50 mortes  o número mais baixo desde 6 de novembro  e 1480 novos casos de COVID-19 segundo o relatório diário da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Desde o início da pandemia, Portugal já registou 16 136 mortes e 800 586 casos de infeção pelo vírus SARS-CoV-2, estando esta quarta-feira ativos 75 396 casos, menos 1648 em relação a terça-feira.

O boletim epidemiológico da DGS revela também que estão internados 2767 doentes (menos 245 do que na terça-feira), o número mais baixo desde 10 de novembro, dos quais 567 em cuidados intensivos, menos 30, número que não era registado desde 11 de janeiro.

As autoridades de saúde têm em vigilância 63 402 contactos, menos 7365 relativamente ao dia anterior, mantendo-se a tendência decrescente desde o dia 30 de janeiro.

Os dados desta quarta-feira revelam ainda que mais 3078 pessoas foram dadas como recuperadas, fazendo subir para 709 054 o número de recuperados desde o início da pandemia em Portugal, em março de 2020.

DADOS POR REGIÃO

Relativamente às 50 mortes registadas nas últimas 24 horas, 31 ocorreram em Lisboa e Vale do Tejo, 7 na região Centro, 7 na região Norte, 4 no Alentejo e uma na Madeira.

Na região de Lisboa e Vale do Tejo foram notificadas 772 novas infeções, contabilizando-se até agora 302 785 casos e 6730 mortes.

A região Norte registou 327 novas infeções por SARS-CoV-2 nas últimas 24 horas e desde o início da pandemia já contabilizou 325 232 casos de infeção e 5175 mortes.

Na região Centro, registaram-se mais 198 casos, acumulando-se 114 443 infeções e 2877 mortos.

No Alentejo foram assinalados mais 84 casos, totalizando 28 308 infeções e 933 mortos desde o início da pandemia em Portugal.

A região do Algarve tem hoje notificados 51 novos casos, somando 19 944 infeções e 332 mortos.

A Madeira registou 45 novos casos. Esta região autónoma contabiliza 6146 infeções e 61 mortes devido à COVID-19.

Nos Açores foram registados 3 novos casos nas últimas 24 horas. Desde o início da pandemia, a região autónoma soma 3728 infeções e 28 mortos."

23 de fevereiro

DGS

PORTUGAL: Rádio Renascença [13h20] | Menos 310 internamentos. "Portugal regista nesta terça-feira mais 63 mortes e 1032 novos casos de COVID-19, avança o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde.

Há menos 310 pessoas com o novo coronavírus internadas nos hospitais portugueses, num total de 3012 pacientes, um dos valores mais baixos dos últimos meses.

Em unidades de cuidados intensivos estão 597 pacientes com COVID-19, são menos 30 no espaço de um dia.

No final da reunião de ontem na sede do Infarmed, a ministra da Saúde disse que, de acordo com as previsões dos especialistas, "se as medidas atuais se mantivessem, podíamos atingir a ocupação de 300 camas Covid em unidades de cuidados intensivos em meados de março e menos de 300 no final de março".

Desde a chegada da pandemia a Portugal, em março do ano passado, estão confirmados 16 086 óbitos e quase 800 mil casos, indica o boletim da DGS desta terça-feira.

Nas últimas 24 horas foi registada uma nova descida de 3598 casos ativos da doença, para um total de pouco mais de 77 mil pessoas infetadas.

Recuperaram da doença 4567 pessoas no espaço de um dia e há também menos quase 9 mil contactos de vigilância.

Lisboa e Vale do Tejo continua a ser a região do país mais afetada pela pandemia, com 36 mortes e 493 novos casos.

O Norte regista nove mortes e 186 infeções nas últimas 24 horas e o Centro 11 óbitos e 146 infeções.

O Alentejo tem cinco mortes e 50 novos casos, o Algarve dois óbitos e 61 casos, a Madeira 93 casos e os Açores três infeções."

22 de fevereiro

DGS

PORTUGAL: TVI24 [14h28] | Número de novas infeções é o mais baixo desde 6 de outubro. "Portugal registou, nas últimas 24 horas, mais 61 mortes e 549 novos casos de COVID-19, de acordo com os mais recentes dados da Direção-Geral da Saúde (DGS). O número de novas infeções é o mais baixo desde 6 de outubro.

Desde o início da pandemia, em março de 2020, o país contabiliza um total de 16 023 vítimas mortais e 798 074 casos confirmados.

Relativamente aos casos em internamento, há mais seis doentes em enfermaria (3322) e menos 11 em Unidade de Cuidados Intensivos (627).

Mais uma vez, a maioria dos óbitos foi registada em Lisboa e Vale do Tejo (33), seguida da região Centro com 15, o Norte com oito, Alentejo e Algarve com duas vítimas mortais cada. Nos Açores não foi contabilizado qualquer óbito, tendo o arquipélago da Madeira registado um.

Nas últimas 24 horas, recuperaram da doença 2187 pessoas, fazendo subir para 701 409 o número de recuperados desde o início da pandemia em Portugal."

21 de fevereiro

DGS

PORTUGAL: SIC Notícias [14h35] | Menos pessoas nos cuidados intensivos. "Portugal regista neste domingo mais 65 mortes e 1186 novos casos de COVID-19, segundo o balanço diário da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Desde o início da pandemia, Portugal contabiliza um total de 15 962 óbitos e 797 525 contágios pelo novo coronavírus SARS-CoV-2, estando este domingo ativos 82 341casos, menos 1185 em relação a sábado.

Quanto aos internamentos hospitalares, o boletim epidemiológico da DGS revela que estão internadas em enfermaria 3316 pessoas, mais 32 que no sábado, e 638 em cuidados intensivos, menos 18 face ao dia anterior.

As autoridades de saúde têm sob vigilância 86 401contactos, menos 5913.

Os dados deste domingo revelam ainda que mais 2306 pessoas foram dadas como recuperadas, fazendo subir para 699 222 o número de recuperados desde o início da pandemia em Portugal, em março de 2020.

PORTUGAL É O 8.º PAÍS DA EUROPA COM MAIS CASOS DE COVID-19

Portugal é o oitavo país da Europa com mais casos de COVID-19, o que confirma a tendência de descida dos números.

O relatório semanal divulgado pelo Centro Europeu de Controlo de Doenças mostra que, nas últimas duas semanas, foram registados 589 casos por 100 mil habitantes, metade da incidência apresentada na semana passada.

Segundo o 'Jornal de Notícias', Portugal tem, neste momento, menos novas infeções por habitante que Espanha, França, Suécia, Áustria, República Checa ou Israel, que são alguns dos países mais afetados pela pandemia, a par do Reino Unido, da Rússia ou de Itália."

20 de fevereiro

Boletim DGS 20 de fevereiro 2021 COVID-19

PORTUGAL: Lusa [15h00] | Números oficiais do dia. "Portugal regista hoje 76 novas mortes atribuídas à COVID-19 e mais 1570 novos casos confirmados de contágios pelo novo coronavírus, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS). O boletim epidemiológico da DGS indica que estão internadas 3284 pessoas, menos 300 do que na sexta-feira, dos quais 656 em unidades de cuidados intensivos, de onde saíram 13 doentes nas últimas 24 horas. Desde 6 de janeiro, quando estavam 3293 pessoas hospitalizadas com COVID-19, que o número de internamentos não era tão baixo. Pelo vigésimo dia consecutivo, o número de pessoas dadas como recuperadas supera o de novos casos diagnosticados: há hoje mais 5050 pessoas recuperadas, totalizando 696 916 desde o início da pandemia."

19 de fevereiro

DGS 19 fevereiro

PORTUGAL: Rádio Renascença [15h01] | "Internados baixam, mas ainda há 669 em cuidados intensivos." "O boletim diário da Direção-Geral da Saúde aponta para mais 67 mortos e 1940 infetados com COVID-19. De acordo com o documento desta sexta-feira, há novo recuo do número de internados para 3584, menos 235 do que ontem, dos quais 669 em cuidados intensivos (menos 19 do que ontem).

Segundo os dados da DGS, há agora menos de 90 mil casos ativos (87 082), menos 2531 do que ontem.

A Madeira regista um grande aumento de casos, mais 140 do que ontem. Nos Açores há nota de apenas 11 novas infeções. No continente, Lisboa e Vale do Tejo lidera com 975 novos casos, o Norte 403, o Centro 287, o Algarve 75 e o Alentejo 49.

Na atualização diária sobre a evolução do plano de vacinação, a Direção-Geral da Saúde informa que, até ao fim de quinta-feira, já foram administradas 618 636 vacinas, 229 975 mil pessoas já com as duas doses tomadas e 388 661 com a primeira dose."

18 de fevereiro

DGS 18 fevereiro

PORTUGAL: SIC Notícias [14h47] | Mais recuperados do que novas infeções pelo 18.º dia consecutivo. "Portugal regista nesta quinta-feira mais 105 mortes e 1944 novos casos de COVID-19, segundo o balanço diário da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Desde o início da pandemia, Portugal contabiliza um total de 15 754 óbitos e 792 829 contágios pelo novo coronavírus SARS-CoV-2, estando esta quinta-feira ativos 89 613 casos, menos 2562 em relação a quarta-feira.

Quanto aos internamentos hospitalares, o boletim epidemiológico da DGS revela que estão internadas em enfermaria 3819 pessoas, menos 318 que no dia anterior, e 688 em cuidados intensivos, menos 31 face ao dia anterior.

O número de internamentos hoje é o mais baixo desde 11 de janeiro, quando se registavam 3983 casos.

Nos últimos três dias saíram do internamento 1013 doentes, dos quais 96 das unidades de cuidados intensivos.

Esta descida do número de internamentos, mais acentuada em enfermaria e com menos expressão nos cuidados intensivos, tem vindo a ser sentida diariamente desde o dia 2 de fevereiro.

Depois de um crescimento exponencial em janeiro, os números começaram a abrandar em fevereiro, 11 dias depois do confinamento geral decretado pelo Governo, a 21 de janeiro.

Consulte aqui o boletim epidemiológico desta quinta-feira
As autoridades de saúde têm sob vigilância 107 553 contactos, menos 7128.

Os dados desta quinta-feira revelam ainda que mais 4401 pessoas foram dadas como recuperadas, fazendo subir para 687 462 o número de recuperados desde o início da pandemia em Portugal, em março de 2020.

Há 18 dias consecutivos que o número de recuperados supera o de novas infeções."

17 de fevereiro

DGS

PORTUGAL: RTP [14h09] | Portugal tem mais 2324 casos de infeção e 127 óbitos nas últimas 24 horas. "Nas últimas 24 horas, Portugal registou mais 2324 casos de COVID-19 e 127 óbitos devido à infeção. O relatório desta quarta-feira revela também que há mais 5342 recuperados, menos 3145 casos ativos e menos 8499 contactos em vigilância.

Lisboa e Vale do Tejo voltou a ser a região que detetou mais infeções diárias, registando mais 1224 novos casos, seguida da zona Norte com 482 casos, da zona Centro com mais 367, o Alentejo com mais 108 e o Algarve mais 101 novos casos. Nos Açores registaram-se também mais oito novos casos e na Madeira mais 34.

Os internamentos voltaram a registar uma diminuição: há menos 135 internamentos em enfermarias e menos 33 em unidades de cuidados intensivos."

16 de fevereiro

DGS

PORTUGAL: Rádio Renascença [14h39] | Menos 350 internados. "Nas últimas 24 horas, Portugal registou mais 111 mortos e 1502 infetados com COVID-19. De acordo com o boletim diário da Direção-Geral da Saúde há agora menos de 100 mil casos ativos da doença.

O documento regista ainda novo recuo no número de internados. Há agora 4482 internados nos hospitais, menos 350 do que ontem, dos quais 752 em cuidados intensivos, menos 32 do que ontem.

No que diz respeito à distribuição geográfica dos novos casos, Lisboa e Vale do Tejo têm 610 novos casos, o Norte 406, o Centro 300, o Algarve 74, o Alentejo 65. Nas regiões autónomas, a Madeira tem mais 46 infeções e os Açores apenas uma.

Desde o início da pandemia, Portugal registou 788 561 casos confirmados da doença, dos quais 15 522 morreram e 677 719 recuperaram.

Na atualização diária sobre a evolução do plano de vacinação, a Direção-Geral da Saúde informa que já foram administradas 539 786 vacinas, 203 286 mil pessoas já com as duas doses tomadas e 336 500 com a primeira dose."

15 de fevereiro

DGS

PORTUGAL: SIC Notícias [15h20] | Mais 1303 novos casos. "Portugal regista nesta segunda-feira mais 90 mortes e 1303 novos casos de COVID-19, segundo o balanço diário da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Desde o início da pandemia, Portugal contabiliza um total de 15 411 óbitos e 787 059 contágios pelo novo coronavírus SARS-CoV-2, estando nesta segunda-feira ativos 102 794 casos, menos 2325 em relação a domingo.

Quanto aos internamentos hospitalares, o boletim epidemiológico da DGS revela que estão internadas em enfermaria 4832 pessoas, mais 6 que no dia anterior, e 784 em cuidados intensivos, menos 11 face a ontem.

As autoridades de saúde têm sob vigilância 131 521 contactos, menos 7881 relativamente a ontem.

Os dados de hoje revelam ainda que mais 3538 pessoas foram dadas como recuperadas, fazendo subir para 668 854 o número de recuperados desde o início da pandemia em Portugal, em março de 2020."

14 de fevereiro

DGS

PORTUGAL: Rádio Renascença [14h01] | O melhor dia no último mês e meio. "Desde 27 de dezembro que Portugal não apresentava números tão baixos de novos infetados com COVID-19: o número de novos casos do novo coronavírus é de 1677 no espaço de 24 horas.

Portugal regista 138 mortes por COVID-19, avança o boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS). Trata-se do valor mais baixo desde 11 de janeiro, altura em que morreram 122 pessoas em Portugal.

Uma pessoa na faixa dos 40-49 anos morreu nas últimas 24 horas, bem como duas na faixa dos 50-59 anos, 20 na de 60-69 anos e 35 com 70-79 anos.

Desde o início da pandemia estão confirmados 15 321 mortes e mais de 785 mil infeções de COVID-19 em Portugal.

Nos hospitais estão internadas 4826 pessoas, menos 24 pessoas em relação ao balanço de ontem. É a sexto dia consecutivo em que os números de internamentos baixam nos hospitais portugueses. Em unidades de cuidados intensivos o país tem agora 795 internados, valor mais baixo desde 28 de janeiro.

O número de casos ativos também baixou, pelo 14.º dia consecutivo: o país tem agora 105 119 casos ativos, menos 2252 casos que ontem.

Recuperaram da doença, desde ontem, 3791 pessoas e há um total de 139 402 portugueses em contacto de vigilância, por estarem doentes ou em isolamento profilático.

No que diz respeito aos novos casos de infeção, a faixa etária com mais casos é a dos 50-59 anos, com 255 novos casos. No entanto, a faixa dos 40-49 anos fica apenas um novo caso atrás, apresentando 254 novas infeções nas últimas 24 horas. A terceira faixa a ultrapassar as 200 novas infeções é a dos 20-29 anos.

Numa análise por regiões, Lisboa e Vale do Tejo apresenta os piores indicadores, com 75 mortes e 708 novos casos no espaço de 24 horas.

O Norte tem 20 mortes e 584 novas infeções e o Centro 27 óbitos e 245 casos.

O Alentejo regista mais 11 mortes e 58 casos e o Algarve 5 óbitos e 49 infeções, indica o boletim epidemiológico da DGS.

Nas regiões autónomas, a Madeira confirma 27 novos casos de COVID-19 e os Açores seis infeções."

13 de fevereiro

Boletim DGS

PORTUGAL: SIC Notícias [14h49] | Mais 149 mortes e 2 856 novos casos em 24 horas. "Portugal regista este sábado mais 149 mortes e 2 856 novos casos de COVID-19, segundo o balanço diário da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Desde o início da pandemia, Portugal contabiliza um total de 15 183 mortes e 784 079 casos de infeção pelo novo coronavírus SARS-CoV-2, estando este sábado ativos 107 371 casos, menos 6 079 em relação a sexta-feira.

Quanto aos internamentos hospitalares, o boletim epidemiológico da DGS revela que estão internadas em enfermaria 4 850 pessoas, menos 380 que no dia anterior, e 803 em cuidados intensivos, menos 43 face a ontem.

As autoridades de saúde têm sob vigilância 143 173 contactos, menos 6 478 relativamente a ontem.

Os dados de hoje revelam ainda que mais 8 786 pessoas foram dadas como recuperadas, fazendo subir para 661 525 o número de recuperados desde o início da pandemia em Portugal, em março de 2020."

12 de fevereiro

DGS

PORTUGAL: SIC Notícias [14h24] | A maior descida do número de internamentos desde o início da pandemia. "Portugal regista nesta sexta-feira mais 148 mortes e 2854 novos casos de COVID-19, segundo o balanço diário da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Desde o início da pandemia, Portugal contabiliza um total de 15 034 mortes e 781 223 casos de infeção pelo novo coronavírus SARS-CoV-2, estando nesta sexta-feira ativos 113 450 casos, menos 4912 em relação a quinta-feira.

Quanto aos internamentos hospitalares, o boletim epidemiológico da DGS revela que estão internadas em enfermaria 5230 pessoas, menos 340 que no dia anterior (a maior descida do número de internamentos desde o início da pandemia) e 846 em cuidados intensivos, mais 10 face a ontem.

As autoridades de saúde têm sob vigilância 149 651 contactos, menos 5647 relativamente a ontem.

Os dados de hoje revelam ainda que mais 7617 pessoas foram dadas como recuperadas, fazendo subir para 652 739 o número de recuperados desde o início da pandemia em Portugal, em março de 2020.

CIRCULAÇÃO ENTRE CONCELHOS PROIBIDA A PARTIR DAS 20H00 DE HOJE

A circulação entre concelhos em Portugal continental volta a estar proibida entre as 20h00 de hoje e as 05h00 de segunda-feira, sem prejuízo das exceções previstas, no âmbito do estado de emergência para combater a pandemia de COVID-19.

A proibição da circulação entre os 278 municípios do continente durante o fim de semana tem sido aplicada, sucessivamente, desde o período do Ano Novo, mas registou um alargamento do horário de aplicabilidade a partir de 15 de janeiro, com o novo confinamento geral."

11 de fevereiro

DGS 11 de fevereiro

PORTUGAL: Rádio Renascença [15h05] | "Novo recuo de internados." "O relatório desta quinta-feira da Direção-Geral da Saúde aponta para mais 167 mortos e 3480 novos casos de COVID-19, em Portugal, nas últimas 24 horas.

O documento indica ainda novo recuo de internados. Há, agora, 5570 pessoas internadas com COVID-19 nos hospitais, menos 259 do que ontem, das quais 836 em cuidados intensivos, menos 17 do que ontem.

O número de casos ativos está agora abaixo dos 120 mil (118 362), menos 4950 do que ontem.

A região de Lisboa e Vale do Tejo é a zona do país que regista o maior número de novos casos com 1846 novas infeções, o Norte tem 709, o Centro 518, o Algarve, com 148, ultrapassa o Alentejo (que tem 101). A Madeira regista 152 novos casos da doença e os Açores apenas seis.

Desde o início da pandemia, Portugal já registou 778 369 casos confirmados da doença, dos quais 14 885 morreram e 645 122 conseguiram recuperar.

Na informação sobre vacinas divulgada diariamente, a DGS revela que até ao fim do dia de ontem já existiam 133 078 pessoas em Portugal vacinadas contra a doença (duas doses tomadas) e outras 303 142 já receberam a primeira dose. No total, já foram administradas 436 220 vacinas."

10 de fevereiro

DGS 10 de fevereiro

PORTUGAL: SIC Notícias [14h05] | Número de internamentos desceu. "Portugal regista nesta quarta-feira mais 161 mortes e 4387 novos casos de COVID-19, segundo o balanço diário da Direção-Geral da Saúde (DGS). Três das 161 mortes registaram-se nas faixas etárias entre os 30 e os 49 anos.

Desde o início da pandemia, Portugal contabiliza um total de 14 718 mortes e 774 889 casos de infeção pelo novo coronavírus SARS-CoV-2, estando nesta quarta-feira ativos 123 312 casos, menos 4555 em relação a terça-feira.

Quanto aos internamentos hospitalares, o boletim epidemiológico da DGS revela que estão internadas em enfermaria 5829 pessoas, menos 241 que no dia anterior, e 853 em cuidados intensivos, menos 9 face a ontem.

As autoridades de saúde têm sob vigilância 162 566 contactos, menos 8988 relativamente a ontem.

Os dados de hoje revelam ainda que mais 8781 pessoas foram dadas como recuperadas, fazendo subir para 636 859 o número de recuperados desde o início da pandemia em Portugal, em março de 2020.

Relativamente às 161 mortes registadas nas últimas 24 horas, 77 ocorreram em Lisboa e Vale do Tejo, 31 na região Centro, 33 na região Norte, 12 no Alentejo, 6 na região do Algarve, uma na região Autónoma da Madeira e uma nos Açores.

Na região de Lisboa e Vale do Tejo foram notificadas 2192 novas infeções, contabilizando-se até agora 290 071 casos e 5982 mortes.

A região Norte registou 1050 novas infeções por SARS-CoV-2 nas últimas 24 horas e desde o início da pandemia já contabilizou 319 127 casos de infeção e 4917 mortes.

Na região Centro, registaram-se mais 775 casos, acumulando-se 110 616 infeções e 2624 mortos.

No Alentejo foram assinalados mais 185 casos, totalizando 27 303 infeções e 841 mortos desde o início da pandemia em Portugal.

A região do Algarve tem hoje notificados 129 novos casos, somando 18 992 infeções e 271 mortos.

A Madeira registou 47 novos casos. Esta região autónoma contabiliza 5142 infeções e 55 mortes devido à COVID-19.

Na região Autónoma dos Açores foram registados 9 novos casos nas últimas 24 horas, somando 3638 infeções e 28 mortos."

9 de fevereiro

PORTUGAL: Expresso [14h18] | "COVID-19: 203 mortes, 2583 infetados e mais de 15 mil recuperados em Portugal." "O boletim desta terça-feira da Direção-Geral da Saúde (DGS) regista 203 óbitos e 2583 novos casos de COVID-19 em Portugal nas últimas 24 horas.

Ambos os números representam ligeiros aumentos face a segunda-feira, dia em que se assinalaram 196 óbitos e 2505 novas infeções. As segundas e terças-feiras são dias em que geralmente há menos resultados de casos e testes, fruto de uma menor produção dos laboratórios ao fim de semana.

O documento assinala ainda 15 157 recuperados, o terceiro valor mais alto da pandemia. Por isso, o número de casos ativos recua: são agora 127 867, menos 12 777 do que na segunda-feira. Isto acontece pelo nono dia consecutivo.

Quanto aos hospitalizados, há menos 274 camas ocupadas comparando com a véspera, o maior recuo em 24 horas da pandemia neste item.

Há agora 6070 internamentos nos hospitais do país, 862 deles nos cuidados intensivos (menos 15 do que na segunda-feira)."

8 de fevereiro

DGS

PORTUGAL: Rádio Renascença [14h16] | "O número mais baixo em 21 dias." "Portugal regista esta segunda-feira mais 196 mortes e 2505 casos de COVID-19, indica o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). É o número mais baixo de óbitos desde 18 de janeiro e de infeções desde dia 3 do mês passado.

Nos hospitais portugueses estão internadas 6344 pessoas com o novo coronavírus, são mais 96 doentes desde ontem.

O número de pessoas internadas em unidades de cuidados intensivos aumentou para 877, com mais 12 entradas nas últimas 24 horas.

O número de casos ativos da doença desceu. Há esta segunda-feira menos 4446 infeções, num total de 140 mil.

Recuperaram da doença 6755 pessoas e há menos 6535 contactos de vigilância.

Desde a chegada da doença a Portugal, no início de março do ano passado, estão confirmadas 14 354 mortes e 767 mil casos de COVID-19.

Lisboa e Vale do Tejo continua a ser a região mais afetada pela pandemia, com 100 mortes e 1760 novos casos nas últimas 24 horas.

A região Centro tem esta segunda-feira 38 óbitos e 177 casos e o Norte 32 mortes e 379 infeções.

O Alentejo regista mais 19 mortes e 60 casos, o Algarve quatro óbitos e 61 infeções, a Madeira três mortes e 58 casos e os Açores mais uma dezena de infeções."

7 de fevereiro

Boletim DGS 

PORTUGAL: SIC Notícias [14h10] | "Mais 204 mortes e 3 508 novos casos. Portugal contabiliza este domingo mais 204 mortes e 3 508 novos casos de COVID-19, segundo o balanço diário da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Desde o início da pandemia, Portugal já registou 14 158 mortes e 765 414 casos de infeção pelo vírus SARS-CoV-2, estando este domingo ativos 145 090 casos, menos 3 269 em relação a sábado.

Quanto aos internamentos hospitalares, o boletim epidemiológico da DGS revela que estão internadas em enfermaria 6 248 pessoas, mais 90 que no dia anterior, e 865 em cuidados intensivos, menos 26 face a ontem."

6 de fevereiro

DGS

PORTUGAL: SIC Notícias [14h14] | 6132 novos casos, 14 317 recuperados. "Portugal contabiliza neste sábado mais 214 mortes e 6132 novos casos de COVID-19, segundo o balanço diário da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Desde o início da pandemia, Portugal já registou 13 954 mortes e 761 906 casos de infeção pelo vírus SARS-CoV-2, estando neste sábado ativos 148 359 casos, menos 8399 em relação a sexta-feira.

Quanto aos internamentos hospitalares, o boletim epidemiológico da DGS revela que estão internadas em enfermaria 6158 pessoas, menos 254 que no dia anterior, e 891 em cuidados intensivos, mais 13 face a ontem.

As autoridades de saúde têm sob vigilância 192 673 contactos, menos 5590 relativamente a ontem.

O boletim revela ainda que foram dados como recuperados mais 14 317 doentes. Desde o início da pandemia em Portugal, em março, já recuperaram 599 593 pessoas.

Relativamente às 214 mortes registadas nas últimas 24 horas, 99 ocorreram em Lisboa e Vale do Tejo, 48 na região Centro, 44 na região Norte, 15 no Alentejo, 6 na região do Algarve e duas na região da Madeira.

Na região de Lisboa e Vale do Tejo foram notificadas 3356 novas infeções, contabilizando-se até agora 283 470 casos e 5590 mortes.

A região Norte registou mais 1227 novas infeções por SARS-CoV-2 nas últimas 24 horas e desde o início da pandemia já contabilizou 316 092 casos de infeção e 4778 mortes.

Na região Centro, registaram-se mais 960 casos, acumulando-se 108 549 infeções e 2481 mortos.

No Alentejo, foram assinalados mais 315 casos, totalizando 26.785 infeções e 781 mortos desde o início da pandemia em Portugal.

A região do Algarve tem hoje notificados 147 novos casos, somando 18 572 infeções e 250 mortos.

A Madeira registou 121 novos casos. Esta região autónoma contabiliza 4833 infeções e 48 mortes devido à COVID-19.

Na Região Autónoma dos Açores foram registados 6 novos casos nas últimas 24 horas, somando 3605 infeções e 26 mortos."

5 de fevereiro

DGS

PORTUGAL: Rádio Renascença [14h04] | Novo máximo de internados em cuidados intensivos e mais de 11 mil pessoas recuperaram da doença nas últimas 24 horas. "Portugal regista nesta sexta-feira mais 258 mortes e 6916 casos de COVID-19, avança o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Pela primeira vez, há mais de 900 internados em unidades de cuidados intensivos com o novo coronavírus.

Há mais 41 internados em unidades de cuidados intensivos com o novo coronavírus, num total de 904 pacientes ao dia de hoje: um novo máximo.

Em enfermaria estão menos 84 pessoas internadas. Contas feitas, nos hospitais portugueses estão 6412 doentes com COVID-19.

No boletim desta sexta-feira, as novas infeções nas crianças dos 10 aos 19 anos superam novos casos em idosos acima dos 80.

No balanço desta sexta-feira da DGS há menos 4684 casos ativos da doença, num total de 156 mil pessoas que nesta altura estão infetadas com o novo coronavírus.

Recuperaram da doença nas últimas 24 horas 11 342 pessoas e há menos 6 mil contactos de vigilância.

Desde a chegada da pandemia a Portugal, em março do ano passado, estão confirmados 13 740 mortes e mais de 755 casos de COVID-19.

Numa análise por regiões, Lisboa e Vale do Tejo continua a ter o quadro mais grave, com 142 mortes e 3650 novos casos num dia.

Com 42 óbitos registados esta sexta-feira, a região Centro ultrapassa os 39 óbitos verificados no Norte. Em relação aos novos casos, o Norte tem mais 1704 e o Centro 1050.

O Alentejo tem 25 mortes e 186 casos e o Algarve 10 óbitos e 202 infeções. A Madeira regista mais 107 casos e os Açores 17 infeções."

4 de fevereiro

DGS

PORTUGAL: SIC Notícias [14h55] | 7914 novos casos e mais 10 760 recuperados. "Portugal contabiliza nesta quinta-feira mais 225 mortes e 7914 novos casos de COVID-19, segundo o balanço diário da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Desde o início da pandemia, Portugal já registou 13 482 mortes e 748 858 casos de infeção pelo vírus SARS-CoV-2, estando nesta quinta-feira ativos 161 442 casos, menos 3071 em relação a quarta-feira.

Quanto aos internamentos hospitalares, o boletim epidemiológico da DGS revela que estão internadas em enfermaria 6496 pessoas, menos 188 que no dia anterior, e 863 em cuidados intensivos, menos 14.

Consulte aqui o boletim epidemiológico desta quinta-feira
As autoridades de saúde têm sob vigilância 204 336 contactos, menos 4925 relativamente a ontem.

O boletim revela ainda que foram dados como recuperados mais 10 760 doentes. Desde o início da pandemia em Portugal, em março, já recuperaram 573 934 pessoas.

Relativamente às 225 mortes registadas nas últimas 24 horas, 119 ocorreram em Lisboa e Vale do Tejo, 38 na região Centro, 41 na região Norte, 20 no Alentejo, quatro na região do Algarve, duas na Madeira e uma nos Açores.

Na região de Lisboa e Vale do Tejo foram notificadas 3993 novas infeções, contabilizando-se até agora 276 464 casos e 5349 mortes.

A região Norte registou mais 1788 novas infeções por SARS-CoV-2 nas últimas 24 horas e desde o início da pandemia já contabilizou 313 161 casos de infeção e 4695 mortes.

Na região Centro, registaram-se mais 1118 casos, acumulando-se 106 539 infeções e 2391 mortos.

No Alentejo, foram assinalados mais 343 casos, totalizando 26 284 infeções e 741 mortos desde o início da pandemia em Portugal.

A região do Algarve tem hoje notificados 387 novos casos, somando 18 223 infeções e 234 mortos.

A Madeira registou 264 novos casos. Esta região autónoma contabiliza 4605 infeções e 46 mortes devido à COVID-19.

Na Região Autónoma dos Açores foram registados 21 novos casos nas últimas 24 horas, somando 3582 infeções e 26 mortos."

3 de fevereiro

DGS

PORTUGAL: Rádio Renascença [15h04] | 9083 novos casos, 11 218 recuperados. "Portugal regista nesta quarta-feira mais 240 mortos e 9083 casos de COVID-19, indica o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Depois de cinco dias em queda, o número de novas infeções diárias volta a aumentar, mas a um nível mais baixo comparativamente com a semana passada.

O número de pessoas internadas nos hospitais portugueses desceu, mas aumentaram os doentes em unidades cuidados intensivos (UCI).

Há agora 6684 internados com o novo coronavírus, menos 91 em comparação a ontem, no entanto, o número de pacientes em UCI é agora de 877, mais 25 no espaço de um dia.

O número de casos ativos da doença voltou a descer: são menos 2375 casos em 24 horas, num total de 164 mil.

Recuperaram da doença 11 218 pessoas e quase 210 mil estão em contacto de vigilância, por terem COVID-19 ou estarem em isolamento profilático.

Desde a chegada da pandemia a Portugal estão confirmadas 13 257 mortes por COVID-19 e mais de 740 mil casos.

De acordo com o balanço diário da DGS, Lisboa e Vale do Tejo continua nesta quarta-feira a ser a região mais atingida pelo pico da pandemia, com 130 mortes e 4544 novos casos.

O Norte tem mais 43 óbitos e 2365 infeções, o Centro 46 mortes e 1387 casos, o Alentejo 16 mortes e 389 casos e o Algarve quatro óbitos e 267 novas infeções.

Nas regiões autónomas, a Madeira regista uma morte e 120 casos nesta quarta-feira e os Açores 11 novas infeções."

2 de fevereiro

DGS

PORTUGAL: SIC Notícias [15h15] | 17 572 recuperados, 5540 novos casos de infeção. "Portugal contabiliza nesta terça-feira mais 260 mortes e 5540 novos casos de COVID-19, segundo o balanço diário da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Desde o início da pandemia, Portugal já registou 13 017 mortes e 731 861 casos de infeção pelo vírus SARS-CoV-2, estando nesta terça-feira ativos 166 888 casos, menos 12 292 em relação a segunda-feira.

Quanto aos internamentos hospitalares, o boletim epidemiológico da DGS revela que estão internadas em enfermaria 6775 pessoas, menos 94 que no dia anterior, e 852 em cuidados intensivos, menos 13.

As autoridades de saúde têm sob vigilância 215 536 contactos, menos 4817 relativamente a ontem.

O boletim revela ainda que foram dados como recuperados mais 17 572 doentes (um novo máximo diário desde o início da pandemia). Desde o início da pandemia em Portugal, em março, já recuperaram 551 956 pessoas."

1 de fevereiro

DGS

PORTUGAL: Rádio Renascença [14h32] | "Mais 275 mortes e 175 internados." "Portugal regista mais 275 mortes e 5805 casos por COVID-19 nas últimas 24 horas, avança nesta segunda-feira a Direção-Geral da Saúde (DGS).

O número de novas infeções é o mais baixo dos últimos 21 dias e cai pelo quarto dia consecutivo. No entanto, segunda-feira costuma ser um dia com menos notificações de infeções.

Nos hospitais portugueses estão internadas 6869 pessoas com o novo coronavírus, mais 175 no espaço de 24 horas.

Em unidades de cuidados intensivos há mais sete internados, num total de 865.

O número de casos ativos regista uma descida, nesta segunda-feira. São menos 2443 casos em 24 horas, num total de mais de 179 mil pessoas que estão infetadas com o vírus da COVID-19.

Recuperaram da doença quase 8 mil pessoas, em relação ao balanço da DGS de domingo, e 220 mil estão em contactos de vigilância.

Numa análise por regiões, Lisboa e Vale do Tejo (LVT) continua a ser o 'epicentro' da pandemia em Portugal, com 149 mortes e 3370 novos casos em 24 horas.

O Norte regista 45 mortes e 1180 infeções, o Centro 51 óbitos e 559 casos, o Alentejo 21 mortes e 409 casos e o Algarve 9 mortes e 205 novas infeções.

Nas regiões autónomas, a Madeira tem mais 56 casos e os Açores 26, sem que tenha ocorrido qualquer vítima mortal no último dia."

Ver todas as notícias de janeiro de 2021 aqui.

Ver todas as notícias de dezembro aqui.

Ver todas as notícias de novembro aqui.

Ver todas as notícias de outubro aqui.

Ver todas as notícias de setembro aqui.

Ver todas as notícias de agosto aqui.

Ver todas as notícias de julho aqui.

Ver todas as notícias de junho aqui.

Ver todas as notícias de maio aqui.

Ver todas as notícias de abril aqui.

Ver todas as notícias de março aqui.

Fotos: Tuttosport / Corriere dello Sport / The Guardian / Le Figaro / Mundo Deportivo / L'Équipe / AS / La Repubblica / El País / Portugal.gov.pt / UEFA / Twitter Roland Garros / Il Messaggero / Corriere della Sera / Liga Portugal / ACP / COI / Reuters / New York Times / The Telegraph / FIFA / De Telegraaf / Público / Expresso

Última atualização: 1 de junho de 2021

Relacionadas

Futebol

Programa Elite International volta a marcar a diferença

Duas semanas de intensa aprendizagem no Benfica Campus permitiram que 22 jovens atletas, nascidos entre 2005 e 2007, com nacionalidades holandesa, norueguesa e escocesa, assimilassem novos conceitos de jogo, associados à metodologia de treino implementada pelo Clube. O programa Elite International Development, em parceria com a Coerver Coaching, já vai na 11.ª edição e as experiências continuam a ser "marcantes". "Todos conhecem o trabalho da nossa formação. É importante receber jovens de qualidade que querem aprender, conhecer o Benfica e a sua metodologia", afirmou Simão Sabrosa, diretor de Relações Internacionais do Clube, à reportagem da BTV.

Futebol

V. Guimarães-Benfica em imagens

No Estádio D. Afonso Henriques, o Benfica empatou com o Vitória de Guimarães (3-3), nesta quarta-feira, em jogo da 2.ª jornada do grupo A (fase 3) da Taça da Liga. Depois do autogolo de Alfa Semedo, Pizzi marcou o segundo golo e Nemanja o terceiro pelos encarnados. Veja aqui as melhores imagens do encontro...

Futebol

Taça da Liga: antevisão de Jorge Jesus | #VSC-SLB

O Benfica venceu (1-3) o Vitória de Guimarães, na Cidade-Berço, na 7.ª jornada da Liga Bwin, mas, desta feita, para a 2.ª jornada do grupo A (fase 3) da Taça da Liga, Jorge Jesus sabe que terá um contexto competitivo "diferente". Mas o técnico, esperando um rival com o seu "melhor onze" e tendo de modificar a equipa em função da densidade competitiva a que tem estado sujeita, deixou claro, em declarações à BTV, que o coletivo "está preparado" para um embate "extremamente difícil".

Futebol

Por dentro do jogo com o Vizela

Um golo de Rafa, aos 90'+8', levou a crença Benfiquista à explosão de euforia de todos os que sentem e vivem o clube! Muitos deles estiveram em Vizela horas antes do início do duelo, demonstrando o seu amor. A receção à equipa do Benfica foi carregada de paixão e o 0-1 final, no desafio da 9.ª jornada da Liga Bwin, trouxe um sentimento de dever cumprido! Antes, durante e depois, os Benfiquistas disseram presente no apoio à equipa. Veja como se viveu nos bastidores, e não só, a missão Vizela!

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar